Como diminuir a queda de pelos do cachorro

Dicas de veterinários para você amenizar a perda de pelos do seu bicho

Como diminuir a queda de pelos do cachorro

Cachorros de pelagem curta geralmente têm mais queda do que cães com pelos compridos
Foto: Getty Images

A troca dos pelos mortos por novos é normal durante todo o ano e se intensifica na entrada do verão e do inverno, época em que acontece a troca de pelagem. Porém para cada raça de cachorro a queda de pelos é diferente. ”Cães de pelo curto geralmente soltam mais que cães de pelo comprido”, explica Camila Guernelli, veterinária do Pet Center Marginal.


Como diminuir a queda de pelos em cães


. Seu bicho precisa tomar sol
Os animais que vivem dentro de casa, sem muitas oportunidades de tomar um pouco de sol, podem ter queda de pelos em maior quantidade. O ideal é que o animal tenha um cantinho disponível com incidência de sol – pode ser um quintal ou um espaço na sacada do prédio (protegido contra quedas, ok?).

Mas tenha sempre bom senso. ”Em excesso, a exposição pode levá-los a desenvolver câncer de pele, principalmente nos animais que têm a pele despigmentada ou rosada”, afirma o veterinário Marcelo Quinzani, do Hospital Veterinário Pet Care, em São Paulo. ”Antes de sair para passear, aplique bloqueador no focinho, na barriga, nas orelhas e em outros locais onde a pelagem é mais escassa e utilize sempre fórmulas veterinárias”.

. Cuide da higiene do animal
De modo geral, recomenda-se dar banho nos cachorros a cada 15 dias. ”Cães com pelagem densa devem tomar banho com intervalo maior para evitar que o excesso de umidade cause doenças na pele”, ensina a médica veterinária Gisela Malagueta. Se o cachorro tiver pelo curto, escove-o uma vez por semana. Já os de pelagem longa devem ser penteados diariamente para distribuir a oleosidade natural da pele e ativar a circulação. Aproveite o momento para observar se ele tem pulgas ou carrapatos.

. Complemente as refeições
A ração seca de boa qualidade é a melhor forma de o animal receber todos os nutrientes na proporção adequada, o que pode não ocorrer com alimento caseiro, biscoitos e comida enlatada. Se o problema persistir, existem vitaminas para a pele que ajudam a reforçar os pelos e diminuem a queda, mas não há como evitá-la totalmente. ”Para ministrá-las ao seu mascote, é importante conversar com um veterinário”, ressalta Camila Guernelli.

. Fique dê olho nas doenças
Elas podem aumentar a queda de pelos. ”Quando houver coceira, falha na pelagem, descamação ou feridas, deve-se verificar a causa: pode ser alergia, parasitas, desequilíbrio hormonal ou seborreia”, diz a médica veterinária Gisela Wajsfeld Malagueta. Se este for o caso, leve seu animal imediatamente ao veterinário.

* Com conteúdo da CLAUDIA, SOUMAISEU e ANAMARIA.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s