Dieta para perder barriga

Veja como acabar com a barriga através de um programa de emagrecimento que aumenta o metabolismo

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 14/04/2010 em

Viva! Mais

um conteúdo de

Dieta para perder barriga
Lígia Menezes
Dieta para perder barriga

Não reduza demais as calorias diária
para não desacelerar o metabolismo
Foto: Dreamstime

Ganhar ou perder peso não está relacionadocom a quantidade de caloria que você consome e sim com o tipo de caloria. Ficou surpresa? De acordo com o especialista americano em boa forma Jorge Cruise, autor do best-sellerThe Belly Fat Cure (A Cura para a Gordura da Barriga), ainda não editado em português, o que se come é mais importante do que o quanto se come!

Seu programa de emagrecimento consiste em mostrar quais açúcares e carboidratos você deve comer para maximizar a queima de gordura, ao mesmo tempo em que satisfaz seu desejo por doces. Ele próprio perdeu 18 kg testando seu método. Entenda mais... 

Como funciona?

Em seu plano, Jorge ensina que é mais importante prestar atenção ao consumo de certos carboidratos e açúcares do que controlar a ingestão de gorduras ou a contagem de calorias. Isso diminui o nível de insulina produzida pelo nosso corpo. "É ela quem equilibra a glicose no sangue", diz a endocrinologista Silvia Mizue, de São Paulo.

Por que é importante?

Porque controla sua fome! Entenda: quando você come doce, a glicose (ou açúcar) aumenta o nível de insulina rapidamente no sangue. Essa, por sua vez, digere a substância também depressa, e você acaba sentindo fome poucas horas após ter comido. "É importante não comer muito doce para a produção da insulina ser lenta. Assim, sua fome fica controlada", explica a nutricionista Juliana Watanabe, da clínica DKNR, em São Paulo. Por isso não podemos comer muito doce de uma vez... Mas se for uma quantidade balanceada ao dia, tudo bem! 

Açúcar dá fome! 

“Quando você come muito açúcar, seu cérebro acredita que você só adquiriu calorias e não nutrientes, portanto, ele 'pede' mais comida. Por isso dizemos que o açúcar faz com que você queira comer ainda mais", explica o diretor do Centro Integrado Médico da Universidade do Arizona (EUA), Andrew Weil, citado no livro de Jorge Cruise.

Barriguinha perigosa

De acordo com um estudo feito pela Universidade de Harvard (EUA), até mesmo mulheres que nunca foram cheinhas podem ganhar alguns quilos com o passar do tempo – principalmente no abdome e quadril. Mesmo acostumando-se com a ideia, é importante saber que, ao engordar, também crescem os riscos de problemas de saúde, como doenças cardiovasculares e até diabetes e câncer. Ainda: a gordura acumulada na barriga é mais prejudicial do que a gordura concentrada em outras áreas. É chamada de visceral, pois fica onde circula o sangue dos órgãos, principalmente o da área intestinal.

Cure sua gordura

Dieta para perder barriga

O metabolismo lento estoca ainda mais gordura
Foto: Alex Silva; Carlos Cubi; Dercílio; Pedro Rubens

Com a consultoria da nutricionista Juliana Watanabe, reunimos alimentos indicados por Jorge com outros sugeridos no livro "A Dieta do Abdômen para Mulheres".

O que é permitido comer
- Carboidratos integrais:
arroz, pão, macarrão, batata, biscoito, aveia e granola.
- Uma porção ao dia de carboidratos simples (açúcares): mel, chocolate, geleia, bala e chiclete.
- Proteínas magras: frango, peixe, ovo caipira, leite e derivados.
- Gordura poli-insaturada e monoinsaturada: peixes, óleos vegetais, azeite de oliva, sementes olaginosas (castanha, avelã, noz, macadâmia, amêndoa), semente de linhaça e gergelim.
- Aveia sem sabor artificial: contém fibra, que faz com que a absorção de nutrientes seja lenta e não haja picos de insulina.
- Folhas verdes: espinafre, alface-romana, rúcula, agrião, mostarda e endívia.
- Frutas vermelhas: saciam por quatro horas!
- Feijão: diminui a absorção da gordura.

O que é proibido
- Carboidratos simples em excesso (Veja lista deles acima).
- Gordura saturada: bacon, banha de porco, óleo de algodão, dendê, carnes gordurosas e laticínios integrais.