Os segredos de cozinha de Ana Paula Padrão

À frente do MasterChef, a jornalista e apresentadora também manda bem no fogão. Aqui ela revela suas dicas de cozinha, sua teoria de felicidade e como lida com os desafios de sua vida.

Quem lembra de Ana Paula Padrão na bancada de telejornais sérios fica surpresa ao vê-la no comando do reality show de culinária MasterChef, na Band. A apresentadora faz caras e bocas, é enérgica quando precisa dar uma bronca nos concorrentes, e doce quando um eliminado fica triste demais. Segundo ela, sua desenvoltura no programa tem aumentado a cada episódio e uma de suas características é ser múltipla e aceitar desafios numa boa. Aos 49 anos, ela também é dona da empresa Tempo de Mulher, que faz conteúdo para um portal, cursos on-line para mulheres, eventos e pesquisas, e da Touareg, de conteúdo corporativo em vídeos. E ainda consegue tempo para ir à praia, onde gosta de relaxar, e para cozinhar. Sim, esse é um de seus hobbies preferidos! Confira, na entrevista a seguir, seus segredinhos de culinária.

MasterChef

“A experiência de apresentar um programa gravado é nova para mim. Tudo que fiz foi ao vivo. Outra diferença é que eu não pude acompanhar a edição do programa, por falta de tempo mesmo. Gravávamos 12 horas por dia e, enquanto isso, havia uma outra equipe editando. Minha única referência para aprimorar meu trabalho no programa era a minha experiência e as minhas conversas com o diretor. Só comecei a ver quando foi ao ar. Mas consigo perceber a minha evolução desde o primeiro programa gravado até agora. E o MasterChef está causando reações. As pessoas vêm nas ruas e comentam comigo que acham o máximo”.

Envolvimento

“Fui à casa dos participantes e os conheci de perto. Os chefs não têm esse contato profundo e nem devem ter, para que possam avaliar os participantes só pelo prato que fizeram. Sofria nas eliminações. Mas eles passaram por muitas aulas e ganharam bagagem.”

Na cozinha

Divulgação

Divulgação

“Cozinhar é terapêutico para mim. Independentemente de ter ou não um dom, a comida pede que a gente respeite o tempo dela. Não dá para apressar o cozimento de uma carne, ou pedir que um prato fique pronto mais devagar. No tempo em que está cozinhando, só se pode pensar naquilo! E eu anotei muita coisa que aprendi com os chefs e estou usando agora. São detalhes técnicos que antes eu não entendia”.

Beleza e felicidade

Acho que se você é feliz e é coerente consigo mesma, fica melhor. Gente infeliz, que não faz o que quer, cria rugas

“Tenho meus cuidados normais com beleza, como usar creme para os olhos para o dia e para a noite, usar ácido no inverno… Mas eu acho que se você é feliz e é coerente consigo mesma, fica melhor. É comum que as mulheres atendam a família toda e deixem de se importar com o que as faz felizes. Se eu pudesse dar um conselho, seria: esqueça o outro e olhe mais para si. A gente tem que atender às próprias expectativas. Sinto orgulho de mim quando olho no espelho. Digo: ‘Que mulherão, hein? Foi lá e fez!’ A gente precisa achar o foco de si mesma. Não é legal se referenciar no outro o tempo inteiro. Você não é o que o outro quer. A gente perde isso porque atende demais as rotinas das pessoas que amamos. Tire uma hora do dia para você, para fazer o que gosta e verá que vai ficando mais bonita”.

Rotina

“Quando a gente manda na agenda, é mais fácil achar um tempo para si. Eu vou para as minhas empresas de manhã, encontro clientes, faço reuniões. Mas tenho a liberdade de cancelar a agenda de sexta-feira, por exemplo, e ir para a praia. Já fiquei uma semana na praia descansando!”

Segredinhos de Ana Paula para fazer carnes

  • Quando fizer uma carne na chapa ou na frigideira, não fique virando o tempo todo, nem apertando o bife. Dependendo do tamanho e da altura, deixe alguns minutos de cada lado sem mexer.
  • Ao contrário do que se diz, a carne pode ser temperada com sal e pimenta com antecedência. Não fica ressecada.
  • Tire a carne da geladeira algum tempo antes de cozinhar. A carne vermelha deve ser feita na temperatura ambiente para que fique suculenta.
  • Se for fazer a carne na chapa ou na frigideira, espere que ela esteja bastante quente antes de começar a cozinhar.
  • Quando a carne é feita na frigideira, seu suco tende a se concentrar no centro da peça. Por isso, depois de pronta, deve-se deixar que ela descanse por cerca de 10 minutos dentro de uma panela quente, mas com o fogo desligado para que o suco se expanda novamente e a peça fique suculenta por inteiro. Assim, o sangue não ficará concentrado no meio da carne. É o melhor segredo para que ela fique macia, mesmo que não seja uma carne de primeira.

Desafio

“É importante sentir que, depois de uma carreira inteira em uma área, consigo fazer outra coisa. Mesmo enquanto jornalista, eu passei por muitas coisas completamente distintas: apresentei jornal mais sério, fiz jornalismo leve ou pesado. Estive na TV de madrugada, cedo… Trabalhei na rua e no estúdio. Também sou empresária e agora estou fazendo um programa de entretenimento. Eu gosto de ter feito tanta coisa nova! Penso: será que vou conseguir? E enfrento. Minha coragem fala mais alto que o medo…”

Aprendi que sou múltipla, não consigo fazer uma coisa só para sempre.

Confira uma parte da trajetória da jornalista:

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s