Pular para o conteúdo principal

PUBLICADO EM

17/06/2015

ATUALIZADO EM

02/07/2015

Terror noturno: entenda o que leva a criança a desenvolver as crises

O problema assusta os pais, mas é normal. Saiba o que você pode fazer quando isso acontece.
Criança com medo
Thinkstock/Getty Images
 

O que é o terror noturno?

É uma atividade anormal do sono. Ele faz parte de uma categoria de manifestações noturnas conhecida por parassonia. Falar e andar dormindo também são formas de parassonia. O terror noturno é bastante frequente em crianças, principalmente entre os 2 e os 5 anos de idade. Na fase pré-escolar, ele chega a atingir metade da população infantil, segundo estatísticas internacionais.

O que acontece com a criança na hora da crise?

Depende da idade. Os bebês de colo simplesmente acordam chorando no meio da madrugada. Já as crianças mais velhas também costumam gritar ou emitir sons sem nexo. Muitas vezes, os pais se deparam com o filho sentado na cama e de olhos abertos. E o que assusta é que a criança não reconhece ninguém e não para de chorar ou gritar. É uma cena realmente impressionante... Sim, os pais ficam muito assustados... Mas, apesar de causar espanto, o terror noturno é uma manifestação benigna, ou seja, não representa risco para a saúde ou o desenvolvimento da criança. O estado de transe dura até 15 minutos e depois a criança retoma o sono normal.

Qual é a diferença entre terror noturno e pesadelo?

Os sonhos acontecem durante o chamado sono R.E.M., ou rapid eye movement (movimento rápido dos olhos), que se dá no fim da madrugada. Já o terror noturno ocorre na primeira metade da noite, quando a pessoa ainda não atingiu o sono R.E.M. Muitas crianças acordam depois de um pesadelo. No caso do terror noturno, a criança dificilmente acorda por conta própria. Além disso, as pessoas se lembram dos sonhos ou pesadelos que tiveram, enquanto os que apresentam terror noturno nunca fazem ideia do que se passou durante a noite.

O que explica o terror noturno?

A hipótese mais aceita é a de que o terror noturno tem a ver com o desenvolvimento do sistema nervoso central. É como se o cérebro ainda não estivesse suficientemente maduro para realizar a transição entre o sono e o despertar. Por isso, a criança fica em um "limbo" entre o dormir e o acordar. Em geral, pais que falam à noite ou são sonâmbulos têm filhos com terror noturno.

Como se comportar diante desse tipo de manifestação?

A primeira orientação é jamais tentar acordar a criança. Isso só vai fazer com que os eventos se tornem mais frequentes e prolongados. O ideal é não intervir e deixar que o momento de transe passe naturalmente e o pequeno volte a dormir. Só é preciso cuidado com as crianças que também caminham adormecidas. Nesse caso, não deve haver obstáculos ou objetos pontiagudos no quarto. O acesso a escadas e janelas também deve ser obstruído. Basicamente, a ordem é tomar medidas para evitar acidentes.

O terror noturno acontece com que frequencia?

Varia bastante. Uma criança pode ter dois eventos em uma semana e ficar um mês sem manifestar o problema. Outra pode ter episódio a cada dez dias. Não dá para precisar.

Existem situações que favorecem as crises?

É muito importante manter uma rotina adequada de sono para crianças com terror noturno. Isso significa dormir cedo e no horário e reduzir a agitação antes do sono. Quando a criança chega agitada de passeios e festas, o risco de apresentar eventos de terror noturno aumenta.

Problemas emocionais podem precipitar o terror noturno?

Sim, mas não é a regra. Diante de crises familiares, escola nova, chegada de um irmãozinho ou outras mudanças importantes em sua vida, as crianças têm mais chances de sonhar do que de apresentar terror noturno.

Há casos considerados graves?

Sim, porém são bastante raros. Existem crianças que tem dois ou três episódios por noite e passam a apresentar sintomas de privação de sono. Durante o dia, elas têm febre, sonolência e irritação. Também ficam mais vulneráveis a doenças. Nesse caso, é preciso procurar ajuda.

Existe cura para o terror noturno?

Não existe um tratamento específico, mas o terror noturno normalmente cessa quando a criança atinge a adolescência. Às vezes, o problema desaparece antes.

Vote nas finalistas do 21º Prêmio CLAUDIA

Políticas Públicas

  • Heloísa Helena de Oliveira
    Heloísa Helena de Oliveira

    Monitora e argumenta com políticos para alterar projetos de lei que não favorecem os jovens do Brasil 

  • Maria Clara de Sena
    Maria Clara de Sena

    Única transexual no mundo no cargo de Mecanismo de Prevenção e Combate à Tortura, luta pelos direitos LGBTs 

  • Paula Johns
    Paula Johns

    Fundadora da Aliança de Controle do Tabagismo + Saúde, batalha para controlar o tabagismo  

Cultura

  • Anna Muylaert
    Anna Muylaert

    Diretora do filme Que Horas Ela Volta?, aqueceu a discussão sobre a exploração do trabalho doméstico no Brasil

  • Mari Corrêa
    Mari Corrêa

    Realiza oficinas de cinema em aldeias do Xingu e ensina os índios a registrar sua cultura, história e hábitos

  • Panmela Castro
    Panmela Castro

    Imprime sua arte em murais e performances e oferece oficinas para prevenir a violência contra as mulheres 

Negócios

  • Cristina Junqueira
    Cristina Junqueira

    Criou o Nubank, cartão de crédito que pode ser administrado pelo celular, dispensa o banco e não tem anuidade

  • Mariana Alves Madureira
    Mariana Alves Madureira

    Trabalha para impulsionar o desenvolvimento econômico de lugares pobres estimulando o potencial turístico

  • Carla Renata Sarni
    Carla Renata Sarni

    Criou uma rede de consultórios que oferece tratamento odontológico a um custo acessível na periferia

Trabalho Social

  • Marineide Silva
    Marineide Silva

    Criou uma ONG para ensinar corrida para mais de 500 crianças e adultos no bairro mais violento de São Paulo

  • Brigitte Louchez
    Brigitte Louchez

    Está à frente de uma ONG que luta para combater a exploração sexual de crianças e jovens em Fortaleza, no Ceará

  • Mônica Azzariti
    Mônica Azzariti

    A fonoaudióloga prepara policiais para que resolvam ocorrências nas favelas sem violência, evitando conflitos

  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Treino express da Sabrina Sato para desenhar braços, pernas e abd...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Celebridade do Paquistão é morta pelo próprio irmão, pela “ho...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Orgasmos, medos e amor: 8 curiosidades sobre como os brasileiros fa...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    A casa da apresentadora Isabella Fiorentino é quase uma escultura ...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    O ócio criativo de Gisele Bündchen após a aposentadoria das pass...