Sinais de que você está usando o número errado de sutiã

E a gente também conta como descobrir qual é o tamanho ideal para você!

Algumas mulheres já abriram mão do sutiã, mas ele ainda é querido e bastante importante para muitas pessoas. No entanto, é comum encontrar quem ainda não tenha conseguido descobrir quais são os ~segredinhos~ que devem ser levados em consideração na hora de escolher o tamanho da peça.

Para ajudar quem tem dificuldade nessa missão, conversamos com especialistas de renomadas marcas de lingerie. Elas nos contaram quais são os principais sinais que podem ser observados quando o tamanho do sutiã está incorreto e ainda revelaram como cada mulher pode descobrir qual é o seu número ideal. Vem ver!

Tem coisa errada aí!

Você está usando o número inadequado de sutiã quando ele está “pequeno demais, o que compromete o conforto e o visual; ou grande demais, o que gera insegurança e nenhuma sustentação”, explica Andrea Morales, diretora de estilo e produto da Loungerie.

“A grande função do sutiã é proporcionar o suporte adequado: se ele ficar muito apertado ou largo, perde a sua utilidade. Além disso, o ideal é encontrar o modelo perfeito para cada ocasião, já que a mulher tem que se sentir segura e confortável”, aponta Gaita Mello, diretora de estilo da Hope.

(Reprodução/Giphy)

Será que estou usando o sutiã certo?

Quando a peça está pequena demais, ela não dará cobertura suficiente nas laterais e nem no busto. Isso deixará visível a divisão entre o bojo e o seio, as laterais irão apertar e ressaltar as “gordurinhas das costas”, provavelmente aparecerão marcas de compressão no corpo e haverá uma sobra evidente dos seios nas cavas do sutiã.

Se você tiver os seios grandes e eles ficarem “sobrando” embaixo do bojo, fuja da peça! “Se isso acontecer, a modelagem está errada. Busque outro modelo ou marca, pois o sutiã em questão não foi construído corretamente para você”, indica Andrea. “Nesse caso, o mais recomendado é que ele tenha uma base, que pode ser em tecido ou até mesmo um cós em elástico revestido. Isso vai proporcionar maior sustentação e mais segurança”, ensina Gaita.

Além disso, “se você usa tamanho grande com modelo e alças erradas, corre o risco de ter marcas profundas nos ombros – e elas podem durar a vida toda!”, alerta Andrea. Segundo a especialista, na maior parte dos modelos, o ideal é que as laterais da peça e as alças formem um ângulo de 90°.

Quando o sutiã está muito grande, há uma sobra no bojo, a peça fica muito solta no tórax e acaba não estando no lugar certo quando a pessoa se movimenta. Então, o sutiã sobe e os seios ficam sem sustentação.

Como escolher o sutiã ideal?

No Brasil, existem marcas que criam lingeries sob medida e também aquelas com linhas de produtos que usam o tamanho do tórax e dos seios para definir o sutiã perfeito para cada mulher (como a Loungerie e a Hope, por exemplo).

Para medir o tórax, é preciso colocar a fita métrica, sem apertar, logo abaixo dos seios e do sutiã. Assim, você encontrará a numeração: 38, 44, 46, 52, etc.

Para saber a medida do tórax, basta posicionar a fita métrica (sem apertar, mas sendo firme) logo abaixo dos seios e do sutiã (Anetlanda/Thinkstock)

Depois, é observada a medida do busto, colocando a fita ao redor dos seios, passando pelas costas, na parte em que eles são maiores.

Então, é preciso observar a proporção entre as grandezas para saber qual é o tamanho ideal da taça do sutiã:

  • A: seios 1x menores que o tórax
  • B: seios e tórax proporcionais
  • C: 1x seios maiores que o tórax
  • D: 2x seios maiores que o tórax
  • DD: 3x seios maiores que o tórax

A combinação entre a numeração e a letra da taça dará o tamanho perfeito do seu sutiã. Demais, né?

A lingerie errada se torna visível na roupa, é desconfortável, limita os movimentos, não é capaz de sustentar os seios e nem de trazer confiança para quem a está usando. “Costumo ouvir relatos de consumidoras que contam ter mudado de vida depois de terem encontrado o sutiã ideal para elas. Na maior parte desses casos, fico sabendo sobre a melhoria radical na autoestima dessas mulheres”, comemora Andrea.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s