Pular para o conteúdo principal

PUBLICADO EM

29/10/2014

ATUALIZADO EM

29/10/2014

Como lidar com os filhos da geração Z

Aprenda a lidar com os filhos entre 12 a 19 anos. Prepare-se para elevar a relação de vocês a um novo patamar de proximidade, compreensão e respeito
Como lidar com os filhos da geração Z
Daniela Folloni e Rita Trevisan

A geração Z já nasceu imersa na tecnologia
Foto: Getty Images

 


Primeiro foi a geração X, depois a Y, agora a Z. Será que essa sopa de letras traduz a complexidade dos nossos filhos? Especialistas garantem que sim. A geração Z é multitarefa. É rápida. Transita em alta velocidade por diversos interesses. Ouve música, fala ao celular, navega na internet... tudo ao mesmo tempo agora. Muda de opinião assim como troca o canal da TV (não por acaso, a letra Z vem do verbo zapear). E tem deixado pais de cabelos em pé.

Não é fácil penetrar no mundinho dessa turma que, segundo o estudo Gerações Y e Z: Juventude Digital, do Ibope Mídia de 2011, é composta de jovens entre 12 e 19 anos. Levantamos as experiências, os dilemas e as atitudes de algumas mães de adolescentes. E pedimos a um time de feras que apontasse os melhores caminhos para uma educação alinhada com as características desses jovens e com os valores que precisam ser transmitidos a eles.

Presas da frustração

"Confesso: sou do tipo superprotetora e, às vezes, exagero, fazendo tudo o que meu filho pede. Esse é o meu ponto fraco." Josy Pierretti, mãe de Lucas, 18 anos

"Costumamos oferecer facilidades aos filhos sem pedir nada em troca. Só que, em vez de ajudá-los, estamos criando jovens que não toleram a frustração e terão problemas na idade adulta, quando a vida naturalmente não poupa desafios", alerta Sidnei Oliveira, consultor especialista em gerações e autor do livro Geração Y: O Nascimento de uma Nova Versão de Líderes (Integrare Editora). É preciso deixar que sofram as consequências de seus erros para que possam amadurecer.

Muito mais informados

"Percebo que meu filho tem um senso crítico elevado. Quando falo de valores com ele, sou questionada. Meu filho acha tudo uma grande hipocrisia. Diz que passo muito tempo longe de casa, trabalhando, e não aproveito a vida. Isso não é, definitivamente, o que ele deseja para o próprio futuro." Magali Martins, mãe de Fábio, 15 anos

Aquela história de "faça o que eu digo, não faça o que eu faço" não surte efeito com essa geração. "Os jovens de hoje são extremamente bem informados e, portanto, muito questionadores", aponta Ana Barbieri, especialista em gerações. "Exigem coerência entre o discurso e as atitudes. Consideram autenticidade e transparência valores muito importantes", explica. Se você investir nessas qualidades, seu filho vai assimilar tudo o que deseja transmitir a ele. A geração Z se orienta pelas pessoas que admira.

Íntimos das redes sociais

"Minha filha sonha em ser cantora e diz que usa a internet para divulgar seu trabalho. Ela posta imagens e vídeos o tempo todo na rede. Já tive de intervir várias vezes dando palpites sobre o conteúdo que ela coloca no ar. Fico preocupadíssima, claro, e tento ensiná-la a preservar sua privacidade." Suely Maria de Rezende, mãe de Carolina, 18 anos

Essa geração já nasceu imersa na tecnologia. Comunica-se por meio das redes sociais, exibe-se na tela do computador e cultua incessantemente a própria imagem, fotografando-se e filmando-se. Afastar seu filho desse processo, além de ser impossível, não é recomendável. "Considero fundamental que ele desenvolva as habilidades referentes à tecnologia e que seu potencial inovador e criativo seja estimulado por meio delas", defende Oliveira. Mesmo as relações online devem ser vistas sem tanto preconceito. "É um erro acreditar que os relacionamentos que os jovens estabelecem pela internet são superficiais. Na rede, eles se expressam de maneira até mais espontânea e aberta do que pessoalmente", diz Luiz Algarra, estudioso das gerações, das redes sociais e presenciais. No lugar de limitar o acesso, a saída esperta é ajudar seu filho a construir uma visão crítica do conteúdo que recebe e posta no meio digital.

De filho para mãe

Você tem muito a ensinar ao seu filho Z, mas também a aprender. "Esses jovens foram educados com base em valores como o respeito à natureza e a importância de colaborar com o outro", diz o psicólogo Anderson Sant'Anna. Além disso, sabem lidar com a diferença. Por receber informações de todas as partes do mundo, têm como característica o multiculturalismo. Pesquisa da TNS Research International mostrou que em sites de relacionamento, como Orkut, MySpace, Facebook e Twitter, eles interagem com cerca de 288 pessoas, entre amigos ou seguidores, e têm contatos diferentes em termos de raça (62%), religião (55%), orientação sexual (29,5%), cultura (25,4%) e opinião política (24,7%).

