A dieta que emagrece 37 kg com líquidos

"Emagreci 37 kg com a dieta líquida dos 4 dias. A cada 20 dias, recorro a esse segredinho que acelera o meu metabolismo. Assim, pulei do manequim 50 para o 40 e até virei miss!", conta Lahys Feijó

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 22/06/2011 em

Sou+Eu

um conteúdo de

A dieta que emagrece 37 kg com líquidos
Cristiane Foroni. Dona da história: Lahys Feijó Thedim, 23 anos, Bom Jardim, RJ

Lahys mede 1,68 m e foi dos 97 kg para os 60 kg
Foto: Rodrigo Bueno / Arquivo Pessoal

"Fui até a loja que vendia roupas para gordinhas e fiquei em choque quando o manequim 48 não serviu. Nunca me senti tão humilhada. Sem saída, recorri à costureira do bairro. Enquanto ela tirava minhas enormes medidas, pensei: "Isso precisa acabar. Eu só tenho 17 anos. Quero ser uma adolescente normal". Nessa época, estava com 97 kg.

Pela primeira vez, tive a certeza de que queria emagrecer. Estava determinada e não dizia isso da boca para fora. Manequim 50? Nem pensar!

Dou um choque no metabolismo

Mesmo disposta a emagrecer, sempre vacilava na dieta. Chocolate e refrigerante eram as minhas tentações. Ficar sem eles seria uma tortura. Continuei cedendo às minhas vontades e emagreci só 10 kg em quatro meses. Sabia que poderia ter resultados melhores, então comecei a levar a dieta mais a sério. Com o auxílio de algumas reportagens, montei dois cardápios: um para o dia a dia, que apelidei de reeducação, e outro radical, batizado de cardápio de choque por ser composto só de líquidos e durar quatro dias. A cada 20 dias, dou um chacoalhão no metabolismo e perco cerca de 3 kg graças a ele.

Assim, acelerei o emagrecimento. Em seis meses, perdi 15 kg. Aí, me matriculei na academia para combater a flacidez. Aos poucos, descobri que tinha cintura debaixo de tanta gordura.

A dieta que emagrece 37 kg com líquidos

Lahys ficou linda e saiu na capa da revista SOUMAISEU!
Foto: Reprodução revista SOUMAISEU!

Não me reconheciam

Em dois anos, consegui chegar aos 63 kg. O mais engraçado é que muita gente não me reconheceu depois de magra. A história mais marcante foi a de um rapaz que conheci em uma festa quando eu era gorda. Ficamos um tempão sem nos encontrar. Até que ele me adicionou no Orkut. Tentei dizer que já nos conhecíamos da tal festa. Ele dizia que era impossível. Precisei mandar fotos em que aparecia gordinha. Ele ficou pasmo!

Feliz com o meu corpo, decidi me aventurar em um concurso de beleza. O sonho de ser miss era antigo e sempre me pareceu impossível. Em 2009, subi na passarela e... Ganhei! Fui Miss Bom Jardim, a cidadezinha onde moro aqui do Rio de Janeiro. Consequentemente, virei o orgulho de todos da minha casa. Como vencedora, participei de festas agropecuárias para concorrer ao título de Rainha.

Aí, tive meus 15 minutos de fama. Fiquei hospedada num hotel chique e recebi vários elogios. Não ganhei o título de Rainha, mas garanti o terceiro lugar. Fui a Princesa da festa. Nunca chorei tanto! A avó da rainha até se comoveu com a minha emoção e veio me consolar. Ela achava que eu estava triste por ter perdido o primeiro lugar. Nada disso! Eu chorei mesmo de alegria!

A manutenção é uma luta diária

O fato é que passei de patinho feio a mulherão e tenho muito orgulho da minha luta contra a balança. Emagrecer é difícil e a manutenção é uma batalha diária, porque ainda gosto de doces. Mas agora, como já estou magra, me dou folga aos fins de semana. Às vezes demoro para acreditar que uso manequim 40 e peso 60 kg. E quer saber? É tudo fruto do meu próprio esforço!"

A dieta que emagrece 37 kg com líquidos

Para dar um choque no metabolismo, Lahys precisou fazer algumas substituições de alimentos
Foto: Dreamstime

Os benefícios do choque

A Lahys criou um método, que batizou de choque, para acelerar o emagrecimento. A cada 20 dias, ela só toma líquido por quatro dias. Segundo a nutricionista Daiana Mafort, de São Paulo, esse choque tem fundamento. O organismo se acostuma aos alimentos rotineiros e o corpo para de emagrecer. Para cutucar o metabolismo, é preciso trocar alguns itens do cardápio no mínimo a cada dois meses.

"A dieta líquida é uma solução aprovada, mas não é regra. Ela precisa ser feita com cautela, porque pode ser pobre em nutrientes. Minha sugestão é dar o choque substituindo os alimentos diários por outros do mesmo grupo, sem aumento de calorias (veja sugestões ao lado)", explica a especialista.

Substituições para dar o choque

Alimento Substituição
Leite desnatado Leite à base de soja
Arroz branco Arroz integral
Arroz branco - 4 colheres (sopa) Batata (1 unidade média)
Gelatina Laranja, abacaxi ou tangerina
Abacaxi Melão
Pão francês Bolachas de água e sal (5 unids.)
Espiga de milho Mandioca
Maçã Laranja
Melancia (1 fatia) Morango (9 unidades)
Cenoura ralada - 1 colher (sopa) Folhas de alface
Abóbora - 3 colheres (sopa) Beterraba ralada - 1 colher (sopa)
Banana (½ unidade) Ameixa (1 unidade)
Mussarela Queijo branco
Atum - 2 colheres (sopa) Ovos (2 unidades)
Feijão - 1 concha Grão de bico - 3 colheres (sopa)


- Conheça os cardápios adotados por Lahys