Sequei 21 kg com as pílulas de alcachofra

As cápsulas ajudaram meu intestino a funcionar melhor e desincharam meu corpo

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 05/07/2010 em

Sou+Eu

um conteúdo de

Sequei 21 kg com as pílulas de alcachofra
Sílvia Regina

Além de desinchar e melhorar a circulação, 
a alcachofra tira a fome e queima gordura
Foto: Alan Teixeira

Terminei a faculdade e fiquei um ano sem conseguir emprego na área em que me formei, Naturologia, ramo da saúde que usa terapias naturais. Pra aliviar a pressão que eu mesma me colocava ,resolvi fazer um curso de inglês nos Estados Unidos. Porém, para meu desespero, não consegui me adaptar à família que me hospedou por lá. Então, pra me sentir um pouco melhor, eu comia tudo o que tinha vontade. Isso significava três pães com ovos no café da manhã, sete muffins com recheio à tarde e pacotes grandes de chocolate à noite. 

Quando comia fora de casa, pedia frituras e comida mexicana. Tudo bem calórico. Conclusão: Em apenas três meses, ganhei 14 kg e cheguei aos 70 kg, mal distribuídos em 1,59 m. E o pior é que eu não me dava conta de que tinha engordado tanto. Até o dia em que saí com uma amiga para comprar roupas. Ela experimentou uma blusa linda e eu pedi para provar também. Acredita que ela não deixou? Disse que eu iria alargar a peça. Nossa, como foi horrível ouvir aquilo! Mas pelo menos eu me toquei de que tinha perdido completamente a mão. Era hora de voltar para o Brasil. Mas, gorda desse jeito, como meu namorado me receberia?

Virei motivo de piada na família 

Ele foi me buscar no aeroporto. Lembro direitinho da cara de nojo que meu namorado fez quando me viu. ''Tô zoada, né?'', perguntei. ''Tá'', ele respondeu, na lata. Nos dias seguintes, fui alvo de piadinhas do meu amor. Ele me chamava de gordinha na frente da família toda. ''Vem cá, minha boneca Repolhinho''. No começo, eu chorava escondida. Depois, pedi para ele parar, pois aquilo me machucava muito. Ele entendeu e explicou que tudo não passava de uma brincadeira, tanto que me pediu em casamento na mesma época. Mas o problema não era só como os outros me viam. Vinha de dentro. Eu estava com vergonha até de sair de casa. Não conseguia nem me olhar no espelho, não me arrumava... Estava beirando a depressão. 

Pra piorar, nessa fase aconteceu o casamento do meu irmão, em julho de 2008. Quando fui comprar um vestido, a vendedora não me deixou experimentar o que eu queria. Disse que eu iria rasgá-lo. Depois, tive de encarar os olhares de reprovação e espanto de todos os parentes e convidados que ainda não tinham me visto desde a minha volta dos Estados Unidos.

Descobri a cápsula de alcachofra! 

O primeiro passo pra mudar esse quadro foi lutar por um emprego na minha área profissional, que eu tanto queria. Participei como freelancer de uma feira promovida por uma empresa de óleos essenciais e infernizei o chefe até ser contratada! Me tornei professora de aromaterapia e consultora nessa empresa. Depois disso, decidi que era hora de emagrecer de qualquer jeito. Eu não podia me entregar àquele destino gordo. Aí, voltei para a ioga, que pratiquei na época da faculdade. Isso me ajudou a controlar a ansiedade.
 
Em seguida, criei um cardápio com alimentos saudáveis. Como estudei sobre isso na faculdade, sabia exatamente o que comer para ter um corpo saudável. Então, cortei os carboidratos à noite. Aos poucos, fui me sentindo mais leve. As roupas ficaram largas e meu joelho parou de doer. Foi então que me lembrei de uma aula super interessante que tive na faculdade sobre os benefícios da alcachofra. Aprendemos que o vegetal ajuda a diminuir a retenção de líquidos, a melhorar a digestão e a desintoxicar o organismo. Mas havia um porém: além de cara, a alcachofra é sazonal, não dá o ano inteiro. Então, pesquisei e descobri a cápsula de alcachofra, que é vendida em qualquer farmácia. 

Estou magra e sou bem-sucedida! 

Me casei em abril de 2009. Na época, já havia baixado de 70 kg para 52 kg. Quem tinha me visto
gorda no casamento do meu irmão, dez meses antes, ficou admirado ao me ver entrar na igreja. Depois disso, emagreci ainda mais e cheguei aos 49 kg. Mantenho esse peso há um ano. Tenho consciência do meu esforço e não vacilo mais. 

Pra comemorar minha vitória, em janeiro deste ano abri meu salão de depilação, onde aplico o que aprendi na faculdade. Faço massagens com óleos essenciais que proporcionam bem-estar às clientes. Também uso esses óleos na cera de depilação, pois eles acalmam a pele. O sucesso da minha carreira é mais um incentivo para eu me manter bem. Afinal, minha aparência é o meu cartão de visitas!