Veja as características mais marcantes das outras gerações:

Baby Boomers (46 a 65 anos): Nos anos 1960 e 1970, romperam com a educação tradicionalista e encabeçaram movimentos pelo amor livre e pela emancipação das mulheres. São idealistas e ofereceram uma educação menos rígida aos seus filhos. Começaram a trabalhar cedo.

Geração X (30 a 45 anos): Nasceram quando a TV chegava à maioria dos lares brasileiros e se instaurava a cultura de consumo. Enfrentaram a recessão econômica e hoje procuram dar aos filhos o que não tiveram. São adeptos da educação baseada no diálogo.

Geração Y (20 a 29 anos): Conheceram a tecnologia cedo e são extremamente hábeis para operar as ferramentas digitais. Desfrutam das facilidades materiais e são apegados a seus bens. Buscam qualificação antes de entrar no mercado de trabalho e esperam retorno rápido desse investimento.

Alpha (até 11 anos): Já nasceram num mundo conectado em rede, o que certamente influenciará de maneira decisiva a formação deles.

Vote nas finalistas do 21º Prêmio CLAUDIA

Políticas Públicas

  • Heloísa Helena de Oliveira
    Heloísa Helena de Oliveira

    Monitora e argumenta com políticos para alterar projetos de lei que não favorecem os jovens do Brasil 

  • Maria Clara de Sena
    Maria Clara de Sena

    Única transexual no mundo no cargo de Mecanismo de Prevenção e Combate à Tortura, luta pelos direitos LGBTs 

  • Paula Johns
    Paula Johns

    Fundadora da Aliança de Controle do Tabagismo + Saúde, batalha para controlar o tabagismo  

Ciências

  • Adriana Melo
    Adriana Melo

    Especialista em medicina fetal comprovou a relação entre infecções por zika em e as malformações em bebês

  • Eliana Abdelhay
    Eliana Abdelhay

    Desenvolve pesquisas a fim de melhorar os prognósticos de doenças graves e agiliza o diagnóstico de câncer

  • Thelma Krug
    Thelma Krug

    Restringe o desmatamento nas florestas e emissão de poluentes, responsáveis pelas mudanças climáticas

Negócios

  • Cristina Junqueira
    Cristina Junqueira

    Criou o Nubank, cartão de crédito que pode ser administrado pelo celular, dispensa o banco e não tem anuidade

  • Mariana Alves Madureira
    Mariana Alves Madureira

    Trabalha para impulsionar o desenvolvimento econômico de lugares pobres estimulando o potencial turístico

  • Carla Renata Sarni
    Carla Renata Sarni

    Criou uma rede de consultórios que oferece tratamento odontológico a um custo acessível na periferia

Revelação

  • Alessandra Orofino
    Alessandra Orofino

    Esta à frente de uma ONG que conecta pessoas interessadas em solucionar problemas no Rio de Janeiro

  • Raquel Helen Santos Silva
    Raquel Helen Santos Silva

    Destaca-se por criar projetos de empoderamento e por conseguir apoio internacional para as causas feministas

  • Samantha Karpe e Letícia Camargo Padilha
    Samantha Karpe e Letícia Camargo Padilha

    Desenvolveram uma cobertura para ruas e estradas mais resistente, econômica e sustentável que a convencional

Trabalho Social

  • Marineide Silva
    Marineide Silva

    Criou uma ONG para ensinar corrida para mais de 500 crianças e adultos no bairro mais violento de São Paulo

  • Brigitte Louchez
    Brigitte Louchez

    Está à frente de uma ONG que luta para combater a exploração sexual de crianças e jovens em Fortaleza, no Ceará

  • Mônica Azzariti
    Mônica Azzariti

    A fonoaudióloga prepara policiais para que resolvam ocorrências nas favelas sem violência, evitando conflitos

Cultura

  • Anna Muylaert
    Anna Muylaert

    Diretora do filme Que Horas Ela Volta?, aqueceu a discussão sobre a exploração do trabalho doméstico no Brasil

  • Mari Corrêa
    Mari Corrêa

    Realiza oficinas de cinema em aldeias do Xingu e ensina os índios a registrar sua cultura, história e hábitos

  • Panmela Castro
    Panmela Castro

    Imprime sua arte em murais e performances e oferece oficinas para prevenir a violência contra as mulheres 

Consultora NATURA Inspiradora

  • Juthay Nogueira
    Juthay Nogueira

    Promove ações para evitar que os jovens entrem para o tráfico de drogas, em uma comunidade de Belo Horizonte

  • Nilcimar Maria Silvestre dos Santos
    Nilcimar Maria Silvestre dos Santos

    Fundou uma associação que apoia vítimas de agressão doméstica e estimula o empreendedorismo 

  • Rozimere Santos Oliveira Souto
    Rozimere Santos Oliveira Souto

    Líder que organiza a produção agrícola e o empreendedorismo entre as mulheres, no Sertão da Paraíba

  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Globo emociona ao usar câmera subjetiva para mostrar olhar de Sant...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Treino poderoso de 20 minutos: seca as gordurinhas e pode ser feito...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Se a Miss Brasil deve ser a embaixadora da beleza brasileira, por q...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    13 vezes em que Titi, filha de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso, r...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    22 celebridades mostrando que dá para ser chiquérrima sem alisar ...