nao

Por que as crianças estão engordando?

A obesidade atinge uma em cada três crianças no Brasil. Oferecer uma alimentação equilibrada desde cedo é a melhor tática para seu filho crescer saudável

Publicado em 13/06/2012

Reportagem: Roberta Cerasoli - Edição: MdeMulher

Conteúdo ANAMARIA

Evite oferecer doces e alimentos gordurosos para os pequenos
Foto: Getty Images

Olha essas bochechas, essas coxas! Pois é, ter um filho gordinho pode ser motivo de orgulho, mas o saudável mesmo é que ele mantenha o peso ideal para sua altura e idade. Porém, não é isso o que vemos acontecer... Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), uma em cada três crianças com idade entre 5 e 9 anos está acima do peso no Brasil.

Para a criançada crescer sem excesso de gordura no organismo, é preciso ficar de olho na sua alimentação. “Em geral, a criança obesa vem de uma família que não pratica nenhum esporte ou que tem uma alimentação mais pesada”, afirma Daniela Paes Perez, psicóloga e terapeuta de família.

5 dicas para ajudar seu filho a perder peso*

1. Não fale o tempo todo sobre o peso da criança: isso aumenta muito a ansiedade e diminui a capacidade dela de se controlar na hora de comer.

2. Mude seus hábitos também: os pais têm que mudar verdadeiramente seus hábitos e não só cobrar isso dos filhos. Dar exemplo vale mais que falar.

3. Não reclame: a família deve adotar hábitos bons (como caminhar no parque) sem fazer disso um sacrifício.

4. Redobre os cuidados nos finais de semana: é ruim manter uma alimentação regrada durante toda a semana e liberar geral no fim de semana. Se houver equilíbrio, a criança pode comer sempre de tudo (e sempre em porções menores!).

5. Espante a preguiça! Os exercícios ajudam e, para crianças, há várias formas divertidas de ginástica, como aulas de circo, esportes de equipe, dança, ginástica olímpica...

Seja uma aliada na luta contra a obesidade infantil

· Só ofereça alimentação saudável ao seu filho. Tenha sempre frutas em casa, e legumes e verduras à mesa.

· Incentive seu filho a fazer esporte.

· Não permita que ele pule refeições ao longo do dia. Assim, ele não vai exagerar na hora de sentar e comer.

· Crie opções saudáveis para o lanche da escola, incluindo pão integral, queijo branco e frutas de que ele goste.

· Estimule a criança a beber água ao longo do dia. Criança esquece disso!


Fonte: Daniela paes perez, psicóloga e terapeuta familiar


 

Comentários

Os comentários são pessoais e não refletem a opinião do MdeMulher.

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.