O que fazer quando sua filha contar que já transou

Descobrir que sua filha já experimentou o sexo não é o fim do mundo. Veja o que fazer e mostre a ela que você é uma mãe companheira em todas as horas

Atualizado em 11/05/2011

Fernanda Cury

Conteúdo ANAMARIA
Mãe com filhas

Pais temem que as filhas peguem doenças, sejam abusadas ou engravidem
Foto: Getty Images

 

É supercomum que o início da vida sexual de nossas filhas nos deixe preocupadas. Nessas horas, passa tudo pela cabeça da mãe: dá medo de que elas peguem doenças venéreas, que sejam abusadas ou até que tenham uma gravidez precoce. De acordo com o terapeuta familiar Ildo Rosa da Fonseca, o mais importante é manter o respeito e jamais agir de maneira agressiva. "Mantenha um diálogo aberto, sem fazer acusações ou ofensas", sugere o especialista. Confira as nossas dicas:

Descobriu que sua filha não é mais virgem?

Chame-a para um papo sério - e acolhedor: se ela contou que perdeu a virgindade, é porque confia em você. Pergunte como ela se sentiu, se foi bom, e se o casal usou preservativo.

Não critique: tenha uma conversa acolhedora, diga que a partir de agora ela é uma mulher e deve se comportar como tal. "Seja firme, mas use um tom carinhoso. Adolescentes aprendem os ensinamentos se forem transmitidos com afeto", diz o terapeuta familiar Ildo Rosa da Fonseca.

Respeite-a: se ela não quiser contar detalhes, não force a barra, mas diga que você gostaria de acompanhá-la na primeira consulta ao ginecologista.

Ela ainda não experimentou o sexo, mas está quase?

Fortaleça o amor próprio dela: elogie e dê afeto, quando ela crescer, saberá que merece ser tratada com carinho e não cometerá o erro de dormir com qualquer um.

Apoie e entenda: se sua filha quer transar, não a proíba. Ela deverá assumir as conseqüências do ato sexual, mas o ideal é poder contar com você. Lembre-se: o valor de uma mulher não está em seu hímen! O que ela precisa é saber se respeitar e saber exigir respeito do parceiro, não importa quão grande seja seu desejo.

Evite cobranças: frases como "eu confiei em você" e "achei que você fosse responsável" só geram culpa na adolescente. Isso acaba distanciando ainda mais os filhos dos pais.

Mãe conversando com filha

Respeite sua filha: se ela não quiser contar detalhes, não force a barra
Foto: Getty Images

 

Como reagir quando ela contar que já transou?

Não condene: nunca critique, por exemplo, a filha de uma amiga por ter perdido a virgindade. Sua filha perceberá que você é contra e vai esconder o que está acontecendo com ela.

Seja confiável: jamais mexa nos pertences da sua filha, atrás de provas da primeira transa, como camisinha ou pílula anticoncepcional.

Pegue leve: ainda que você não goste do namorado da sua filha, mantenha o respeito tanto por ele quanto por ela. Quando a adolescente sente que os pais podem até não concordar com a opinião dela, mas a respeitam, ela tende a escutar e aceitar melhor os conselhos da família. Essa postura, aliás, serve para abordar outros assuntos polêmicos.

Sou mãe de menino, o que devo dizer?

A orientação é a mesma: dê conforto, carinho, compreensão e converse sem julgá-lo, pois ele pode estar se sentindo angustiado, inseguro e preocupado com seu desempenho. Não se esqueça de alertá-lo também sobre o uso do preservativo.
 

Comentários

Os comentários são pessoais e não refletem a opinião do MdeMulher.

<b>Rosangela</b> - Bom Laura Ferreira, eu como mãe so posso te falar uma coisa chame a sua mãe para uma conversa, so vcs duas será muito bom - 11/02/2014 11:26:22

<b>Laura Ferreira</b> - minha mae pegou eu transando com meu namorado, esta muito triste comigo msm , ela nao dormiu em casa Ela tbm ñ conversa , nunca explico nada sobre sexo , aprendii tudo com minhas amigas , e estou me sentindo um lixo tenho 15 anos meu namorado tem 17 , nois temos 1 ano e 1 mes de namoro , e eu preciso de um conselho obrigada - 07/02/2012 00:17:26

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.