Pular para o conteúdo principal

PUBLICADO EM

27/01/2012

ATUALIZADO EM

30/06/2015

Primeiros socorros: o que fazer se a criança engolir um objeto

Nos primeiros anos, a curiosidade natural da criança em relação ao ambiente faz com que ela leve à boca os mais incríveis (e perigosos) objetos. Fique atenta!
Menino com a mão na boca
redstallion/Thinkstock/Getty Images

Quando se dão conta de que a criança acaba de engolir ou aspirar um corpo estranho, os pais ficam paralisados, sem saber como agir. O grande perigo nessa hora, de acordo com os médicos, é tentar resolver o problema em casa, oferecendo alimentos para forçar o objeto a descer ou dando tapinhas nas costas e colocando a criança de ponta-cabeça para que ele “retorne”.
 
Muita calma nessa hora

É o que os médicos recomendam. O maior risco está em objetos aspirados - pelo nariz ou pela boca - que têm menos probabilidade de ser naturalmente eliminados pelo organismo. Dependendo do ponto em que eles se instalem, as complicações podem começar horas depois do acidente com consequencias graves. Por isso, a ida para o pronto-socorro é sempre indispensável. Mas, na maioria das vezes, nada de pior acontece, principalmente quando se trata de objetos arredondados, como moedas e botões.
 
Não tente manobras em casa
Exceto se a criança apresentar sinais de sufocamento - como ficar roxa e não conseguir respirar -, as manobras são mais perigosas do que o corpo estranho e ainda podem fazer com que se perca um tempo precioso. Até os 3 anos, o baço e o fígado da criança são proporcionalmente maiores do que no adulto e, ao comprimi-los sem conhecimento adequado, pode ocorrer uma ruptura nesses órgãos. Por isso, se o bebê puder respirar, mesmo que com dificuldade, é melhor procurar um médico imediatamente. Em caso de sufocamento, coloque a criança no colo, de barriga para baixo e com a cabeça em um nível mais baixo do que o quadril. Pressione repetidamente as costas dela para aumentar a pressão na caixa toráxica e forçar o objeto a sair.
 
Não ofereça alimentos nem force o vômito
Essas medidas podem agravar o problema e dificultar a ação dos médicos, se for necessário adotar algum procedimento que envolva anestesia. Além disso, tanto a ingestão de alimentos e líquidos quanto o vômito podem complicar o caso com uma pneumonia grave. Não tente também remover um objeto que esteja parado em algum ponto da boca, nariz ou ouvido da criança. A menos que tenha certeza absoluta de conseguir retirá-lo inteiro, vá imediatamente para o pronto-socorro. E mesmo que consiga fazer a remoção em casa, procure o médico rapidamente para se certificar de que não houve nenhum dano. Mesmo no hospital, se o local afetado for nariz ou ouvidos, solicite um otorrinolaringologista, pois a retirada do corpo estranho nesses casos exige equipamento especial.
 
Aprenda a reconhecer os sinais de um acidente do gênero
É comum os pais não perceberem que o filho engoliu, aspirou ou introduziu no ouvido algum corpo estranho. A criança não sabe contar o que aconteceu e até coisas banais, como grãos crus de arroz e de feijão, podem causar problemas. Nem sempre as complicações aparecem logo. Por isso, pense na possibilidade de seu filho ter sido vítima de um acidente do gênero caso ele apresente um dos sintomas a seguir: 

  • Tosse sem causa aparente.
  • Infecções respiratórias repetitivas.
  • Chiado no peito, geralmente apenas de um lado.
  • Secreção amarelo-esverdeada em apenas uma narina.
  • Obstrução nasal em apenas um dos lados do nariz.
  • Coceira ou dor intensas em um dos ouvidos. 

Fique esperta
Eliminar - ou pelo menos, minimizar - os riscos ainda é a melhor medida para evitar esse tipo de acidente. Não adianta esperar que uma criança pequena “entenda” que não deve mexer em enfeitinhos, insetos e tantas outras coisas abolutamente fascinantes para quem está descobrindo o mundo. Conheça os objetos campeões nesse tipo de acidente e tenha como norma eliminá-los do alcance do seu filho.
 
Até 2 anos

Eles se encantam com tudo o que é colorido e brilhante. Os maiores riscos ficam por conta de alfinetes, botões, bolinhas de gude, moedas e grãos de alimentos crus (arroz, feijão, milho, amendoim etc.). Acima de 2 anos os pequenos já estão mais habilidosos e ampliaram sua capacidade de alcance. É comum desmontarem brinquedos e se “apropriarem” de objetos instigantes, como relógios, calculadoras e canetas. Os perigos são baterias, parafusos de brinquedos, rodas de carrinho, olhos de bichos de pelúcia e de bonecas, tampinhas de caneta, fragmentos de espuma retirados de almofada e travesseiros, pedaços de papel e peças plásticas.
 
