A diferença entre jardim francês e jardim inglês

Conheça estilos francês e inglês de jardinagem e escolha o que tem mais a ver com você

Escrito por

Amanda Figueiredo

Atualizado em 23/09/2011 - 00:00 em

Claudia

um conteúdo de

A diferença entre jardim francês e jardim inglês
Amanda Figueiredo

A chegada da primavera é um excelente pretexto para quem quer investir em um lindo  jardim.  Dois dos estilos de jardinagem mais famosos - e charmosos - são o jardim francês e o inglês. Apesar de igualmente elegantes, os dois tipos são bem diferente quanto à técnica e também nas plantas cultivadas. A arquiteta e paisagista Erica Ochoa explica as particularidades de cada modelo e dá dicas para quem quer ter um em casa.
 

A diferença entre jardim francês e jardim inglês

Foto: Divulgação

Jardim francês
Segundo Erica, o jardim francês surgiu com o estilo renascentista do século XVII, época em que os jardins passaram a assumir o papel de complemento da arquitetura monumental, sempre usando acessórios como chafarizes, lagos, fontes, estatuas e pérgolas em sua estrutura. "Uma característica fundamental do jardim francês é a topiaria, que é a poda escultural das vegetações. As linhas retas, a simetria, a perspectiva e a organização também são alguns pontos fundamentais desse estilo", explica a paisagista.

Apesar do estilo francês ter como característica a monumentalidade, Erica acredita que o modelo pode ser adaptado para espaços pequenos. "Podemos usar algumas ideias dele, como simetria e toparia, e caracterizar uma pequena área como um jardim francês", garante.

Sugestões de plantas
Tuias, rosas e topiarias com buxinhos, viburnos ou murtas.*


 

Foto: Divulgação

Jardim inglês
Erica conta que o jardim inglês surgiu após o francês e derrubou os parâmetros do estilo renascentista. Seus jardins são mais românticos e não querem interferir na natureza, preservando a sinuosidade e o livre desenvolvimento das espécies. "Suas formas são livres e as espécies se desenvolvem naturalmente, sem podas, formando maciços coloridos com flores variadas ou grupos isolados de arvores ou arbustos, sem simetria ou ordem", diz Erica.

Sugestões de plantas
Qualquer espécie (não tropical) que possa se desenvolver naturalmente, sem podas, como árvores em geral, gerânios, jasmim, lavanda, margaridas e agapantos.*

*Pela grande diversidade de clima no Brasil, a paisagista sugere que se preste atenção na adaptação de cada espécie na hora de escolher as plantas e flores que vão compor o seu jardim.


Erica Ochoa - Arquitetura de paisagem

 

Confira fotos de belos jardins pelo mundo e se inspire

A diferença entre jardim francês e jardim inglês