nao

19 segredos para um casamento feliz

Especialista ensina os truques dos casais felizes para que você e seu marido curtam muitos momentos de alegria

Publicado em 28/07/2010

Roberta Cerasoli

Conteúdo ANAMARIA

Recém-casados juntos na praia

A intimidade é ótima para um maior companheirismo entre o casal. Mas cuidado: é preciso respeitar a privacidade do outro
Foto: Getty Images

Com a ajuda da terapeuta de casais Nira Lopes Acquaviva, formulamos um teste com 19 questões para você avaliar o seu casamento. Descubra se você e seu marido estão no caminho certo para uma relação longa e feliz! 


Instruções:

Chame o seu marido e responda ''A'' ou ''B'' para cada questão. Logo abaixo das alternativas, você encontra a opinião da especialista. Utilizem este espaço para conversar sobre a relação e boa sorte!


1. Dinheiro
Início de casamento e pouco dinheiro. O que fazer?

A. Continuar morando com os pais de um deles para juntar dinheiro.

B. Ter sua casa e economizar, fazendo alguns sacrifícios, claro!

Especialista: no início do casamento, o casal precisa formar sua individualidade. Com os pais por perto, isso fica mais difícil.


2. Vida social
Um é caseiro. O outro, não. E agora?

A. Os dois devem fazer os programas sempre juntos.

B. O que quer sair, deve ir sozinho. Sem faltar com o respeito ao outro.

Especialista: o casal deve achar um meio-termo. Se um dos dois sai sempre arrastado, vai se anular. E, se o outro quer sempre passear sozinho, é sinal de que não está conseguindo se divertir com o companheiro. O ideal é cada um ceder um pouquinho e tentar se divertir, na rua ou em casa.


3. Desemprego
Em casa, só o homem trabalha e foi demitido. O que fazer?

A. O casal deve se unir. A mulher não deve culpar o marido.

B. A mulher deve procurar um emprego para ter como ajudar o marido.

Especialista: é bom que a mulher tenha um suporte financeiro. Depender financeiramente um do outro não é fácil.


4. Primeiro filho
Nasceu o primogênito. Por mais felizes que se sintam, alguns pais ficam com ciúme. Como agir?

A. Devem falar muito sobre o assunto.

B. Basta dar um tempo, que melhora.

Especialista: nos primeiros meses, a mãe e o bebê se bastam. Depois, a mulher deve abrir espaço para o marido, pedindo que participe dos afazeres e das alegrias do pequeno.


5. Rebeldia dos filhos
As crianças cresceram. Agora, começam a recusar ordens e aprontar fora de casa. Como agir?

A. Os pais devem se envolver de maneira igual nesses problemas.

B. Um dos pais deve exercer a função de bonzinho e o outro, de mal.

Especialista: ter o bom e o mal não é saudável! Na frente dos filhos, os pais devem respeitar as ordens um do outro. E colocar limites.


6. Disputa profissional
A mulher ganha mais do que o marido e ele não aceita isso. Como agir?

A. Nunca falem de dinheiro. A mulher não deve jogar isso na cara do marido.

B. Falem sobre dinheiro. Mas não durante as brigas. Ela deve tentar estimulá-lo.

Especialista: todo casal tem que falar de dinheiro, mas sem jogar nada na cara. Devem falar sobre as despesas e perspectivas para o futuro somente.


7. Traição
Um dos dois tem um deslize e trai o companheiro. O que fazer?

A. Conta o que aconteceu e pede perdão.

B. Esconde o que aconteceu e nega para sempre essa traição.

Especialista: é preciso lidar com isso e falar sobre a traição.


8. Infidelidade perdoada
O traído perdoa, mas não esquece. Como agir?

A. Pedindo um tempo no casamento.

B. Levando em conta as coisas maravilhosas do parceiro.

Especialista: deve conversar até esgotar o assunto.


9. Excesso de intimidade
Juntos há anos, não há mais mistério entre vocês. O que fazer?

A. Nada de ir ao banheiro de porta aberta e ficar fedorento em casa.

B. Relaxar! Não é preciso mistério quando o amor é verdadeiro.

Especialista: a intimidade é ótima para um maior companheirismo, mas é preciso limite. Cada um deve respeitar a privacidade do outro.


10. Ciúme exagerado
Um dos dois é ciumento. Vasculha as coisas do parceiro, as ligações do celular. Tudo! Como agir?

A. O ciumento deve se controlar.

B. Procurar ajuda psicológica se o grau do ciúme estiver insuportável.

Especialista: a confiança é um item básico para que o casamento dê certo. Se o ciúme é sem razão e não acaba nunca, é realmente preciso procurar ajuda de um profissional.


