Como deixar a casa à prova de doenças no inverno

Especialistas contam como blindar a sua residência contra doenças comuns da estação. Vem ver!

No inverno, é muito comum que algumas doenças apareçam com mais frequência, seja por conta do tempo seco e frio ou pela propagação de vírus e bactérias que acontece em locais fechados.

Gripes, resfriados, sinusites, amigdalites, faringites, laringites, bronquites, rinites, asmas e pneumonias são algumas das protagonistas desta estação. Porém, é possível evitar essas doenças e blindar a sua casa contra elas ao tomar alguns cuidados especiais, conforme indicam especialistas no assunto.

Limpeza

A faxina deve seguir uma rotina em todas as épocas do ano, mas a remoção de poeira deve ser intensificada em dias mais secos.

“Esse clima favorece a inversão térmica, que dificulta a dispersão de poluentes no ar e aumenta os índices de poeira. Prefira panos úmidos a aspiradores, para não espalhar o pó no ar”, aconselha Maura Neves, otorrinolaringologista da Clínica Medprimus, em São Paulo.

“Nessa época, evite varrer a casa e usar produtos químicos com cheiro, pois esses hábitos permitem que uma pessoa que já é portadora de doenças respiratórias desencadeie uma crise. Dessa forma, panos úmidos e produtos sem perfume são as melhores opções”, ensina Alexandre Kawassaki, pneumologista do Hospital 9 de Julho, em São Paulo.

Lavando a roupa

De acordo com os especialistas, é necessário seguir um cronograma. Olha só:

  • Roupas de inverno (como casacos): lavar antes de usar e sempre que notar poeira ou alguma sujeira
  • Lençol: lavar de uma a duas vezes na semana
  • Edredom e cobertor: lavar a cada três meses em uma casa especializada (ou fazer uso de capa protetora e, então, lavar semanalmente)
  • É recomendado o uso de capas protetoras para colchão e travesseiros

Ventilação

Embora muita gente acredite que o ideal é manter a casa fechada para que não haja exposição às baixas temperaturas, os especialistas recomendam exatamente o oposto. “É importante manter a casa ventilada em todas as épocas do ano, principalmente no frio. Normalmente, um ambiente em que muitas pessoas ficam juntas é a principal causa de propagação de doenças respiratórias no inverno. Por isso, é necessário cuidar dessa exposição”, alerta Alexandre.

Além disso, vale ressaltar que fumar dentro de casa pode ser bastante problemático – ainda mais se o local estiver sem ventilação. “A fumaça do cigarro contém toxinas que são irritantes tanto para as vias aéreas de quem fuma quanto para as de quem está ao redor”, aponta Maura.

Toda ajuda é bem-vinda?

Usar bacias com água ou umidificador de ar é costume em muitas casas, especialmente naquelas em que existem moradores com algum tipo de doença respiratória ou pulmonar. De acordo com os médicos, essa técnica é interessante e pode ser utilizada. “Especialmente em dias mais secos, os umidificadores servem para aumentar a qualidade respiratória. Porém, é preciso ter cuidado para não deixar o ambiente muito úmido, já que isso favorece a proliferação de fungos e mofo”, atenta Maura.

No entanto, cortinas e tapetes, que normalmente são itens usados para deixar o ambiente quentinho, podem ser grandes vilões. “Eles são fontes acumuladoras de poeira, ácaros e outras substâncias capazes de causar alegria. Pessoas sensíveis podem entrar em crise facilmente quando expostas a ambientes cheios deles”, finaliza Alexandre.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s