10 coisas que deveriam ser ensinadas para todas as pessoas

Se todo mundo aprendesse isso, o mundo com certeza seria um lugar melhor.

Ao mesmo tempo em que a escola nos introduz a vários conceitos e tarefas essenciais – como é o belíssimo caso de ler, de escrever e de fazer contas -, vamos combinar: seu currículo ainda está muito aquém do que poderia ser, em termos de tornar nossas vidas melhores.

Há várias ~habilidades~ que, por conta disso, a vida tem de nos ensinar por conta própria – mas não é sempre que ela consegue, sozinha, ser 100% eficaz nessa tarefa. Como será que a escola poderia nos ajudar nesse sentido? Aqui vão 10 sugestões de coisas que, se todos aprendessem como fazer, fariam do mundo um lugar mais bonito.

1. Como cuidar do próprio dinheiro

A maioria das pessoas não sabe administrar o próprio dinheiro, e acaba se endividando por aí. Não é só uma questão de ganhar muito ou pouco: gente rica também se dá mal nas finanças. Não seria a escola, quem sabe, o lugar ideal para aprendermos como fazer isso? Se, estando ali, nós já sabemos fazer adições, divisões e até mesmo equações, nada mais justo do que também estarmos devidamente capacitados quando o assunto é lidar com os números da vida real. Nessa aula hipotética, também poderíamos aprender como funcionam os bancos e – imagina só -, como funciona o crédito.

2. Como se comportar em relacionamentos amorosos

Ahhh, o amor… Sentimento que nos filmes se mostra como maravilhoso, romântico e feliz para sempre – mas que nos deixa sem chão quando aparece, de carne e osso, na nossa vida. Imagina se houvesse workshops de como se comportar dentro de um relacionamento? Óbvio que não são “preto no branco” os requisitos para um relacionamento saudável – mas, convenhamos, se todo mundo aprendesse alguns conceitos básicos da vida a dois, passaríamos muito menos tempo brigando (e menos tempo namorando pessoas que nos fazem mal) nessa vida.

3. Como se relacionar com pessoas – quaisquer pessoas

É claro que, assim como no item anterior, aqui não existe um certo e um errado propriamente ditos. Isso não quer dizer, porém, que uma aulinha sobre diálogo e respeito às diferenças, por exemplo, chegaria a machucar alguém. Aprender comunicação não-violenta também seria bom demais!

4. Como aceitar os próprios erros

Errar é de fato humano – mas isso não quer dizer que a gente já nasça sabendo disso. Tem muita gente que, mesmo depois de uma vida inteira, não consegue lidar bem com os próprios erros – perdendo, com isso, a chance de aprender com eles. Sobre estar errado, os ensinamentos poderiam inclusive ir além: se até mesmo ciências como a física e a matemática têm mistérios até hoje sem explicação, é interessante que nunca, nunca, nunca descartemos a possibilidade de estar errado sobre algo.

5. Como funciona a política

Como funciona a política institucional no seu bairro? Na sua cidade? No seu estado? É verdade que algumas escolas já entram nesse mérito, mas ainda são muitas as pessoas que não encontram respostas a esse tipo de pergunta. Desse jeito, como entender o processo de impeachment que está acontecendo agora, por exemplo?

6. Como fazer reparos básicos na casa

Trocar uma lâmpada. Desentupir uma pia. Trocar um chuveiro. Pintar uma parede. ABRIR UM POTE DE PALMITO! Não seriam essas algumas das coisas mais importantes de se aprender, nessa vida?

7. Como preparar sua própria comida

Pessoalmente, a repórter que vos escreve aprendeu a fazer arroz aos 17 anos, com a ajuda do Google. Imagina agora se, desde mais novinhos, todos nós, HOMENS E MULHERES DO MUNDO, aprendêssemos e treinássemos o básico da cozinha junto dos nossos coleguinhas, na escola? Saber cozinhar é até uma questão de sobrevivência!

8. Como se comportar em uma entrevista de emprego

“Oi, eu gosto de dinheiro”

Como montar um currículo? Como lidar com a pressão de estar frente a frente com entrevistadores? Como vender devidamente o seu peixe – sem mentir nem deixar de lado a humildade?

9. Como socorrer alguém ferido

Você pode até ser uma daquelas pessoas que não aguentam, sob hipótese alguma, enxergar um pouquinho de sangue – mas uma noção de primeiros socorros seria interessante termos, todos nós, né?

10. Como funciona a lei

Quais são, mesmo, seus direitos e deveres? Algumas escolas exploram o bê-a-bá da cidadania, expondo isso de forma vaga. Mas poderíamos também aprender, mais especificamente, sobre situações que podem até não parecer, mas que podem ser consideradas um crime. As leis têm consequências reais, e seria legal aprendermos na escola um pouco mais sobre elas.

 
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s