Pular para o conteúdo principal

PUBLICADO EM

29/10/2014

ATUALIZADO EM

29/10/2014

Betty Lago: "Estar atuando em Pecado Mortal é como um renascimento"

Depois de enfrentar um câncer de vesícula, a atriz celebra cada conquista e a volta ao trabalho em uma novela do autor e amigo Carlos Lombardi
Stella (Betty Lago) é mãe de dois filhos de Michelle (Luiz Guilherme), Otávio (Felipe Cardoso) e Marco Antonio (ator não escalado). Na época que se envolveu com o poderoso chefe do Morro do Pinguim era pobre e entregou-os para Donana (Jussara Freire) cria
Munir Chatack/Record

Betty Lago conta sua história de superação
Foto: AgNews

A vida da estrela Betty Lago, 58 anos, uma das protagonistas de Pecado Mortal, próxima novela da Record e que estreará no dia 25, anda uma correria só. Além da trama de Carlos Lombardi, autor de outros sucessos dos quais participou, como Quatro por Quatro (1994), Vira-Lata (1996), Uga Uga (2000), Kubanacan (2003), Bang Bang (2005) e Pé na Jaca (2006), a atriz apresenta o reality Detox do Amor, no canal GNT. Valeu a pena esperar por essa volta à TV. Corajosa e franca, a ex-modelo internacional, que descobriu ter um câncer na vesícula em fevereiro do ano passado, não escondeu o medo que teve, a tristeza pela perda dos cabelos após o tratamento (que, felizmente, deu certo), e como agiu ao se ver cara a cara com a morte.

Stella Nolasco, sua personagem em Pecado Mortal, é uma vilã?
Ela é uma viúva rica, que volta ao Brasil após anos para resgatar os dois filhos que lhe foram roubados na juventude. Parece que haverá um desdobramento e ela poderá vir a treinar meninas para a prostituição. Mas isso ainda não ficou claro.

Esse trabalho tem um significado especial por causa de sua recente luta contra o câncer?
Nossa, representa tanta coisa! O ano passado foi difícil... Tive de parar minha vida em função da doença e do tratamento. Estar atuando em Pecado Mortal é como um renascimento! Trabalhar com o Carlos Lombardi é muito representativo para mim. Existe um casamento, uma afinidade grande entre nós.

Como lidou com a situação imposta pela doença?
Não existe outra palavra a não ser tempo. Você toma um medicamento e espera. Passa mal e espera. Cai o cabelo, sobrancelha, fica horrenda e espera. O câncer é uma doença complicada, que afeta sua família, os amigos e, no meu caso, que trabalho com o público, envolveu todos os que gostam de mim. Andaram escrevendo que fiquei à beira da morte e isso nunca aconteceu. Aliás, à beira da morte, estamos todos os dias. É comum você acordar com notícias de que alguém foi atropelado, morreu de repente, se matou. Recentemente, fiquei chocada com a morte do músico Champignon, por exemplo.

Nesses momentos de transformações radicais, sempre pensamos: por que comigo? Agora que você superou o câncer, o que isso lhe ensinou?
Superar é uma palavra complicada. Superei aquela fase. Mas tenho que continuar tomando remédios, fazendo muitos exames, monitorando a doença. Não gosto de usar a palavra superar porque nada é definitivo. Mas nunca questionei o motivo de estar passando por aquilo. Somos seres humanos vulneráveis. Mas aprendi a ter mais paciência, a não ser tão imediatista quanto eu era. A gente briga por tantas coisas desnecessárias... Depois de um câncer, a vida se torna simples como sempre deveria ser. Hoje me preocupo com o que realmente importa. Estou amando fazer a novela, amando fazer o programa do GNT. Fico o tempo todo ocupada, trabalhando muito e feliz, porque o que mais gosto de fazer é trabalhar.

De onde tirou forças para enfrentar o tratamento?
Ia muito ao Lar de Frei Luiz (centro kardecista, no Rio, que realiza tratamentos espirituais). Lá tive muito acalanto. Busquei lugares que pudessem me dar uma luz, pois me sentia perdida. Nessa casa espírita, conheci mulheres lindíssimas que enfrentavam a doença... A maioria com lenço na cabeça. Eu ia de chapéu, não quis usar peruca.

A perda do cabelo a incomodou?
Achei que não me importaria, mas incomodou, sim. Fiquei com uma penugem... Eu parecia um pintinho, muito magra, aquela magreza que não é saudável. A quimioterapia é muito pesada. Tem uma hora que você entrega a Deus mesmo! Faz o que pode para se tratar, mas sabe que viver ou morrer não depende de você.

