O discurso de Temer no Dia da Mulher foi sexista e um desastre

De acordo com ele, é apenas função da mulher a criação dos filhos.

Michel Temer fez um discurso desastroso e extremamente sexista nesta quarta-feira, 08, em Brasília. Durante evento em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, data para lembrar da importância da luta das mulheres, entre outros absurdos, o presidente atribuiu apenas às mães a responsabilidade de educação dos filhos.

Leia Mais: Dia Internacional da Mulher: não me dê flores nesse 8 de março

“Tenho convicção do quanto a mulher, pela minha criação, pela Marcela, faz pela casa, pelo lar, pelos filhos. Se a sociedade vai bem, se os filhos crescem, é porque tiveram adequada formação em suas casas e, seguramente, quem faz isso não é o homem, é a mulher”, disse ele.

Leia Mais: 11 mentiras batidas sobre feminismo que precisam parar de ser repetidas

Segundo o presidente, a representação feminina no setor econômico fica restrita ao ambiente das compras. “Na economia, também a mulher tem grande participação. Ninguém é mais capaz de indicar os desajustes de preço no supermercado do que a mulher. Ninguém é capaz de melhor detectar as flutuações econômicas do que a mulher, pelo orçamento doméstico”, afirmou.

Acompanhado da primeira-dama, Marcela Temer, que discursou por cerca de dois minutos, o peemedebista, ao citar dados econômicos recentes, também disse que as mulheres ~finalmente~ vão poder trabalhar fora, mas sem deixar a casa de lado, óbvio. “Hoje, graças a Deus, as mulheres têm possibilidade de empregabilidade que não tinha no ano passado. Com a queda da inflação, dos juros, significa que também, além de cuidar dos afazeres domésticos, elas terão um caminho cada vez mais longo para o emprego”. 

Mercado de Trabalho

Michel Temer mostrou, também, uma total falta de sensibilidade e desconhecimento das diferenças de gênero no mercado de trabalho. De acordo com ele, atualmente, homens e mulheres estão igualmente empregados, mas com algumas restrições. Para justificar, a fala absurda citou o número de líderes femininas nas empresas. O que não é verdade.

Leia Mais: Descubra quanto você ganharia se fosse um homem

Segundo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU), elas ganham, em média, cerca de de 27% menos que os homens nas mesmas posições. Se a mulher for negra, então, recebe 40% menos do que um homem branco, por exemplo. Além disso, só 37% dos cargos em níveis de gerência são ocupados por elas. Equidade salarial? Só daqui 170 anos, como afirmou o recente Relatório Anual de Desigualdade Global de Gênero 2016, divulgado pelo Fórum Econômico Mundial.

Representatividade

Temer afirmou que mulheres ainda são tratadas “como figura de segundo grau em outras partes do mundo, mas elas deveriam ocupar o primeiro grau”. Ele também citou a grande ~presença feminina~ no Congresso Nacional, o que, infelizmente, também não procede.

Dos 513 deputados, apenas 55 são mulheres. No Senado, dos 81 senadores, 12 são mulheres. Vale lembrar, também, que inicialmente NENHUMA mulher foi indicada para compor a equipe ministerial do Governo. Atualmente Grace Maria Fernandes Mendonça, na Advocacia Geral da União (AGU), é a única ministra em atividade.

Precisamos mais do que nunca do feminismo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s