Patrícia Abravanel: “Aprendi com meu pai que ninguém faz nada sozinho”

A estrela do programa, herdeira de Silvio Santos, nos mostrou como são as gravações de seu 'Máquina da Fama', enorme sucesso do SBT!

Quem vê o Máquina da Fama todas as segundas, às 22h, nem imagina o trabalho gigantesco que está por trás da atração. São cerca de 150 pessoas na produção, garantindo que tudo esteja perfeito para as gravações – que acontecem às quartas, no SBT, em Sampa.

E a apresentadora Patricia Abravanel não esconde a felicidade e nem o mérito da turma por trás da “máquina” que transforma todos – inclusive ela! – em estrelas da música. Até hoje foram mais de 50 programas exibidos (desde 2013), 500 shows, com homenagens para mais de 300 famosos e R$ 500 mil em prêmios. A cada edição, os vencedores levam R$5 mil; o segundo colocado R$ 3 mil e o terceiro, R$ 2 mil. Tudo isso com uma média de 6,1 pontos de audiência, considerado muito bom para o horário.

Os participantes passam por um preparo que pode ser de até um mês antes da grande apresentação na TV. O preparador de elenco Marcello Boffat é quem cuida de todo esse processo. “Muitas vezes, eles chegam aqui pensando em imitar algum ídolo. Mas, se parecem ou têm uma voz mais semelhante a de outro artista, nós damos essa assistência”, conta. Quando participantes moram em outros estados, os ensaios rolam, muitas vezes, pela internet.

Então, três dias antes das gravações, os candidatos chegam ao SBT, onde ensaiam coreografia e canto. Na hora de encarar o público, é Marcello quem acalma os concorrentes, dando dicas e apoio. Além disso, ele se envolve e sabe a história de cada um que está ali: “Alguns chegam aqui e são tão humildes que não sabem, por exemplo, que podem tomar o café da manhã do hotel”, diz, emocionado. “Depois, quando o programa vai ao ar, aquilo muitas vezes muda a vida da pessoa. É muito gratificante isso”, comenta Boffat.

Um desses casos foi o do rapper DZ6, que prestou uma homenagem ao saudoso Chorão, do Charlie Brown, em 2013. Agora, em 2015, ele foi convidado para interpretar o astro no musical Dias de Luta, Dias de Glória, em São Paulo, que conta a história da banda. “Aqui, não orientamos apenas no canto. Damos dicas de atuação e interpretação também. Tem todo um trabalho de postura, gestos…”, diz o preparador.

Recentemente, TITITI acompanhou as gravações da Máquina da Fama, ficou junto da plateia e conheceu os bastidores da atração que transforma todo mundo em estrela! Nesse dia, Patricia Abravanel se transformou em Jennifer Lopez, em uma superprodução que imitou a apresentação da popstar no American Idol, dos Estados Unidos. E, para variar, fez o maior sucesso! Além disso, entre uma tomada e outra, batemos um papo com Patricia, que faz questão de acompanhar tudo de perto e dar pitacos nos detalhes da atração. Quando não gosta de alguma coisa, brinca com o diretor, Michael Ukstin: “Vou fazer do meu jeito!” Ela revelou detalhes da relação com o pai, Silvio Santos, da maternidade e como descobriu que queria ir para frente das câmeras. Confira!

Fala um pouquinho sobre o Máquina pra gente?
Eu o acho incrível, lindo! Primeiro que, de certa forma, a gente realiza sonhos. Às vezes, é a primeira vez da pessoa em um palco, ou a primeira oportunidade de divulgar seu trabalho… E a gente faz um show de primeira, tem uma superprodução por trás! A Máquina passa informações, tem entretenimento, diverte quem está assistindo. Em uma hora, são 50 minutos de arte (no ar, sem comerciais) e essa é uma das coisas de que eu mais gosto no programa! Além disso, estou aprendendo muito. Pra mim é uma escola a cada gravação!

Como é comandar um produto desse nível?
É um desafio. Estou há quatro anos no ar. E esse tempo, na televisão, não é nada. Minha história é como filha. É de aprender com exemplos da família. Mas eu acho que estou melhorando (risos).

Roberta Borges

Roberta Borges

O que você traz do seu pai para o trabalho?
O carinho pelo público. Ele ensinou a gente a ter respeito e carinho com nosso telespectador, nossos colegas, com a plateia… Ele respeita muito o trabalho de cada um aqui. A Máquina é um trabalho mega em equipe e dou muito valor às pessoas que estão comigo. Quem tem de brilhar aqui é a Máquina, não eu. Não tem estrela nenhuma aqui. Quem brilha é a Máquina! E, para ela funcionar, tem várias pecinhas por trás, toda uma equipe unida. Sou apenas mais uma peça da engrenagem. Aprendi com meu pai que ninguém faz nada sozinho.

E o que acha que ele aprendeu com você?
Não sei o que aprendeu comigo… Mas que está muito feliz, ele está. Ele é um pai coruja!

E como é trabalhar com o Silvio Santos, como no Jogo dos Pontinhos, por exemplo?
É muito especial! Pra mim… sei que é uma ligação muito mais de coração, sabe? Eu o vejo tão feliz comigo que também quero alegrá-lo. Um programa é um investimento da empresa no apresentador, e ele acredita muito em mim. E eu valorizo muito essa oportunidade. Então, quero, de alguma forma, mostrar minha gratidão fazendo o meu melhor. Nem sempre sai, mas eu tento (risos).

Jogo dos Pontinhos com participação especial da @blogdaeliana !! Está muito divertido!! #programasilviosantos

A post shared by Patricia Abravanel (@patriciaabravanel) on

Como descobriu que queria ir para frente das câmeras?
A vontade sempre esteve dentro de mim. E deixei vir para fora quando parei de ligar para o que os outros iam pensar (sobre o fato de ser filha do maior apresentador do Brasil).

Hoje tem vários incríveis no #maquinadafama!!! As 23 hrs no #sbt! 🎤👯🎶

A post shared by Patricia Abravanel (@patriciaabravanel) on

Por quê? Você já sentiu que incomodava as pessoas?
Não. Acho que é tanto carinho que elas sentem por mim, que não fez diferença nada disso.

E como foi crescer em uma casa com tantas mulheres? (Patricia é a quarta filha de Silvio, pai também de Silvia, Cintia, Rebeca, Daniela e Renata)
O máximo! Hoje nós somos muito amigas. Digo que minhas únicas amigas, de verdade, são as minhas irmãs. A gente gosta das mesmas coisas, é muita unida, mesmo. Quando éramos pequenas, dividíamos as mesmas coisas. Hoje, a gente divide experiências. E se curte muito! Gostamos de estar juntas!

Como você é como mãe?
Eu não sou superprotetora com o Pedro (que está com 9 meses). Sou uma mãe tranquila, quero que meu filho seja forte, aprenda sozinho, sabe? E o deixo aprender sozinho, não fico em cima.

E o casamento com o deputado Fábio Faria, quando vai rolar?
Eu brinquei, um dia, que queria me casar em maio. E aí todo mundo começou a especular que ia acontecer agora (no mês passado). Mas esqueci (risos)! Não vou mais falar sobre isso, senão, daqui a pouco, começam a dizer que a gente está em crise (gargalhadas)!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s