O abacaxi me deixou lindona!

Graças à dieta da fruta, perdi 15 kg, parei de me sentir feia e conquistei meu namorado de vez

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 29/10/2008 em

Sou+Eu

um conteúdo de

O abacaxi me deixou lindona!
Fabiana Faria
O abacaxi me deixou lindona!

Carol voltou a pesar 70 quilos, o mesmo 
peso que tinha aos 14 anos
Foto: Arquivo pessoal

Na adolescência descobri minha facilidade para engordar. Cheguei ao colegial uma bolinha. Na faculdade engordei mais ainda. Estudava à noite e dormia o dia inteiro. Virei baleia!

Em 2006, conheci o Alessandro. Apesar de ele me achar linda, eu me sentia feia perto dele. Ele sempre foi magrinho, com tudo em cima, e eu era "a" gorda. Para ter uma idéia, nessa época eu só usava calça social preta. Tinha 35 delas no meu armário e nenhuma calça jeans. Estava com 85 quilos e meu manequim era 48. Apesar de eu ser alta, com 1,75 m, não ficava proporcional!

Como não gosto de fazer exercícios físicos, para me sentir melhor ao lado do Alessandro resolvi fazer a dieta das frutas no início de 2006. Mas, como o regime mandava comer frutas que eu odeio, como banana, decidi comer muito abacaxi, já que sempre me falaram que ele é diurético e ajuda a quebrar as gorduras que a gente come.

Foram três meses de dieta e eu não sentia muita fome. Parecia que as frutas me davam energia. O abacaxi me fez desinchar! Confesso que fiquei com algumas aftas na boca, acredito que por causa da acidez, mas nada que me fizesse desistir. Fora que a sopa de legumes com pedaços de carne que eu comia no jantar me deixava saciada.

Voltei ao corpinho dos meus 14 aninhos

Em 90 dias lá se foram 15 quilos. Meu manequim passou para o número 42 e eu fiquei com 70 quilos, peso dos meus 14 anos, época da escola.

Apesar da rotina corrida de trabalhar durante o dia e estudar à noite, meu cardápio hoje é normal, apesar de não jantar direito por causa da faculdade. Como tudo em porções pequenas porque tenho muito medo de engordar de novo. Não gosto nem de olhar as roupas daquela época. Parece que elas têm uma energia ruim.

Mais