Educar é dar limites

A família do Zeca, da novela Caminho das Índias, é um exemplo da fragilidade dos pais para disciplinar e formar cidadãos com ética e caráter

Publicado em 08/04/2009

Conteúdo ANAMARIA
Educar é dar limites

Zeca age de forma inaceitável , mas conta
com a falta de pulso dos pais
Foto: Divulgação

Dá um embrulho no estômago ver como Cesar (Antonio Calloni) e Ilana (Ana Bea-triz Nogueira) tratam Zeca (Duda Nagle) em Caminho das Índias, não dá? Sabe por quê? É que pais como eles não existem só nas novelas. Todos os dias, aparecem nos jornais casos de adolescentes que surram empregadas domésticas, se envolvem com tráfico de drogas ou passam trotes em faculdades até machucar os colegas. E pior: muitos pais defendem esses jovens.

"Eles geram os pit bulls. Ninguém pode respeitar o semelhante se não aprender quais são os próprios limites. Isso inclui respeitar os próprios pais", afirma a pesquisadora e mestre em educação, Tania Zagury, autora de vários livros sobre o assunto.

A decepção faz bem

Antonio Calloni, que interpreta o polêmico Cesar, faz questão de dizer que age de uma maneira bem diferente com o filho, Pedro, de 14 anos. "Conversamos sobre tudo, mas quando digo não ele entende."

E se não entender? "Paciência. Ficar frustrado faz parte da vida. E os pais não precisam ter medo de deixar os filhos se decepcionarem", completa Calloni. Afinal, as crianças e adolescentes de hoje são os homens do amanhã.

Disciplinar não é bater

A famosa palmadinha pode não adiantar na hora de impor limites. É o que Tania Zagury explica no livro Limites sem Trauma (ed. Record). "Quem bate dá uma verdadeira aula de falta de limites próprios e até de covardia", escreve Tania. E pior: depois, quando se acalmam, os pais acabam se sentindo culpados e afrouxam os limites de novo.  "Zeca criou uma visão deturpada da realidade - ele pode tudo. Quando ele se voltar contra os pais, será difícil controlar" , diz  Tanya Zagury, educadora.

3 frases absurdas de Cesar

"Se não entrar naquele colégio na moral, vai entrar por força de uma liminar, mas entra"

Quando Zeca é suspenso por atirar um estojo na professora


"Pobre tem duas manias chatas, meu filho: fazer aniversário todo ano e comer todo dia"

Referindo-se ao rapaz que tinha sido atingido com uma lata por Zeca na rua


"Ameaçam pôr um jovem na cadeia por causa de uma brincadeira besta: amassar uma lixeira. Grande coisa!"

Quando Zeca foi preso por vandalismo e agressão a um jovem

O passo-a-passo para dizer NÃO

Lute

Muitas vezes, ouvir um não vai fazer a criança ou o jovem brigar, xingar. Fique pronta para essa luta, com convicção de que vale a pena.

Acredite

É importante ter certeza de que esse não é para o bem do seu filho.

Seja coerente

As pessoas envolvidas na criação do pequeno devem agir da mesma maneira, respeitando uns aos outros.

Dialogue

Explique as consequências do que seu filho quer fazer.

Execute

Depois de tudo, a criança continua teimando? Está na hora de aplicar uma punição. Não precisa ser nada terrível, mas adequado ao erro e à idade da criança.

Comentários

Os comentários são pessoais e não refletem a opinião do MdeMulher.

mariza coutinho de farias - adorei as dicas, trabalho com crianças e adolescentes e é crescente o numero de pais que nao sabem o que fazer com sus filhos.... - 04/05/2009 17:31:11

taciana carvalho correa de oliveira couto - acho importante as matérias sobre comportamento e relacionamento de pais e filhos,tenho dois filhos e cada dia vejo como educar é muito complexo. - 23/04/2009 18:28:58

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.