Parada do Orgulho LGBT é reprimida com violência na Turquia

É o terceiro ano consecutivo que Istambul proíbe o evento

Neste domingo (25), policiais lançaram bombas de gás lacrimogêneo e atiraram balas de borracha contra participantes da Parada do Orgulho LGBT. Eles estavam nas imediações da Praça Taksim, em Istambul, na Turquia.

Segundo o grupo que organizou o evento, algumas pessoas foram detidas e obrigadas a ouvir trechos do Alcorão dentro do carro da Polícia. “Mas não estamos assustados. Não vamos recuar e nem nos render. Estamos aqui de novo e vamos mostrar que estamos lutando pelo nosso orgulho”, ressaltou o texto.

A Parada foi proibida em Istambul com o argumento de que traria riscos à segurança dos turistas. “Como resultado da nossa avaliação, considerando a ordem pública e a segurança dos turistas que estão na região para passear, bem como a de nossos cidadãos, especialmente os participantes, não se autoriza a marcha, nem reuniões no dia da comemoração, nem antes, nem depois”, diz uma nota oficial do governo.

Na cidade, o evento aconteceu pela última vez em 2014, quando reuniu milhares de pessoas. Na ocasião, foi considerada uma das maiores Paradas em um país muçulmano, mas foi proibida pelas autoridades nos anos seguintes.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s