Grávida e remédio
Thinkstock/Getty Images

"Existe algum antigripal que as gestantes possam tomar? E antialérgico?"

“A gestante precisa interrogar seu ginecologista e procurar pelo farmacêutico na hora de comprar qualquer remédio. Só estes profissionais poderão orientá-la de maneira segura. E, claro, nada de aceitar sugestões de remédios de amigas. O que funciona para um organismo pode produzir um efeito totalmente adverso a outro. É preciso promover um uso racional de medicamentos”, defende farmacêutica Andrea Fontoura, de Ribeirão Preto. Vale alertar que a ingestão de certas substâncias pode causar malformações, abortamentos, crescimento deficiente e problemas funcionais no bebê. Caso  algum medicamento seja muito necessário, cabe ao médico fazer uma avaliação de riscos para a mãe e a criança.