(none)

Como falar de sexo com os filhos

7 dicas para se sair bem ao conversar sobre sexo, esse assunto tão delicado, com as crianças

Publicado em 14/04/2010

Lorena Verli

Conteúdo ANAMARIA
Foto: Getty Images

As crianças fazem muitas perguntas e podem querer saber a mesma coisa várias vezes. Não fique frustrada ou brava
Foto: Getty Images

Imagine a cena: você está vendo a novela e seu filho solta a frase: ''Mãe, de onde vêm os bebês?''. Não vale engasgar, fingir que não ouviu ou brigar com ele. Responda!

''Quando não damos informações claras sobre sexo, jogamos crianças despreparadas em um mundo cheio de riscos'', diz a educadora sexual americana Logan Levkoff, autora do livro ''Como Falar de Sexo Com Seus Filhos'' (ed. Gente).

Educação de berço 

Por mais que você queira fugir desse assunto, a educação sexual deve iniciar assim que a criança nasce. ''Se você ainda não começou a falar de sexo com seus filhos, a TV começou'', afirma Logan. Veja as dicas abaixo para se sair bem ao falar de sexo com as crianças.

7 dicas para falar sobre sexo com seus filhos sem traumas e com muito amor

1. Mantenha a calma
É normal ficar ansiosa ou nervosa. Você não é a primeira mãe a sentir isso - e não será a última. Em vez de tentar escapar da pergunta, tente colocar na própria cabeça o quanto é importante para seu filho ter uma resposta.

2. Responda apenas o que for perguntado
Não se sinta obrigada a dar muitos detalhes. E entenda o que seu filho quer saber. Ao perguntar de onde vem, por exemplo, ele pode apenas querer saber se veio de outra cidade, como algum coleguinha da escola. Por isso, antes de responder, descubra o que ele sabe e o que está tentando descobrir.

3. Tem hora certa pra falar de sexo?
Sim. Às vezes, a criança faz uma pergunta num local ou num momento inadequado. Não é preciso responder na hora. Mas garanta a ele que vai responder depois. As crianças também não gostam de falar de sexo a qualquer hora e na frente de qualquer um. Não tenha medo de perguntar ao seu filho como ele se sente mais confortável.

4. Não se preocupe se não souber a resposta
É impossível saber tudo. Em vez de disfarçar, chame seu filho para procurar a resposta com você. Se o assunto não for adequado para a idade dele, diga que a dúvida é boa e que vai pesquisar. Não o faça pensar que a pergunta é errada ou boba.

5. Seja paciente
As crianças fazem muitas perguntas e podem querer saber a mesma coisa várias vezes. Não fique frustrada ou brava: dê a resposta sempre que for necessário. Quando uma pergunta se repete, é sinal de que a criança está confusa sobre o assunto.

6. Dê a entender que você sabe o que está falando
Tudo que você se recusa a falar fica na cabeça dos seus filhos, tanto quanto aquilo que é dito. Se você demonstrar-se pouco à vontade, seus filhos vão perceber e saberão que essa é uma maneira eficaz de incomodar você. Então, mostre-se confiante na hora de falar sobre esse assunto.

7. Não faça suposições
Não importa se seus filhos são pequenos ou crescidos: eles farão perguntas sobre sexo. Isso não significa que estão fazendo alguma coisa ou que tenham interesse em fazer. É simplesmente uma pergunta. Se você já tirar suas conclusões e começar a fazer sermão, eles não irão mais procurar você para obter informações ou conselhos.

Livros que ajudam a abordar o tema

Para seus filhos
. Adolescente: Um Bate-papo Sobre Sexo, Marcos Ribeiro (ed. Moderna), R$29,90

. Sexo & Cia. - As Dúvidas Mais Comuns (e As Mais Estranhas) que Rolam na Adolescência, Jairo Bauer (ed. Publifolha), R$ 27,90


Para você

. Como Falar de Sexo Com Seus Filhos, Logan Levkoff (ed. Gente), R$ 39,90

. 500 Perguntas Sobre Sexo do Adolescente, Laura Muller (ed. Objetiva), R$ 34,90

. Conversando Com o Adolescente Sobre Sexo: Quem Vai Responder?, Gerson Lopes e Mônica Maia (ed. Autêntica), R$ 29


* Preços pesquisados em janeiro de 2009.

Comentários

Os comentários são pessoais e não refletem a opinião do MdeMulher.

H1PAWL juxlyrdlblwh, [url=http://nnfowolbhokl.com/]nnfowolbhokl[/url], [link=http://otjpipbrlvat.com/]otjpipbrlvat[/link], http://ffcuugdzwtsu.com/ - 28/05/2010 14:03:13

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.