nao

7 passos para uma barriga durinha

BOA FORMA esclarece algumas dúvidas sobre o assunto. Confira e conquiste o abdômen chapado dos seus sonhos.

Atualizado em 18/06/2014

Reportagem: Nádia Tamanaha - Edição: MdeMulher

Barriga dura

Um tira-dúvidas esperto que vai te ajudar a conquistar uma barriga firme
Foto: Thinkstock

Posso fazer abdominais todos os dias? Devo apostar também nos exercícios aeróbicos? Aparelhos para abdominal funcionam? Se essas e outras dúvidas já passaram pela sua cabeça durante a busca pela barriga chapada, acalme-se: BOA FORMA responde essas e outras perguntas e ajuda você a chegar lá!

1. Só fazer abdominais chapa a barriga?

Não, o ideal é apostar na combinação infalível entre abdominais e exercícios aeróbicos. “O que elimina a gordura é a queima de calorias e, ao fazer abdominais, o gasto calórico é baixo. Por isso, esse tipo de exercício serve apenas para fortalecer a musculatura e não para eliminar a barriga”, explica Fred Badarau, personal trainer de São Paulo. Esteira, transport e bicicleta são boas opções de atividades aeróbicas. No entanto, Alfredo Galebe, nutricionista de São Paulo, alerta que para chapar o abdômen é necessário investir também em uma alimentação balanceada e acertar na dose de atividades. “Exercícios em excesso fazem o corpo entrar em stress e, com isso, o corpo proíbe a saída de gordura, o que aumenta a retenção de líquido”, explica.
 

2. Posso fazer abdominais todos os dias?

Sim, se você tiver um bom preparo físico. Para começar, o ideal é fazer abdominais dois dias e descansar um. O professor de educação física José Rubens D´Elia, de São Paulo, sugere intercalar as variações do exercício a cada dia ou alternar abdominais com o trabalho dos outros grupos musculares. “Assim, você consegue realizar mais repetições.”
 

3. Centenas de repetições dão um resultado melhor?

Quando se trata de malhar abdômen, o importante não é apenas o número de repetições mas também o tipo de estímulo dado aos músculos. Realize movimentos que trabalhem músculos distintos (reto, oblíquos e transverso). Você pode investir em exercícios de isometria (prancha, por exemplo) em um dia e no outro apostar em movimentos com sobrecarga, para o corpo não se adaptar ao estímulo. Variar o número de séries e repetições, diminuir o tempo de intervalo entre os exercícios e modificar a amplitude dos movimentos também são boas saídas para deixar a barriga retinha. E atenção: um cardápio balanceado é essencial para conseguir um abdômen definido.
 

4. O que é melhor, fazer abdominal antes ou depois da caminhada?

O ideal é iniciar com o exercício localizado e depois partir para os aeróbicos. Quando você começa a se exercitar, o organismo utiliza como combustível o glicogênio, uma substância que é armazenada nos músculos. Ao terminar os abdominais e começar a caminhada, o estoque de glicogênio já estará baixo e o seu corpo precisará recorrer a uma outra fonte de energia, a gordura. Como o aeróbico exige mais energia e o organismo já vai começar a atividade queimando gordura, você vai emagrecer mais rápido do que se fizesse o contrário.
 

5. Como potencializar o treino tradicional de abdominal?

De acordo com Bianca Vilela, personal trainer de São Paulo, uma das melhores maneiras de turbinar o treino de abdominais é realizá-lo com sobrecarga. Caneleiras de 1 a 2 quilos são ótimas opções. Além disso, uma bola de pilates, pequena ou média, também pode ser usada para potencializar o seu treino de abdominais: segure-a entre os pés, eleve as pernas a um ângulo de 45 graus e mantenha a posição por 30 segundos. Repita o exercício 3 vezes.
 

6. Qual é o melhor exercício para acabar com a barriga abaixo do umbigo?

Deitada, de barriga para cima, posicione as duas mãos embaixo do quadril, servindo como apoio ao corpo. Estique as duas pernas para cima, formando um ângulo de 90 graus. Mantenha a posição por 30 segundos ou faça 20 repetições. Se você tiver dores na região lombar, pode adaptar o exercício: deitada, com a barriga para cima, flexione os joelhos em direção ao peito. Estenda as pernas de forma que os pés apontem para cima. Mantenha a posição por 30 segundos ou faça 20 repetições. Nos dois exercícios, você pode fazer de 3 a 6 séries de 20 repetições ou incrementar o treino realizando 3 séries de 20 repetições + 3 séries de 30 segundos.
 

7. Os aparelhos para abdominal funcionam?

Sim, desde que os exercícios sejam realizados de maneira correta e que você tenha disciplina para encaixá-los na agenda. Três séries de 20 repetições a cada dois dias, por exemplo, é um bom começo. Um truque pode ajudá-la a potencializar os resultados: na hora de elevar o tronco, concentre bem o movimento e fique na posição por 2 segundos - é a famosa isometria. Isso deixa a malhação ainda mais pesada. É bom também que o intervalo entre as séries não ultrapasse 1 minuto.
 
 

Comente