Pular para o conteúdo principal

PUBLICADO EM

03/03/2015

ATUALIZADO EM

03/03/2015

Saiba como usar a pílula do dia seguinte corretamente

Perguntamos à ginecologista Erica Mantelli tudo sobre a pílula do dia seguinte, o famoso método contraceptivo de situações de emergência. Tire suas dúvidas sobre esse medicamento!
Pílula do dia seguinte: tire suas dúvidas
Thinkstock/Getty Images

Ela salva a pátria quando a camisinha estoura ou quando transamos sem proteção por descuido ou outro motivo. Mas a pílula do dia seguinte deve ser usada com inteligência para fazer efeito. Convidamos a ginecologista Erica Mantelli, de São Paulo, para responder às dúvidas mais comuns sobre o tema. Leia e aproveite para conversar também com sua filha!

1. Quando posso usar a pílula do dia seguinte?

Após ter relações sexuais sem proteção: quando a camisinha estoura, se ocorre falha no coito interrompido (o método de gozar fora da vagina para evitar gravidez) ou se a mulher transar depois de deixar de tomar dois ou mais comprimidos da cartela da pílula tradicional.

2. Quanto tempo depois da relação desprotegida ela deve ser tomada?

"O primeiro comprimido deve ser tomado até 72 horas após a relação sexual desprotegida. O segundo, 12 horas após o primeiro", explica Erica. Também existem versões de dose única.

3. Qual é a sua eficácia?

Se for tomada no primeiro dia, é de 95%. No segundo dia após a transa, cai para 85%. Portanto, quanto antes tomar a pílula do dia seguinte, melhor. Não é preciso receita médica para comprá-la.

4. Como essa pílula age no organismo?

"Ela impede ou retarda a liberação de um óvulo do ovário, impedindo a fecundação. Outro efeito é 'atrapalhar' a fixação do óvulo fecundado no útero. Além disso, a pílula do dia seguinte modifica o muco cervical, dificultando o transporte dos espermatozoides em direção ao óvulo", explica a médica.

5. Quais seus efeitos colaterais?

Os efeitos variam de pessoa para pessoa e podem durar horas ou alguns dias. Nos casos mais comuns, provoca um pequeno sangramento escuro e desregula a menstruação por cerca de três meses, causando atrasos ou adiantamentos no ciclo. Dor de cabeça, enjoo e dor nos seios também podem ocorrer.

6. O que acontece caso a mulher tome a pílula com uma frequência de três vezes no mesmo mês, por exemplo?

Se for usada dessa forma, a eficácia da pílula do dia seguinte diminui bastante. A menstruação fica bem desregulada e as chances de gravidez aumentam muito.

7. A pílula do dia seguinte faz efeito por quanto tempo?

O contraceptivo de emergência só impede a gravidez relacionada à transa que aconteceu antes de ele ser ingerido. Se transar depois, é preciso se proteger.

8. Existe idade mínima para usá-la?

Não. Qualquer mulher em idade reprodutiva pode utilizar.

9. O uso com outro remédio pode diminuir sua eficácia?

"Se for utilizada com medicamentos que interferem na ação dos hormônios presentes em sua fórmula, a eficácia pode ser reduzida e causar falhas. Dentre esses medicamentos estão alguns antibióticos (tetraciclina, ampicilina, oxacilina, doxicilina) e anticonvulsivantes. Por isso, o ideal é avisar seu médico sobre os remédios que utiliza", orienta Erica.

10. Quanto tempo depois de tomar a pílula do dia seguinte posso voltar para a pílula de uso diário?

O ideal é ser avaliada por um ginecologista antes. A nova cartela só deve ser iniciada quando a menstruação descer de novo.

11. Qual a diferença entre a pílula do dia seguinte e o anticoncepcional que se toma todo dia?

A pílula do dia seguinte é um método de exceção, ou seja, deve ser tomada só em caso de emergência. Para mulheres com vida sexual ativa, o ideal é usar um método de barreira (camisinha masculina ou feminina) associado a um anticoncepcional hormonal via oral ou injetável. O contraceptivo de emergência pode falhar e causar irregularidade menstrual se for utilizado muitas vezes. Já o anticoncepcional de uso diário tende a regularizar a menstruação. Se tomado corretamente, apresenta índice de falha extremamente baixo.

