A dieta que seca 40 kg com a bala de algas marinhas

"A bala de algas marinhas engana a fome, tira a vontade de comer doce e combate a flacidez. E ainda é baratinha!", conta Fabíola Fragozo

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 26/08/2011 em

Sou+Eu

um conteúdo de

A dieta que seca 40 kg com a bala de algas marinhas
Ricardo Régener. Dona da história: Fabíola Fragozo, 28 anos, Rio de Janeiro, RJ

Fabíola mede 1,68m e foi dos 114 kg para os 74 kg
Foto: Rodrigo Bueno / Arquivo Pessoal

"Toda vez que eu entrava no ônibus, enfrentava o mesmo constrangimento: tinha que me encolher toda para passar na roleta. O trocador sempre dava uma força com as mãos para me desentalar. Quando eu finalmente conseguia passar, percebia que todos no ônibus estavam olhando para mim. Me sentia tão humilhada!

Era sempre assim. Todo mundo reparava, em todos os lugares. Só eu não me enxergava. Não percebia que aquele corpinho equilibrado que eu tinha aos 18 anos havia ido embora. Não era para menos: eu só queria saber de devorar caixas de chocolate de uma única vez... Era uma compulsão. Desenvolvi o vício por comida ao presenciar a separação difícil dos meus pais, justamente aos 18 anos, em 2001. Pesava 74 kg nessa época. Desde então, passei a comer para aliviar a dor. No final de 2006, eu já estava com 114 kg e minhas pernas nem dobravam mais. Vivia cansada, suada e ofegante. Fingia estar alegre, mas era muito triste.

Era hipertensa e estava com o colesterol alto

Demorei para perceber a destruição que eu estava provocando no meu próprio corpo. No comecinho de 2007, fui ao médico e ele me apavorou: 'Você é hipertensa, está com o colesterol altíssimo e a um passo de ter diabetes'. Fiquei muito mal depois dessa consulta.

Naquele momento, o apoio do meu amigo César, que era apaixonado por mim, foi essencial. Como uma prova de seu amor, ele resolveu bancar um convênio médico para mim. Essa atitude mexeu muito comigo: César me amava sem levar em conta minha aparência e estava preocupado com a minha saúde. Seu gesto me deu forças para começar a minha reeducação alimentar e me fez ver que ele era o homem da minha vida. Alguns dias depois, já estávamos namorando.

Comecei minha dieta ainda em janeiro de 2007, mas não foi fácil passar a comer menos. Uma vez, topei ir a uma churrascaria para ficar só na salada e acabei sozinha no banheiro, chorando por não poder comer o mesmo que as outras pessoas. Mas segui firme na minha reeducação alimentar.

Além do apoio do meu namorado, as balas de algas marinhas feitas com ágar-ágar foram minhas parceiras mais importantes durante meu emagrecimento. Elas têm sabores variados, quase nenhuma caloria, enganam a fome, aliviam a vontade de comer doce e ainda deixam meu corpo todo durinho. E são baratinhas: pagava R$ 0,20 por cada uma! Em geral, consumia cinco balas por dia.

A dieta que seca 40 kg com a bala de algas marinhas

Fabíola ficou linda e saiu na capa da revista SOUMAISEU!
Foto: Reprodução revista SOUMAISEU!

Consegui cruzar as pernas pela primeira vez

Também criei o hábito de ir à academia fazer exercícios. Isso me deu muita energia! Me pesava semanalmente acompanhada do César. Comemorávamos muito as gramas perdidas em cada semana. Emagrecia em média 4 kg por mês. Aos pouquinhos, descobri a mulher poderosa que estava escondida atrás daquela montanha de gordura. Lembro bem do dia em que consegui cruzar as pernas pela primeira vez. Levantei os braços e gritei: 'Estou viva!'.

Em outubro de 2007, dez meses depois de começar minha reeducação, cheguei aos 74 kg. Tinha perdido 40 kg! Precisei mandar apertar minha aliança de namoro. Ela se tornou o símbolo não só do meu amor pelo César, mas também da minha superação!

Desde então, tomo todos esses cuidados para manter meu peso e minha saúde em dia. A hipertensão e o colesterol estão controlados e não tenho diabetes. Hoje posso vestir roupas coloridas e bem cortadas, muito diferentes dos blusões e das calças pretas que eu usava. Gosto de me produzir e tenho energia para subir escadas e fazer passeios. E continuo chamando a atenção das pessoas no ônibus, só que agora pela minha beleza. Passo linda, leve e solta pela catraca e desperto os olhares tanto dos homens quanto das mulheres! Meu esforço será coroado em breve: o casamento com o César está marcado."

Produto é natural e não precisa de receita

A dieta que seca 40 kg com a bala de algas marinhas

Foto: Divulgação

As balas de algas marinhas que a Fabíola consumiu durante a sua dieta são produtos naturais que possuem como principal princípio ativo o ágar-ágar, uma proteína vegetal encontrada nas algas. "Essa substância demora para ser digerida pelo estômago. Por isso, ela aumenta a sensação de saciedade e engana a fome", explica a nutróloga Alessandra Kalaes. Além de diminuir a vontade de comer doce, a bala de algas ainda ajuda a manter a pele esticadinha. O produto não precisa de receita para ser adquirido. A especialista recomenda consumir até três unidades por dia, sempre meia hora antes das refeições. As balas são contraindicadas para gestantes e pessoas com problemas de estômago.

· Balas de algas marinhas, pacote com 30 unidades, sabores de frutas, da Sweet Jelly, R$ 6* (R$ 0,20* cada bala)

· Apenas R$ 0,60* por dia (o equivalente a 3 balas)

Conheça o cardápio seguido por Fabíola

*Preço pesquisado em agosto/2011