Aos 41 anos, Murilo Benício comquistou o público - e Débora Falabella - com sua atuação em "Avenida Brasil", novela na qual interpretou o honesto pai de família Tufão
Foto: AgNews

Tufão põe Carminha para correr
Foto: TV Globo/Divulgação

Finalmente o pacífico e ingênuo Tufão (Murilo Benício) vai descobrir as mais cruéis traições que acontecem dentro de seu lar há mais de 10 anos. Pior: que elas partem de sua própria mulher, Carminha (Adriana Esteves), e do cunhado, Max (Marcello Novaes), os verdadeiros pais de Jorginho (Cauã Reymond). E, claro, a casa vai desabar. Como consequência, em cenas que deverão parar o Brasil diante da TV, ele botará o casal bandido no olho da rua e assumirá Nina (Débora Falabella) como sua nova mulher.

A verdade começará a vir à tona graças a Jorginho. Nos próximos capítulos, ele continuará tendo suas visões da infância ao lado dos pais ainda sem ver seus rostos. Um dia, com a ajuda de Débora (Nathalia Dill), o jogador volta à rua onde morava com a família biológica em busca de informações sobre seu passado misterioso. Até que encontra uma prostituta, que mostra fotos dele menino, quando se chamava Cristiano e exige R$ 10 mil em troca do segredo. Jorginho corre contar o ocorrido a mãe Lucinda (Vera Holtz) que, sem ele saber, previne Carminha.

A sempre atenta Nina fica sabendo da história ao mesmo tempo por intermédio de Nilo (José de Abreu). Revoltada, a chef procura a mãe do lixão e a acusa de ser uma traidora. Afinal, permitiu que Jorginho fosse criado por Carminha como filho adotivo. E ainda pergunta se a líder do aterro é a verdadeira mãe da bruxa, o que ela nega.

Quando Jorginho chega em casa pedindo dinheiro e apoio do pai para descobrir sua história, Carminha entra em surto e vai em segredo procurar a tal prostituta. E oferece mais dinheiro para que não relate o que sabe ao rapaz. Porém, a mulher não aceita, já que nutre ódio pela vilã, pois pagou por um crime que ela teria cometido, além de ter lhe roubado Max. Cheia de raiva, a meretriz ainda esbofeteia a megera e a bota para correr. Enlouquecida, Carminha implora para Max usar seu poder de sedução e dar uma grana altíssima à ex a fim de convencê-la a não relatar nada a Jorginho. O picareta faz isso e ainda transa com a dona.

Resultado: no dia seguinte, quando o jogador vai com Tufão à casa da prostituta, ela inventa que a mãe tinha câncer e o abandonou no lixão assim que ficou doente. Ela chega a dar o nome e a data da morte da mulher, assim como uma foto dela. Muito emocionado, Jorginho volta com o pai para sua residência e faz as pazes com Carminha, agradecendo-a por tê-lo tirado do lixão e até a chama de mãe. Enojada, Nina assiste a tudo aquilo sem nada poder fazer.

Mais tarde, às escondidas, Carminha vibra com Max por ter conseguido enganar o primogênito. O que ela não imagina é: ao chegar ao seu apartamento, Jorginho comenta com Débora que algo na história contada pela prostituta não se encaixa, pois lembra da mãe como uma mulher baixinha e de cabelo liso, diferente do retrato que lhe foi mostrado.

No dia seguinte, o atleta localiza o cemitério onde a suposta mãe está enterrada, no entanto, ao rezar sobre a lápide, descobre pelo retrato que ali está enterrada uma negra. Furioso, Jorginho garante à namorada que descobrirá a verdade a qualquer custo. E ela não tarda a vir à tona, porque Nina dá um jeito de fazer Tufão pegar Carminha e Max juntos e confirmar que Jorginho é filho dos dois traidores. O ex-craque não perdoa a loira e a bota para fora de casa junto com o amante. Mas não chora muito a traição. Apaixonado por Nina, o ídolo do futebol decide colocá-la no lugar de Carminha, que promete se vingar da empregadinha. Sobretudo porque é obrigada a pedir abrigo para Lucinda no lixão. Ela só não imagina que Nina está apenas começando sua vingança e mais chumbo grosso virá por ai.