Flora declara sua paixão secreta por Donatela

Como foi rejeitada, a psicopata transformou seu sentimento em ódio mortal

A vilã, Flora, confessa que sempre amou Donatela
Foto: Divulgação/ Rede Globo

Nos últimos capítulos de A Favorita, que terminará dia 16, Flora (Patrícia Pillar) estará completamente louca. E seu comportamento deixará claro o real motivo de sua fúria e perseguição eterna com relação a Donatela (Claudia Raia). Na verdade, o que sempre uniu a bandida à sua maior vítima foi um amor doentio que, a partir da rejeição no passado, se transformou no ódio que todo o público acompanhou nos últimos meses.

Revelação nos mínimos detalhes

Essa bombástica revelação é confirmada a partir do momento em que Donatela decide procurar Flora no rancho. Numa estratégia de ataque e vingança, a foragida convence Flora de que, realmente, foi injusta com ela a vida inteira e que agora precisa da proteção dela para sobreviver. Totalmente desequilibrada, a víbora acredita na proposta de amizade de Donatela e passa a tratá-la com extremo carinho em tempo integral dentro da mansão, para espanto de Silveirinha (Ary Fontoura) e Dodi (Murilo Benício). Num determinado instante, Flora chega a declarar à antiga parceira de dupla: “Eu te amo e a gente nunca mais vai se afastar. Nem por homem nem por dinheiro, por nada nesse mundo”. Meda!!! Como prova desse amor cego e sem limites, Flora chega a matar Dodi, como você verá, em detalhes, a seguir.
 
O fato é que, aproveitando o estado de demência da psicopata, Donatela e Silveirinha armam uma cilada mirabolante para fazê-la confessar suas atrocidades e, finalmente, provar a inocência da ex-milionária. Dispostos a tudo nesse sentido, os dois dão a ideia de organizar o show de Faísca & Espoleta, 20 anos depois do fim da carreira, deixando Flora esfuziante. Isso, mesmo a doidona sabendo que ninguém estará na plateia assistindo as duas, já que Donatela não pode ser vista por ninguém.
 
Flora nem imagina, porém, que Donatela convoca todos os seus aliados para irem ao teatro na hora da tal apresentação. Minutos antes de subir ao palco, seguindo com seu plano para arrancar a confissão da inimiga e assim desmascará-la diante de todos, Donatela começa a provocar Flora, dizendo que sempre a detestou e que irá abandoná-la novamente. Flora, desesperada e implorando pelo amor e pela presença de Donatela eternamente junto dela, aponta uma arma para a outra, que a desafia a atirar.
 
Completamente fora de si, Flora dispara, sem saber que Donatela, prevenida, havia pedido a Silveirinha que substituísse as balas verdadeiras por outras, de festim. Donatela finge estar morta e Flora confessa seus crimes diante de todos. Depois, ao descobrir a jogada da outra, parte numa perseguição cruel a Donatela.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s