Corrimento ou secreção natural? Entenda a diferença!

Conheça as principais diferenças existentes entre corrimento e secreção natural que aparece na calcinha e aprenda a realizar a higiene íntima corretamente

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 29/11/2011 em

AnaMaria

um conteúdo de

Corrimento ou secreção natural? Entenda a diferença!
Reportagem: Marina Lucchesi - Edição: MdeMulher

Não use duchas vaginais. Lave bem a vagina, mas apenas na área externa!
Foto: Getty Images

É normal não estar o tempo todo com a calcinha seca. Mas fique atenta. Segundo a ginecologista Lorena Magalhães, mudanças na cor ou no cheiro da secreção vaginal ou dores podem ser sinal de problema de saúde. E, nesses casos, é preciso procurar o médico imediatamente.

A secreção natural

· É doença? Não, toda mulher tem secreções normais que deixam a vagina naturalmente úmida.

· Precisa de tratamento? Não.

· Existe uma época que pode ser mais intensa? Sim. No meio do ciclo menstrual, um pouco antes e logo após a menstruação.

· Coça? Não.

· Arde? Não.

· Dói durante o sexo? Não.

· O cheiro é muito forte? Não. Toda secreção tem um cheiro natural, que varia de mulher para mulher, mas não chega a incomodar.

· Qual é a aparência? Branca ou transparente, fluida ou similar à clara de ovo crua.

O corrimento

· É doença? Não. Mas é um indicador de doenças que podem ser sexualmente transmissíveis (ou não), como a candidíase.

· Precisa de tratamento? Sim, com medicamentos. O homem com quem você se relaciona precisa ser medicado também.

· Existe uma época que pode ser mais intensa? O seu organismo manifesta os sintomas de alguma doença com o corrimento.
 
· Coça? Sim.

· Arde? Sim.

· Dói durante o sexo? Sim.

· O cheiro é muito forte? Sim, e chega a incomodar.

· Qual é a aparência? Branca, amarela ou esverdeada.

A higiene íntima correta

Como fazer a higienização?
Use um sabonete neutro, lave bem entre os grandes e os pequenos lábios da vagina e depois enxágue.

É necessário usar algum sabonete específico?
Pode ser uma alternativa. Nem toda mulher se adapta aos produtos feitos para higiene íntima, mas hoje, no mercado, há diversas opções. Use-o apenas externamente - nada de tentar lavar o canal vaginal, porque isso levará as bactérias para dentro.

Devo usar absorventes diários?
Não. O absorvente diário serve apenas para abafar ainda mais uma área que já é bem propícia ao acúmulo de bactérias.

Há algum cuidado especial para o período menstrual?
Não, mas é natural que as mulheres sintam necessidade de se lavar com mais frequência, ou sempre que trocam o absorvente.