Vote nas finalistas do 21º Prêmio CLAUDIA

Ciências

  • Adriana Melo
    Adriana Melo

    Especialista em medicina fetal comprovou a relação entre infecções por zika em e as malformações em bebês

  • Eliana Abdelhay
    Eliana Abdelhay

    Desenvolve pesquisas a fim de melhorar os prognósticos de doenças graves e agiliza o diagnóstico de câncer

  • Thelma Krug
    Thelma Krug

    Restringe o desmatamento nas florestas e emissão de poluentes, responsáveis pelas mudanças climáticas

Revelação

  • Alessandra Orofino
    Alessandra Orofino

    Esta à frente de uma ONG que conecta pessoas interessadas em solucionar problemas no Rio de Janeiro

  • Raquel Helen Santos Silva
    Raquel Helen Santos Silva

    Destaca-se por criar projetos de empoderamento e por conseguir apoio internacional para as causas feministas

  • Samantha Karpe e Letícia Camargo Padilha
    Samantha Karpe e Letícia Camargo Padilha

    Desenvolveram uma cobertura para ruas e estradas mais resistente, econômica e sustentável que a convencional

Cultura

  • Anna Muylaert
    Anna Muylaert

    Diretora do filme Que Horas Ela Volta?, aqueceu a discussão sobre a exploração do trabalho doméstico no Brasil

  • Mari Corrêa
    Mari Corrêa

    Realiza oficinas de cinema em aldeias do Xingu e ensina os índios a registrar sua cultura, história e hábitos

  • Panmela Castro
    Panmela Castro

    Imprime sua arte em murais e performances e oferece oficinas para prevenir a violência contra as mulheres 

Políticas Públicas

  • Heloísa Helena de Oliveira
    Heloísa Helena de Oliveira

    Monitora e argumenta com políticos para alterar projetos de lei que não favorecem os jovens do Brasil 

  • Maria Clara de Sena
    Maria Clara de Sena

    Única transexual no mundo no cargo de Mecanismo de Prevenção e Combate à Tortura, luta pelos direitos LGBTs 

  • Paula Johns
    Paula Johns

    Fundadora da Aliança de Controle do Tabagismo + Saúde, batalha para controlar o tabagismo  

Consultora NATURA

  • Juthay Nogueira
    Juthay Nogueira

    Promove ações para evitar que os jovens entrem para o tráfico de drogas, em uma comunidade de Belo Horizonte

  • Nilcimar Maria Silvestre dos Santos
    Nilcimar Maria Silvestre dos Santos

    Fundou uma associação que apoia vítimas de agressão doméstica e estimula o empreendedorismo 

  • Rozimere Santos Oliveira Souto
    Rozimere Santos Oliveira Souto

    Líder que organiza a produção agrícola e o empreendedorismo entre as mulheres, no Sertão da Paraíba

Negócios

  • Cristina Junqueira
    Cristina Junqueira

    Criou o Nubank, cartão de crédito que pode ser administrado pelo celular, dispensa o banco e não tem anuidade

  • Mariana Alves Madureira
    Mariana Alves Madureira

    Trabalha para impulsionar o desenvolvimento econômico de lugares pobres estimulando o potencial turístico

  • Carla Renata Sarni
    Carla Renata Sarni

    Criou uma rede de consultórios que oferece tratamento odontológico a um custo acessível na periferia

Trabalho Social

  • Marineide Silva
    Marineide Silva

    Criou uma ONG para ensinar corrida para mais de 500 crianças e adultos no bairro mais violento de São Paulo

  • Brigitte Louchez
    Brigitte Louchez

    Está à frente de uma ONG que luta para combater a exploração sexual de crianças e jovens em Fortaleza, no Ceará

  • Mônica Azzariti
    Mônica Azzariti

    A fonoaudióloga prepara policiais para que resolvam ocorrências nas favelas sem violência, evitando conflitos

#ESTAMOSJUNTAS

  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Testamos as famosas massagens tailandesas que tratam dores e propor...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    A foto desta mãe abraçando a caçula antes de ter outro filho vai...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Conheça o coletivo de advogadas que já atendeu centenas de mulher...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    As maiores tendências de verão para você já ir preparando o arm...
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
  • Este campo genérico trata a saída do campo título do bloco card na view, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    Este campo genérico trata a saída do campo legenda do bloco card, e tem um template específico que está no tema mdemulher.

    O que é destaque no MdM
    Sasha Meneghel lacra na primeira entrevista na TV: "Já tive u...