10 dicas poderosas para aumentar a autoestima

Aqueles momentos da vida em que parece que tudo vai mal são importantes: eles fazem a gente pensar em como precisamos mudar nossas atitudes.

Em meio à correria do dia a dia, é raro que paremos para cuidar de nós mesmas. Costuma ser quando a gente fica doente – ou então quando bate aquela badzinha – que a pausa na rotina é forçada, e aí você se vê obrigada a rever a forma como está agindo.

Cuidar de si mesma, dos seus pensamentos e das suas atitudes, no entanto, é algo que aumenta nossa autoestima e, consequentemente, ajuda a realizar todas as atividades da mesma correria do dia a dia com mais calma, clareza e, evidentemente, confiança. Separamos 10 dicas importantes para você começar a cuidar mais de si mesma – e para conseguir se amar cada dia mais e mais! 

1. Mantenha a postura retinha

postura2

(Reprodução/Giphy)

Um estudo conduzido pelas Universidades de Harvard e Columbia mostrou que apostar na força da linguagem corporal para simbolizar poder realmente afeta as decisões do nosso inconsciente. De acordo com a pesquisa, quem faz isso tem chances 45% maiores de se arriscar na vida e de experimentar!

2. Faça exercício físico

exercicio2

(Reprodução/Giphy)

Não precisa ser nenhuma musa fitness, não. Fazer exercícios físicos é imporante para liberar endorfinas no corpo – e isso também dá a sensação de cuidado. Na yoga, existem posições específicas para aumentar a autoconfiança, como as retroflexões, e também o equilíbrio emocional, como todas aquelas que fortalecem o abdômen.

3. Dê agradinhos a si mesmo

(Reprodução/Giphy)

Permita-se uns agradinhos de vez em quando. Nem que seja uma paçoca depois do almoço, aquela blusinha linda que você encontrou na promoção ou um almoço no quilo mais gostosinho das redondezas…

4. Imponha limites mais aceitáveis à sua autocrítica

(Reprodução/Giphy)

É óbvio que ser crítica consigo mesma é importante – caso contrário, as pessoas simplesmente sairiam por aí, inconsequentes, fazendo um monte de asneiras. Mas perfeito ninguém é. Vamos relaxar um pouco?

5. Faça pausas em meio às obrigações do cotidiano

(Reprodução/Giphy)

Desacelere para cuidar de si mesma: pode ser através do alongamento da coluna, a cada uma hora de trabalho; de uma caminhada silenciosa, depois do almoço; do preparo de um cházinho para acalmar o coração; de um sorvetinho especial naquele dia de sol ou da leitura diária, antes de dormir… 

6. Valorize-se

(Reprodução/Giphy)

Eu sou uma deusa, uma guerreira gloriosa

Toda noite, tente escrever três caracerísticas suas que, ao longo do dia, te ajudaram ou deixaram feliz. Pode parecer bobo, mas esse exercício ajuda a valorizar traços da sua personalidade que, ao longo do tempo, você simplesmente esquece e passa a achar “normais”.

7. Lide com os erros como parte da vida

(Reprodução/Giphy)

Errando II – Errando o ato de errar

Não fique se martirizando: errar é preciso. Como sempre disse a mãe da repórter que vos escreve, só erra quem tenta – e que bom que você está tentando. Tente perdoar e cuidar de si mesma da mesma forma como um pai ou mãe faz com seu filho. Quebrar a cara é importante também, porque é assim aprendemos – além de evitar que o problema se repita no futuro.

8. Pare de se comparar com as outras pessoas

(Reprodução/Giphy)

É mais fácil falar do que fazer (como a maioria dessas dicas), mas vale MUITO à pena tentar. Sentir-se diminuída ao se deparar com a beleza de outra mulher, por exemplo, não é legal, amiga. Cada um é bonito, interessante e feliz à sua própria maneira – e criar rankings imaginários de pessoas não vai te levar a lugar algum.

9. Saiba escolher suas companhias

(Reprodução/Giphy)

É saber escolher as pessoas com quem você passa o seu tempo – e, acima de tudo, o que compartilha com cada uma delas. Mais importante (e, bem, responsável) do que “seja você mesmo”, esse conselho deveria ser proferido com mais frequência: preste atenção e escolha direitinho as pessoas ao lado de quem você vai realmente agir de forma 100% espontânea.

10. Tenha certeza: é normal (e saudável!) se sentir triste, desanimada ou cansada às vezes

(Reprodução/Giphy)

Tudo machuca e eu estou morrendo

Faz parte da vida, mas cobrar de si mesma que tudo seja cor-de-rosa (ou pior: achar que você não tem o “direito” de se sentir para baixo) só vai tornar tudo mais difícil. Vai passar, miga. Todo mundo tem seus momentos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s