Orlistate: a supercápsula que emagrece

Com a orlistate, o corpo deixa de absorver até 30% da gordura dos alimentos. E tudo de forma saudável!

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 18/03/2011 em

Viva! Mais

um conteúdo de

Orlistate: a supercápsula que emagrece
Giulia Gazetta

O orlistate é o único composto emagrecedor aprovado pela Anvisa
Foto: Dreamstime

Se só a dieta não tem sido suficiente para eliminar os quilos extras, que tal recorrer a um aliado para potencializar a perda de peso? A cápsula com orlistate (composto emagrecedor) é indicada por especialistas, tem venda/consumo aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e impede que o organismo armazene até 30% da gordura ingerida! Saiba como tomar, onde comprar e confira, ainda, um cardápio para seguir!
 

Descubra o orlistate


Como ele funciona?

O endocrinologista Geraldo Santana diz que "o orlistate age no tubo digestivo, inibindo as lipases gastrointestinais, que são enzimas que absorvem as gorduras". Ou seja, ele impede que o organismo armazene parte da gordura ingerida, eliminando-a pelas fezes.

Quanto?

Até 30%! Em um ano, apenas ingerindo o orlistate, você consegue perder até 10% do seu peso! Mas atenção: se almoçar e jantar alimentos gordurosos, o efeito será menor, claro. Por isso, alie o uso do medicamento a uma dieta saudável e aproveite ao máximo os benefícios da poderosa cápsula!

Aprovadíssimo!

O orlistate é o único composto emagrecedor aprovado pela Anvisa, pois a cápsula não age na circulação nem no sistema nervoso central, apenas no tubo digestivo. Daí não causar dependência química.

Efeitos colaterais

Como a gordura que não é absorvida pelo corpo acaba sendo eliminada pelas fezes, o uso do composto pode causar reações de natureza gastrointestinal. Ou seja: fezes moles, incontinência fecal, flatulência e dores abdominais. Nada agradável, é bem verdade... Mas vale salientar que, caso surjam, tais efeitos colaterais tendem a ocorrer apenas nos primeiros três dias. E diminuem sensivelmente quando as cápsulas são combinadas a uma dieta com baixa ingestão de gordura.

Contraindicações

Gestantes, mulheres amamentando, pessoas com dificuldade para absorver nutrientes, com problemas na vesícula biliar, com doença renal, com arritmia cardíaca ou quem estiver tomando qualquer medicamento com função anticoagulante.

Quanto custa?

Dois medicamentos contêm o composto. Segundo a Anvisa, é necessário receita médica para comprá-los:

LipiBlock (Germed Pharma)
Custo: varia de R$ 109* a R$ 154* (42 cápsulas) e de R$ 120,50* a R$ 265* (84 cápsulas).

Xenical (Roche)
Custo: varia de R$ 123* a R$ 166* (42 cápsulas) e de R$ 249* a R$ 294,50* (84 cápsulas).

*Preços pesquisados em março de 2011

Dica Importante


Pesquise preços e opções de pagamento. Em pesquisa feita pela reportagem da revista VIVA!, muitas farmácias parcelam o valor.

Quando e como tomar


Apesar de a bula indicar a ingestão do medicamento três vezes ao dia, o endocrinologista Geraldo Santana sugere tomar o orlistate com um copo de água ao iniciar o almoço e, mais tarde, quando começar a jantar. "No Brasil, o café da manhã tem baixo teor de gordura; por isso, o uso do orlistate apenas no almoço e no jantar já tem se mostrado suficiente", explica.