Até meninas de 9 anos fazem cirurgia plástica em partes íntimas

Relatório britânica mostra que a procura por uma "correção" dos lábios vaginais começa mais cedo do que imaginávamos.

Labioplastia” é uma palavra complicada, mas você provavelmente já ouviu falar de seu significado por aí. Trata-se de uma cirurgia plástica que diminui o tamanho dos lábios vaginais  – e também pode ser chamada de “ninfoplastia“.

De acordo com um relatório do Sistema Nacional de Saúde do Reino Unido, 200 meninas com menos de 18 anos fizeram esta cirurgia entre 2015 e 2016 nos países do bloco (Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte). Dentre elas, 150 eram menores de 15 anos, e a menina mais nova a fazer a cirurgia tinha apenas nove anos. Dá para acreditar?

Leia mais: 10 mitos sexistas sobre sexo que todo mundo precisa superar

Naomi Crouch, médica da Sociedade Britânica de Ginecologia Pediátrica e Adolescente, conta em entrevista à BBC que, entre as meninas que vão atrás deste procedimento, são comuns comentários como “Eu odeio minha vagina” ou “Quero retirar isto“.

“O fato de uma menina se sentir assim sobre uma parte de seu corpo, especialmente uma parte que é tão íntima, é muito triste”, diz a doutora.

(MsMoloko e photomaru/Thinkstock)

Também em entrevista à BBC, a médica britânica Paquita de Zulueta destacou a importância da educação na prevenção de um crescimento deste fenômeno. “Não há educação suficiente”, ela diz, “e isso deveria começar em uma idade bastante jovem. É preciso explicar que existe um espectro grande e que, assim como todos temos rostos diferentes, também temos partes íntimas diferentes – e tudo bem”.

No Brasil

Neste contexto, infelizmente, o Brasil é recordista. Segundo a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética, o país registrou o maior número de cirurgias plásticas nas partes íntimas do mundo em 2015: 12.870 mulheres realizaram uma labioplastia por aqui durante o período.

Leia mais: Maior site pornô da internet lança serviço de educação sexual

Em países como os Estados Unidos, por exemplo, que também têm observado um aumento na procura por este tipo de procedimento, os dados referentes a 2015 indicam apenas 3.547 labioplastias. A diferença é chocante, não? Os números brasileiros são quase 4 vezes maiores.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s