Seu filho a ajudou muito, não é? Seu cachorro também...
É verdade! Eles me ajudaram muito (risos). Meu cachorro, Bruno, um golden retriever de 12 anos, e meu filho, Bernardo (Lago Conde, de 34 anos). Não vá confundir os nomes pelo amor de Deus (gargalhadas)! O meu cachorro agora está cardíaco. Falo para ele: Bruno, uma com câncer e outro cardíaco, assim fica esquisito, não dá! Mas estou cuidando dele. Já o Bernardo se mudou para minha casa quando descobri a doença. Assim que recebi a notícia, meu corpo todo tremeu, não conseguia nem chorar.

As especulações sobre seu estado de saúde a perturbaram?
Não. Só achei feio se valerem da saúde de uma pessoa com câncer para especular.

Está namorando?
Ainda não tenho tempo, mas vou namorar muito com certeza (risos)!

Vote nas finalistas do 21º Prêmio CLAUDIA

Ciências

  • Adriana Melo
    Adriana Melo

    Especialista em medicina fetal comprovou a relação entre infecções por zika em e as malformações em bebês

  • Eliana Abdelhay
    Eliana Abdelhay

    Desenvolve pesquisas a fim de melhorar os prognósticos de doenças graves e agiliza o diagnóstico de câncer

  • Thelma Krug
    Thelma Krug

    Restringe o desmatamento nas florestas e emissão de poluentes, responsáveis pelas mudanças climáticas

Revelação

  • Alessandra Orofino
    Alessandra Orofino

    Esta à frente de uma ONG que conecta pessoas interessadas em solucionar problemas no Rio de Janeiro

  • Raquel Helen Santos Silva
    Raquel Helen Santos Silva

    Destaca-se por criar projetos de empoderamento e por conseguir apoio internacional para as causas feministas

  • Samantha Karpe e Letícia Camargo Padilha
    Samantha Karpe e Letícia Camargo Padilha

    Desenvolveram uma cobertura para ruas e estradas mais resistente, econômica e sustentável que a convencional

Trabalho Social

  • Marineide Silva
    Marineide Silva

    Criou uma ONG para ensinar corrida para mais de 500 crianças e adultos no bairro mais violento de São Paulo

  • Brigitte Louchez
    Brigitte Louchez

    Está à frente de uma ONG que luta para combater a exploração sexual de crianças e jovens em Fortaleza, no Ceará

  • Mônica Azzariti
    Mônica Azzariti

    A fonoaudióloga prepara policiais para que resolvam ocorrências nas favelas sem violência, evitando conflitos

Cultura

  • Anna Muylaert
    Anna Muylaert

    Diretora do filme Que Horas Ela Volta?, aqueceu a discussão sobre a exploração do trabalho doméstico no Brasil

  • Mari Corrêa
    Mari Corrêa

    Realiza oficinas de cinema em aldeias do Xingu e ensina os índios a registrar sua cultura, história e hábitos

  • Panmela Castro
    Panmela Castro

    Imprime sua arte em murais e performances e oferece oficinas para prevenir a violência contra as mulheres 

Consultora NATURA Inspiradora

  • Juthay Nogueira
    Juthay Nogueira

    Promove ações para evitar que os jovens entrem para o tráfico de drogas, em uma comunidade de Belo Horizonte

  • Nilcimar Maria Silvestre dos Santos
    Nilcimar Maria Silvestre dos Santos

    Fundou uma associação que apoia vítimas de agressão doméstica e estimula o empreendedorismo 

  • Rozimere Santos Oliveira Souto
    Rozimere Santos Oliveira Souto

    Líder que organiza a produção agrícola e o empreendedorismo entre as mulheres, no Sertão da Paraíba

Negócios

  • Cristina Junqueira
    Cristina Junqueira

    Criou o Nubank, cartão de crédito que pode ser administrado pelo celular, dispensa o banco e não tem anuidade

  • Mariana Alves Madureira
    Mariana Alves Madureira

    Trabalha para impulsionar o desenvolvimento econômico de lugares pobres estimulando o potencial turístico

  • Carla Renata Sarni
    Carla Renata Sarni

    Criou uma rede de consultórios que oferece tratamento odontológico a um custo acessível na periferia

Políticas Públicas

  • Heloísa Helena de Oliveira
    Heloísa Helena de Oliveira

    Monitora e argumenta com políticos para alterar projetos de lei que não favorecem os jovens do Brasil 

  • Maria Clara de Sena
    Maria Clara de Sena

    Única transexual no mundo no cargo de Mecanismo de Prevenção e Combate à Tortura, luta pelos direitos LGBTs 

  • Paula Johns
    Paula Johns

    Fundadora da Aliança de Controle do Tabagismo + Saúde, batalha para controlar o tabagismo  

#ESTAMOSJUNTAS

  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Globo emociona ao usar câmera subjetiva para mostrar olhar de Sant...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Treino poderoso de 20 minutos: seca as gordurinhas e pode ser feito...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Se a Miss Brasil deve ser a embaixadora da beleza brasileira, por q...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    13 vezes em que Titi, filha de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso, r...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    22 celebridades mostrando que dá para ser chiquérrima sem alisar ...