Praias brasileiras com mar cristalino, bons preços e muito sossego

Se você procura por praias ainda pouco frequentadas por turistas, deve conhecer São Miguel dos Milagres (AL), Icaraí de Amontada (CE) ou Santo André (BA)

Praia do Toque
Foto: Luis Morais

 

SÃO MIGUEL DOS MILAGRES

 

São Miguel dos Milagres (AL) é uma vila de pescadores, cortada por uma rua principal e cercada de povoados. Cada um deles tem a sua praia (uma mais linda que a outra), enorme concentração de coqueiros e pousadas charmosas. Em toda a orla, o mar é verde clarinho, morno e sem ondas, com os recifes característicos da região, chamada Costa dos Corais. Quando a maré atinge seu nível mais baixo, então, é uma festa: dá para andar quilômetros mar adentro e ver peixinhos nas piscinas naturais. Como o lugar não recebe excursões de Maceió (apesar da proximidade com a capital), tem o litoral mais preservado da região.

Chegar lá é outro presente: saindo de Maceió (a 106 km) pela AL-101, os primeiros 50 km compõem um dos trechos rodoviários mais bonitos do país, com praias e coqueirais.

ONDE FICAR 

Pousada Origami
Bem em frente, uma piscina natural da Praia de Porto da Rua. E no terreno da pousada, várias árvores frutíferas em meio aos chalés. Tem sinal grátis de internet wi-fi – uma raridade na cidade – e, vez ou outra, oficina de origami para os hóspedes. Tel. (82) 9963-2223, www.pousadaorigami.com.br.

Pousada Riacho dos Milagres
Em frente à bela Praia do Riacho, a pousada exibe vários ambientes com vista privilegiada para o mar – a piscina é um deles, aliás. As acomodações não são muito amplas, mas contam com equipamentos como DVD, ar-condicionado silencioso e frigobar. Tel. (82) 3295-1206, www.riachodosmilagres.com.br.

Pousada do Sonho
Todas as manhãs, você tem o privilégio de tomar o café da manhã numa sala com vista escancarada para o mar. Nos quartos, comodidades como TV de tela plana, DVD e ar-condicionado silencioso. Tel. (82) 9910-9221, www.pousadadosonhoalagoas.com.

ONDE COMER
 
Chez Domi
R. Luís Ferreira Dorta (Tatuamunha), 7 km, tel. (82) 3298-6200. 11h/21h.
No alto de um morro, tem vista privilegiada para a Praia de Tatuamunha. Entre as receitas de tom mediterrâneo do chef francês Dominique Barreteau, uma das dicas é a posta de peixe cozida no azeite com limão e molho de alcaparras.

Luna Bar
R. Ana Marinho Braga (Porto da Rua), 5 km, tel. (82) 3295-1579. 5ª/dom 10h/0h.
Mix de bar e restaurante, é um dos poucos lugares que funcionam à noite na região. Na beira do mar, você pode beber uma caipirinha enquanto aguarda comidinhas com acento mexicano, a exemplo da boa quesadilla recheada de camarões frescos.

O QUE VER 

Praia Patacho
Mar claro, mil coqueiros e absoluto sossego já renderiam diversão suficiente. Mas Patacho tem muito mais. Se a maré atinge seu nível mais baixo, haja fôlego – os recifes ficam ainda mais à mostra, assim como longos e largos trechos de areia. Caminha-se quilômetros “mar” adentro, e mal dá pra acreditar que dali a poucos instantes aquele exato lugar será novamente ocupado pela água. Parece magia (e é, de certa forma). A maré “seca” também dá outro presente: pequenas lagoas rasas e mornas, tão convidativas que é impossível ignorar o ímpeto infantil de esticar o corpo em alguma delas e sentir-se, finalmente, em modo off. Acesso: É preciso pegar uma estradinha que avança pelo meio de um coqueiral até chegar à orla deserta. Não há indicação na pista, mas uma boa dica para quem vem do Centro de São Miguel dos Milagres é virar à direita logo após passar por uma praça com uma estátua do Padre Cícero (com chuva, o acesso fica intransitável). A praia pertence ao município de Porto de Pedras e fica a 10 km de São Miguel.

Santuário do peixe-boi marinho
Há pouquíssimos lugares no país onde você pode ver de perto o mamífero ameaçado de extinção (existem somente 500 na costa brasileira). Você aprende tudo sobre eles durante o passeio pelo Rio Tatuamunha guiado por Caravéia, líder da Associação de Condutores de Turismo e Observação do Peixe-boi Marinho (Aamea). Uma trilha a pé que atravessa um manguezal leva ao ponto de partida dos barcos. Em meia hora, chega-se até o local onde ficam os peixes. São animais dóceis como golfinhos, que se aproximam naturalmente dos visitantes, colocando as nadadeiras sob o barco e posando para fotos. O passeio dura cerca de uma hora e custa R$ 30*. R. Luís Ferreira Dorta (em frente ao colégio Carlos Procópio II), tel. 9615-6191, Tatuamunha (mun. Porto de Pedras). 7h/17h.

Passeio de jangada até as piscinas naturais
É o passeio mais procurado de São Miguel dos Milagres. Quando a maré baixa, jangadas motorizadas levam a piscinas naturais com tons em verde-água e azul-turquesa. Boa notícia: aqui, ao contrário de Maragogi, elas não lotam de gente. Como a água é cristalina, os visitantes costumam mergulhar de snorkel próximo aos recifes. Peça nas pousadas a indicação de um jangadeiro. R$ 20*.

*Preços pesquisados em Dezembro de 2010.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s