Descubra o que causa mau hálito e aprenda a evitá-lo

Halitose, nome científico do famoso bafo, não é uma doença, mas é desagradável. Aprenda a se livrar dela!

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 26/06/2012 em

AnaMaria

um conteúdo de

4 dicas para eliminar o mau hálito
Catharina Oliveira

Foto: Getty Images

O que causa?
“Havia o mito de que o mau hálito representava problemas do estômago. Mas comprovamos que há mais de 60 causas”, diz Marcos Moura, dentista e presidente da Associação rasileira de Halitose.
As mais comuns são:
- Inflamação na gengiva
- Má escovação dos dentes e da língua
- Falta de salivação
- Prisão de ventre
- Estresse
- Má alimentação
- Consumo só de carne e derivados do leite

Como identificar?
Passe a língua no pulso e espere uns minutos para sentir se tem mau hálito. “Em alguns casos, o nariz se acostuma com o cheiro e deixa de percebê-lo. Aí, não identificamos se é intenso”, diz Caroline Calil, professora do curso de Halitose da Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Odontologia da Universidade de São Paulo (USP). Se apenas a escovação não
resolver o problema, procure um dentista.

Quando é normal ter mau hálito?
- Ao acordar, por causa das muitas horas de jejum, mas só até escovar os dentes.
- Depois de comer alimentos que deixem mau cheiro na boca, como alho e cebola.
- Em situações estressantes.
- Após ficar mais de três horas sem comer.

Tem tratamento?
Sim! Você faz uma boa higienização (escova os dentes três vezes ao dia, passa fio dental e visita o dentista a cada seis meses)? E segue com mau hálito? Então, procure um profissional para
investigar a causa. O tratamento pode ser só uma boa limpeza nos dentes.

Como avisar uma pessoa que ela tem bafo?

Marido ou amiga: Seja delicada, mas fale abertamente. Diga que, em certos horários do dia, você sente o mau hálito e que isso pode ser um problema. Indique um dentista.
Colega de trabalho: O ideal é avisar. Se não tiver coragem, o site www.abha.org.br tem o SOS Mau Hálito, para mandar carta ou e-mail anônimos. Mas atenção: leve a sério!

E se continuar...
Após essas medidas, o mau hálito permanece? Fique alerta, pode ser sinal de doenças mais graves como diabetes e câncer. Consulte um médico para o diagnóstico certo.