Botox combate a enxaqueca

A ciência descobriu que a aplicação de botox acaba com os sintomas da enxaqueca, a temida dor de cabeça crônica

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 22/06/2011 em

AnaMaria

um conteúdo de

Para a dermatologista Patrícia Rittes, a tática só é uma boa ideia quando, desde jovem, existem sinais de que em determinado local vão surgir rugas por movimentos repetitivos (na região da testa ou em torno dos olhos, por exemplo). Ela sugere começar a pa
Thinkstock

O botox foi aprovado pela Anvisa como tratamento para crises de dor de cabeça
Foto: Dreamstime

Na semana passada, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou uma novidade para quem sofre com a enxaqueca: aplicações de botox em algumas regiões da cabeça para diminuir os sintomas da doença.

"Também é importante dormir bem, manter o bom humor e fazer atividade física. Tudo isso funciona como um complemento do tratamento", afirma o neurologista Ariovaldo da Silva Jr., da Sociedade Brasileira de Cefaleia. Ele e o neurologista André Leite Gonçalves, da Faculdade de Medicina ABC, tiram suas dúvidas sobre o assunto.

Atenção

São consideradas vítimas de enxaqueca crônica pessoas que têm mais de 15 dias de dor de cabeça por mês, por mais de quatro horas por dia, durante três meses seguidos. Só nesses casos o tratamento é indicado.

O botox também ajuda em:

· Tratamento de problemas como estrabismo.
· Contrações da musculatura.
· Suor excessivo nos pés e nas mãos.
· Rigidez nos músculos causada por derrames.

Saiba tudo sobre o tratamento

Quanto custa o procedimento?
Ainda é caro. São necessárias duas ampolas (sai em média R$ 900* cada). Os médicos ainda cobram pelos serviços. Mas alguns planos de saúde já cobrem os custos e, em breve, a novidade deverá entrar no SUS.

Há contraindicações?
Alérgicos ao botox, pessoas com doenças nas junções musculares, gestantes e pessoas com infecções em qualquer parte do corpo devem evitar o tratamento.

Há efeitos colaterais?
Muitas aplicações seguidas podem alterar a musculatura. O paciente pode ter dor, alergia, e as pálpebras podem cair - mas tudo isso é reversível.

Como fazer?
No consultório e com o acompanhamento do neurologista. Em clínicas de estética, nem pensar!

Em quanto tempo se percebe o efeito?
As crises diminuem 15 dias depois das aplicações. O efeito pode durar até seis meses. Mas é preciso ficar claro que o tratamento não é uma promessa de cura para sempre.

Em que parte da cabeça o botox é aplicado?
Na testa, nas têmporas (entre o olho e a orelha), na nuca e na coluna cervical.

É preciso renovar?
Sim, a cada seis meses é preciso procurar o médico para renovar as aplicações.

*Preço pesquisado em junho/2011

Mais