Cuidado redobrado
Segundo os médicos, crianças que já colocaram objetos no nariz ou nos ouvidos tendem a repetir esse comportamento. Não se sabe a causa, mas há casos em que a repetição acontece de modo tão sistemático que é aconselhável acompanhamento psicológico. Por isso, se você já passou por um susto desses, redobre a vigilância. É grande o risco de seu filho repetir a dose.

Vote nas finalistas do 21º Prêmio CLAUDIA

Ciências

  • Adriana Melo
    Adriana Melo

    Especialista em medicina fetal comprovou a relação entre infecções por zika em e as malformações em bebês

  • Eliana Abdelhay
    Eliana Abdelhay

    Desenvolve pesquisas a fim de melhorar os prognósticos de doenças graves e agiliza o diagnóstico de câncer

  • Thelma Krug
    Thelma Krug

    Restringe o desmatamento nas florestas e emissão de poluentes, responsáveis pelas mudanças climáticas

Negócios

  • Cristina Junqueira
    Cristina Junqueira

    Criou o Nubank, cartão de crédito que pode ser administrado pelo celular, dispensa o banco e não tem anuidade

  • Mariana Alves Madureira
    Mariana Alves Madureira

    Trabalha para impulsionar o desenvolvimento econômico de lugares pobres estimulando o potencial turístico

  • Carla Renata Sarni
    Carla Renata Sarni

    Criou uma rede de consultórios que oferece tratamento odontológico a um custo acessível na periferia

Políticas Públicas

  • Heloísa Helena de Oliveira
    Heloísa Helena de Oliveira

    Monitora e argumenta com políticos para alterar projetos de lei que não favorecem os jovens do Brasil 

  • Maria Clara de Sena
    Maria Clara de Sena

    Única transexual no mundo no cargo de Mecanismo de Prevenção e Combate à Tortura, luta pelos direitos LGBTs 

  • Paula Johns
    Paula Johns

    Fundadora da Aliança de Controle do Tabagismo + Saúde, batalha para controlar o tabagismo  

Trabalho Social

  • Marineide Silva
    Marineide Silva

    Criou uma ONG para ensinar corrida para mais de 500 crianças e adultos no bairro mais violento de São Paulo

  • Brigitte Louchez
    Brigitte Louchez

    Está à frente de uma ONG que luta para combater a exploração sexual de crianças e jovens em Fortaleza, no Ceará

  • Mônica Azzariti
    Mônica Azzariti

    A fonoaudióloga prepara policiais para que resolvam ocorrências nas favelas sem violência, evitando conflitos

Consultora NATURA

  • Juthay Nogueira
    Juthay Nogueira

    Promove ações para evitar que os jovens entrem para o tráfico de drogas, em uma comunidade de Belo Horizonte

  • Nilcimar Maria Silvestre dos Santos
    Nilcimar Maria Silvestre dos Santos

    Fundou uma associação que apoia vítimas de agressão doméstica e estimula o empreendedorismo 

  • Rozimere Santos Oliveira Souto
    Rozimere Santos Oliveira Souto

    Líder que organiza a produção agrícola e o empreendedorismo entre as mulheres, no Sertão da Paraíba

Revelação

  • Alessandra Orofino
    Alessandra Orofino

    Esta à frente de uma ONG que conecta pessoas interessadas em solucionar problemas no Rio de Janeiro

  • Raquel Helen Santos Silva
    Raquel Helen Santos Silva

    Destaca-se por criar projetos de empoderamento e por conseguir apoio internacional para as causas feministas

  • Samantha Karpe e Letícia Camargo Padilha
    Samantha Karpe e Letícia Camargo Padilha

    Desenvolveram uma cobertura para ruas e estradas mais resistente, econômica e sustentável que a convencional

Cultura

  • Anna Muylaert
    Anna Muylaert

    Diretora do filme Que Horas Ela Volta?, aqueceu a discussão sobre a exploração do trabalho doméstico no Brasil

  • Mari Corrêa
    Mari Corrêa

    Realiza oficinas de cinema em aldeias do Xingu e ensina os índios a registrar sua cultura, história e hábitos

  • Panmela Castro
    Panmela Castro

    Imprime sua arte em murais e performances e oferece oficinas para prevenir a violência contra as mulheres 

  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Testamos as famosas massagens tailandesas que tratam dores e propor...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    A foto desta mãe abraçando a caçula antes de ter outro filho vai...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Conheça o coletivo de advogadas que já atendeu centenas de mulher...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    As maiores tendências de verão para você já ir preparando o arm...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Sasha Meneghel lacra na primeira entrevista na TV: "Já tive u...