Implante dentário: principais perguntas e respostas

Entenda melhor como é que se faz um implante dentário e como ele ajuda a recuperar o sorriso e a autoestima

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 03/05/2013 em

AnaMaria

um conteúdo de

Implante dentário: principais perguntas e respostas
Carolina Porne
Implante dentário: principais perguntas e respostas

Conquiste um lindo sorriso e melhore a autoestima
Foto: Getty Images

O sorriso é nosso melhor cartão de visitas em todos os lugares. Por isso, quando falta um dente na boca, não é só nossa saúde ou beleza que está em jogo, mas também todas as nossas emoções. Quem garante isso é o cirurgião-dentista Wilson Roberto Sendyk, da Universidade de São Paulo.



Segundo ele, pacientes com poucos dentes (ou sem nenhum) se tornam pessoas tímidas. "Eles têm dificuldade para se relacionar com outras pessoas, viver um amor ou mesmo arrumar emprego, já que a falta de dentes é vista como desleixo por quem contrata", aponta o cirurgião.

Se você sofre com esse problema, tire todas as dúvidas sobre a cirurgia de impante dentário...

8 respostas sobre implante dentário

 
1. Qualquer um pode ter implante?
Não. Quem fuma em excesso, tem diabetes e não segue as orientações médicas ou está em tratamento de câncer, hepatite ou osteoporose não pode fazer implante dentário.

2. O que acontece se eu continuar sem a prótese? 
Os dentes que estão ao lado do espaço vazio começarão a se inclinar para ocupar o lugar do que falta. Quem não tem dente nenhum percebe que a estrutura do queixo vai se aproximando do nariz. A falta de dentes também faz a pessoa comer alimentos mais cremosos e calóricos.

3. O que causa a perda do dente?
Na maioria dos casos, cáries - principalmente em pessoas com menos de 35 anos. Problemas na gengiva causados pela falta de higienização bucal também levam à perda de dentes.

4. O que fazer antes da cirurgia?
Peça recomendações de um especialista em implantes a amigos ou a seu dentista atual. Você precisará fazer exames (tomografia e panorâmica) e tomar antibiótico e anti-inflamatório.

5. Vou sentir dor na operação?
Não. O dentista faz tudo com anestesia e, mesmo assim, com muita delicadeza. O paciente estará liberado para trabalhar em 24 horas.

6. Se perder um dente, devo colocá-lo depois de quanto tempo?
Procure atendimento o mais rápido possível. Durante a consulta, o dentista pode perceber que o paciente não tem estrutura óssea suficiente para a realização do implante, o que é comum em quem perdeu os dentes há muito tempo. Nesse caso, a solução é um enxerto de osso para preencher o que falta.

7. Quanto custa fazer um implante?
Depende do tipo (se é feito na hora ou após algum tempo da queda do dente), da quantidade de dentes e da origem do material usado (nacional ou importado). Por todas essas razões, o preço pode variar entre R$ 800* e R$ 3.500*, mas hoje em dia pode ser parcelado, basta negociar com o dentista. Outra opção são as universidades: algumas realizam implantes em seus consultórios de odontologia e cobram muito mais barato por isso.

8. Como me protejo de ir parar numa clínica sem qualidade?
Muitas clínicas que oferecem tratamentos por preços baixos merecem atenção redobrada. Elas acabam fazendo o orçamento do implante como um financiamento, com parcelas carregadas de juros! Fique atenta, principalmente se tiver que assinar algum documento.

Implante dentário: principais perguntas e respostas

Uma peça de titânio serve como pino
Foto: Reprodução revista ANAMARIA

Entenda como é feita a cirurgia

 
- Com base nos exames, o cirurgião extrai os dentes problemáticos preservando o que resta do osso.

- Em seguida, ele parafusa uma peça de titânio, que servirá de pino para a colocação do dente.

- O próximo passo é colocar um extensor do pino, onde será fixada a coroa, a parte superior do dente.

- A integração total do pino à arcada dentária leva, em média, seis meses (para os dentes de cima) e quatro meses (para os de baixo).

- Caso seja necessário fazer o enxerto do osso, o paciente precisará esperar alguns meses até que o corpo se acostume com ele antes de colocar o implante definitivo. Esse período é definido pelo próprio médico. 

*preços pesquisados em janeiro/2011