Runas: confira as previsões para 2017

Work, work, work: segundo as pedrinhas de Odin, 2017 será um ano de muito trabalho! A boa notícia é que PROSPERIDADE vai ser a palavra de ordem do ano.

Parece mentira, mas 2016 está prestes a acabar! E tem muita gente que não vai sentir nenhuma falta desse fatídico ano. Aí, chega o momento de se preparar para o que nos aguarda em 2017, né? E místicas que somos, a gente sabe que previsões nunca são demais. Veja bem: a ideia não é se pautar cegamente no que dizem os oráculos, mas qualquer ajuda é bem-vinda nessas horas.

Então, para quem não sabe, as runas são pedrinhas mágicas que remetem à cultura viking. Reza a lenda que o deus Odin foi o primeiro a encontrar as pedras, descobrindo seu poder profético. Então, ele resolveu estender esse conhecimento místico aos humanos, estabelecendo uma conexão entre deuses e homens. Cada runa tem um símbolo que corresponde ao alfabeto futhark e, ao serem jogadas, elas revelam respostas sobre o futuro.

Para saber sobre as previsões rúnicas para 2017, conversamos com o especialista Diego Pedroso, do portal Personare. Confira aqui o que as pedrinhas preveem para o o próximo ano.

2017 será regido pela runa Fehu, que é a primeira do futhark

Isso significa que esse promete ser um ano de abertura de caminhos, ideal para se iniciar todos os projetos que estão apenas no papel e colocá-los em prática. “Além disso, Fehu carrega uma energia de prosperidade e ganho material intensa, nos levando a ter um ano de muitas conquistas materiais, desenvolvimento de uma nova relação com o dinheiro e uma compreensão maior de como ganhá-lo e usá-lo”, explica Diego. Ou seja: por conta da influência de Fehu durante todo o ano, 2017 será especialmente propício para o foco nas conquistas materiais e no crescimento profissional.

work

(Giphy)

Primeiro trimestre: planeje-se para mudanças no trabalho

Diego explica que as previsões rúnicas costumam se organizar em uma divisão trimestral e que cada estação do ano reserva previsões particulares. Janeiro, fevereiro e março, serão duplamente influenciados por Fehu – essa é a runa do ano e a do primeiro trimestre também. É a época de refletir sobre dinheiro e sobre as mudanças no mercado, segundo o especialista.

“As empresas irão, de maneira geral, entrar em uma etapa de transformação de conceitos para poder sobreviver [à crise] e avançar com o grande fluxo de prosperidade deste ano. Esteja pronta para acompanhar este processo que vai se iniciar, ou ficará para trás”. 

Segundo trimestre: foco e força de vontade

“O segundo trimestre de 2017 terá, juntamente com a influencia anual de Fehu, a regência de Uruz, a runa do trabalho, da garra, da determinação e do foco”. Dito isso, se o primeiro trimestre pede reflexão e análise, o segundo deve ser destinado a colocar a mão na massa!

“Será uma época de batalhar, de fazer valer o suor no seu projeto profissional, o retorno dele será grandioso, mas aparecerá muito trabalho e caberá a você reconhecê-lo, buscá-lo e trabalhar dia a dia sem se deixar influenciar por opiniões contrárias ou pelo desânimo. O quanto você se esforçar nestes três meses irá repercutir muito no que será colhido em 2018”, frisa o especialista.

A junção de Fehu e Uruz também promete uma época de boa saúde, disposição e prosperidade constante – o que irá nutrir sua capacidade profissional. É realmente o momento para manter o foco e não deixar a peteca cair.

Terceiro trimestre: conflitos profissionais à vista

Durante julho, agosto e setembro entra em ação a influência de Thurissaz – a runa do poderoso martelo de Thor. “Neste momento o mundo estará em confronto, haverá um fechamento de posições políticas e, consequentemente, o sistema financeiro mundial entrará em um novo momento conturbado, em que as pessoas acreditarão na força bruta, na imposição de seus interesses e na destruição moral dos concorrentes”.

Diego aconselha que as pessoas não se deixem influenciar pelo clima de competitividade desleal e, ao invés disso, o ideal é seguir dando continuidade ao trabalho iniciado no trimestre anterior. É o momento de reafirmar valores e também de ter cautela ao confiar nas pessoas. “Não se permita atacar os outros como forma de defesa”, ressalta.

Seguindo esse caminho, a junção de Thurissaz com Fehu irá trazer capacidade de proteção nos negócios, bem como o fechamento de grandes contratos e/ou a consolidação das suas capacidades profissionais.

thor

(Giphy)

Quarto trimestre: comunicação em alta

O último trimestre de 2017 terá a regência de Ansuz – a runa do manto de Odin, o pai dos deuses Asgardianos. “Ela simboliza a comunicação, principalmente pela fala”. Diego aponta que esse é o momento ideal para correr atrás de novos contatos comerciais e fazer com que o seu trabalho seja conhecido. Também é o momento de resolver desentendimentos passados e de iniciar projetos coletivos.

“É aconselhável, nesta época, que você ouça pessoas mais experientes e tire suas próprias conclusões sobre a sua vida e seus negócios, expondo o que o seu coração sente”. O especialista prevê que a junção de Ansuz e Fehu criará um clima propício para que o mundo todo esteja focado no diálogo e na resolução de problemas alusivos à crise.

Mas e o que as runas tem a dizer sobre o amor em 2017?

O ano de 2017 não é um ano marcado por nenhuma runa de amor. Porém, existe uma energia propícia para inícios [em geral] no primeiro trimestre”, aponta Diego. Ele ressalta que janeiro, fevereiro e março serão meses ideais para conhecer novas pessoas.

O segundo e o terceiro trimestres, porém, serão conturbados no campo dos relacionamentos. “Nessa época, o conselho das runas é de se dedicar ao trabalho e tomar muito cuidado para não ser agressivo com o seu amor. Tanto Uruz como Thurissaz representam trabalho, determinação desmedida, batalha, guerra, e até mesmo a impressão de que uma pessoa que está na sua vida para cuidar de você, pode acabar te machucando e até afastando você da vida amorosa”. 

Enquanto o segundo e o terceiro semestre pedem cautela com os assuntos do coração, os três últimos meses vão trazer facilidade de comunicação e de resolução dos conflitos. “É uma época indicada para conhecer mais profundamente os parceiros amorosos e mesmo os novos amores. Há grandes chances de que um relacionamento iniciado nessa época dure por muito tempo, pois a comunicação entre o casal tende a ser sincera e profunda desde o início”. 

notebook-gif

(Giphy)

E sobre as relações familiares?

Da mesma forma que no amor, a metade de 2017 será um momento delicado para as relações familiares. O grande conselho de Diego é que as pessoas tenham maturidade emocional para dar foco ao trabalho sem que as relações de afeto sejam negligenciadas.

O cuidado precisa ser redobrado no terceiro trimestre, de julho até setembro, em que as energias mais agressivas de Thurissas podem levar as pessoas a se ofenderem e criarem feridas profundas nas relações familiares. É importante se resguardar nestes meses”. 

E, por fim, como já foi dito antes, o último trimestre de 2017 será propício para o diálogo e isso se estende também aos laços familiares. Até mesmo conflitos antigos poderão ser resolvidos nesse período, o que é sempre uma boa notícia.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s