11. Despedida dos filhos
Os filhos cresceram e saíram de casa. O lugar ficou vazio. Como reagir?

A. Fazendo uma viagem para se acostumar de novo a estar somente um com o outro.

B. Indo morar perto dos filhos.

Especialista: vocês devem passar a se dedicar mais ainda um ao outro. E deixar os filhos viverem suas vidas.


12. Menopausa
O humor oscila e a líbido da mulher diminui. Como agir?

A. Insistindo para que a relação continue quente como antes.

B. Respeitando o tempo dela. Não é hora de cobrança.

Especialista: respeitando o tempo da mulher, mas fazendo uma suave pressão.


13. Morte
A morte de alguém da família é sempre preocupante. Como agir?

A. Estando ao lado da pessoa que sofreu essa perda o máximo de tempo possível.

B. Participando apenas do que lhe é solicitado.

Especialista: ficando junto com a pessoa o maior tempo possível. A menos que ela sinalize que quer ficar sozinha. Aí, sim, sua vontade deve ser respeitada.


14. Sexo esfriou
O casal está transando apenas uma vez por mês - ou até menos. O que fazer?

A. Aceitar. Em casamentos longos, é natural que o desejo diminua.

B. Lutar para recuperar o desejo, inclusive investindo em fantasias ou brinquedos eróticos.

Especialista: cada casal tem a sua fórmula. Mas sem se acomodar.


15. Desrespeito
O desrespeito mútuo está inaceitável. O que fazer?

a. Separar-se por algum tempo e refletir sobre a relação.

b. Continuar vivendo junto apesar das agressões verbais exageradas.

Especialista: violência é terrível. Devem procurar um profissional.


16. Rotina
O casal caiu na armadilha da rotina. Qual a melhor atitude?

A. Aceitar como algo normal.

B. Fazer pelo menos dois programas diferentes por semana.

Especialista: a rotina não é ruim.É gostoso pensar que vai ver seu parceiro quando chegar em casa. Mude detalhes e já fará diferença.


17. Ressentimentos
Nas discussões, uma das partes sempre relembra mágoas antigas. O que fazer?

A. Entender que a pessoa precisa elaborar melhor essas mágoas.

B. Proibir que os conflitos do passado sejam usados em discussões atuais.

Especialista: o passado não pode invadir o presente.


18. Família
Um dos membros do casal não se dá bem com os parentes do outro. Como lidar com essa situação?

A. Fazendo com que as partes em conflito convivam o mínimo possível.

B. É preciso se manter sempre próximo da família do cônjuge, apesar dos conflitos.

Especialista: não é possível romper com a família do cônjuge. Estabelecer limites é mais prudente.


19. Vida em função dos filhos
O casal só pensa nos filhos. Deixa de lado a busca de felicidade no casamento e a própria realização pessoal em função deles. Como agir?

A. É natural que os pais desejem a felicidade dos filhos acima da deles próprios.

B. Esforçar-se em tirar a atenção dos filhos e voltar-se para si próprios.

Especialista: é ideal trabalhar, amar os filhos, o parceiro e você mesma.

Comentários

Os comentários são pessoais e não refletem a opinião do MdeMulher.

yara das neves - bom o meu casamento esta cada vez pior ele nao me escuta so ele tem direito so ele fala financeramente estamos ruim mas quando gostamos dinheiro nao e problema - 03/05/2013 16:47:21

Ronaldo - Bom eu tenho 18 Anos estou passando por uma faze dificil. algumas coisas relacionadas com esses 19 segredos. Nos so temos 2 Anos 1 mes e 6 dias. Mais eu corndor que esse segredo s¿o Basicos em uma relacionamento. - 10/04/2013 00:01:36

Clarissa - Essas questões são corriqueiras no casamento.Levando em consideração que existem muitos mais pessoas sensatas do que insensatas no mundo, concluo que essas questões são obvias.O que nós, mulheres, queremos saber é como lidar com situações que no início são isoladas e que depois acabam se tornando "normais" como o marido não divide mais as coisas pessoais dele conosco, preferem guardar.Como agir quando ele não ri mais com você especificamente, quando ele dá mais atenção ao trabalho do que ao relacionamento, quando ainda faz tudo que a mãe manda, enfim, é isso. - 23/06/2012 17:15:16

Bobry - ¿ f¿cil receber conselhos, o dif¿cil ¿ pratic¿-los. Vejas as hist¿rias que eu conto no meu blog http://porquecontinuamoscasadas.blogspot.com/ - 18/01/2011 12:20:33

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.