11 celebridades que tiveram infâncias muito tristes

Da pobreza extrema à violência física e sexual, diversas celebridades têm histórias de vida bem trágicas :'(

Quando a gente vê essa galera fazendo sucesso e muito dinheiro, nem imagina o sofrimento pelo qual eles passaram. Pobreza, fome, violência, mortes trágicas na família e até estupro… a história de vida de certas celebridades é absurdamente triste. Felizmente, eles deram a volta por cima e hoje são exemplos de superação.

Conheça aqui algumas dessas histórias:

Oprah Winfrey

(Dimitrios Kambouris/Getty Images)

Ela nasceu em uma família muito pobre e apanhava com frequência na infância. Aos 9, foi estuprada pela primeira vez e isso viria a se repetir outras tantas vezes. Os agressores sempre eram parentes e pessoas próximas à família. Engravidou aos 14, mas o bebê nasceu prematuro e faleceu. Por causa disso, ela passou a morar com seu pai e conseguiu reerguer-se.

Viola Davis

(Frazer Harrison/Getty Images)

A atriz nasceu em uma família bem pobre e inclusive passou fome. Na infância, Viola chegou a revirar latas de lixo e roubar para ter o que comer. Desde os 8 anos queria ser atriz, pois brincar de atuar fazia com ela se distraísse da triste realidade em que vivia.

Veja mais: 38 fatos para conhecer melhor a incrível Viola Davis

Zezé Di Camargo e Luciano

(Zezé Di Camargo & Luciano/Divulgação)

Vivendo no interior de Goiás, a família da dupla era muito pobre. Foi quando Zezé (que se chama Mirosmar) e o irmão Emival começaram a cantar como a dupla infantil Camargo e Camarguinho. Emival morreu ainda criança, em um acidente na estrada e parecia que o sonho ia acabar ali. Só décadas mais tarde, Zezé acabou unindo-se ao irmão Luciano (Welson).

Maitê Proença

(@eumaiteproenca/Instagram)

Aos 12 anos, a mãe da atriz foi assassinada por seu pai, quando ele descobriu que estava sendo traído. No julgamento, Maitê depôs à favor do pai e, por conta disso, foi rechaçada pela família. Aos 16, engravidou e resolveu fazer um aborto.

Veja mais: 20 celebridades brasileiras que abortaram e falaram sobre isso

Charlize Theron

(Carlos Alvarez/Getty Images)

O pai dela era alcoólatra e muito violento. Quando a atriz tinha 15 anos, ele a atacou e ameaçou matá-la. Desesperada, sua mãe acabou dando um tiro no marido e o matou – e isso foi presenciado por Charlize. Hoje, ela diz que tem orgulho da mãe e que sua história de vida serve como inspiração para interpretar personagens fortes.

Simone e Simaria

(@simoneesimaria/Instagram)

As duas foram criadas em meio à pobreza do garimpo de pedras preciosas, no interior do Nordeste. O lugar era muito violento e assassinatos eram corriqueiros. Na época em que Simaria estava prestes a completar 11 anos, o pai delas faleceu de um mal súbito. Ele foi enterrado como indigente e, até hoje, a dupla tenta encontrar seu corpo, para que possam realizar um funeral.

Veja mais: Já parou para pensar no que dizem as músicas sertanejas?

Ray Charles

(Hulton Archive/Getty Images)

Ele começou a perder a visão nos primeiros anos de vida e, aos 7, já não enxergava nada. A família era incrivelmente pobre, mas sua mãe fez de tudo para ensiná-lo que a deficiência não iria definir sua vida e que ele devia ser forte. A mãe morreu quando ele ainda era adolescente – assim como o pai – e não chegou a vê-lo fazendo sucesso.

Drew Barrymore

(Jamie McCarthy/Getty Images)

Aos 8 anos, depois de estourar em E.T. – O Extraterrestre, ela já frequentava festas e bebia. Seus pais eram alcoólatras e não se importavam com a vida boêmia da filha. Aos 10 anos, Drew já fumava maconha e aos 12 cheirava cocaína. Tentou suicidar-se aos 13 e foi internada numa clínica. Com 15, resolveu se emancipar dos pais.

Veja mais: Conheça a surpreendente história de superação de Drew Barrymore

Audrey Hepburn

(Hulton Archive/Getty Images)

A atriz nasceu na Bélgica e presenciou de perto os horrores da Segunda Guerra. Nessa época, passou fome e só sobreviveu graças à ajuda humanitária. Por conta disso, sofreu de desnutrição e a fragilidade de seu corpo impediu que ela seguisse o sonho de ser bailarina.

Veja mais: Pare de achar que Audrey Hepburn foi apenas a bonequinha de luxo

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s