Nao

Remédios e terapias que combatem a dependência em drogas

Conheça os medicamentos e terapias que existem contra a dependência química no Dia Internacional de Combate às Drogas (26/6)

Atualizado em 25/06/2011

Conteúdo MdeMulher
Medicamento

Fique por dentro dos medicamentos contra as drogas
Foto: Dreamsite


A chave do avanço no tratamento de vícios em drogas está na compreensão dos caminhos percorridos pela dopamina no cérebro. A dopamina é o neurotransmissor da dependência. Ela é que dispara a sensação de prazer - seja a advinda da ingestão de um prato saboroso, seja a causada pelo uso de um entorpecente. Ao inalar cocaína, por exemplo, o usuário tem seu cérebro inundado de dopamina - daí a sensação de euforia que, em geral, a droga produz.

Até pouco tempo atrás, acreditava-se que o vício era processado exclusivamente nas porções cerebrais associadas ao sistema de prazer e recompensa, ativado em especial pela dopamina. A grande novidade é a descoberta de que há outros circuitos envolvidos nesse mecanismo, e de que a dopamina também os integra.

"Graças ao aperfeiçoamento dos exames de neuroimagem, constatamos que os efeitos neurobiológicos das drogas ultrapassam os centros de prazer e recompensa do cérebro e se estendem ao córtex pré-frontal, região associada à analise dos riscos e benefícios, na qual se concentram as tomadas de decisão", diz a psiquiatra Nora Volkow, diretora do Instituto Nacional de Abuso de Drogas, dos Estados Unidos, e uma das principais autoridades mundiais no assunto.

E o que isso muda na compreensão do vício? É preciso também alterar a química envolvida nos processos decisórios. Sem isso, apenas parte do mecanismo do vício é combatida. Em outras palavras, é necessário "apagar" o impulso e a memória que levam ao consumo da droga.

Na lista das substâncias que mais viciam, a nicotina está à frente da maconha e do ecstasy. O vício é fruto, em grande parte, de propensão genética. Estima-se que os fatores genéticos respondam por algo entre 40% e 60% da vulnerabilidade ao vício.

Existe um gene específico associado à síntese da enzima monoaminoxidase A, uma das substâncias responsáveis pelo equilíbrio de dopamina no cérebro. Quando há mutações nesse gene, a pessoa torna-se mais ou menos vulnerável ao vício.

A genética explica também por que existem pessoas com baixos níveis de receptores de dopamina - o que as faz mais suscetíveis ao vício e a achar mais prazerosa a experiência com drogas.

Os especialistas são unânimes em dizer que não existem tratamentos eficazes que durem menos de noventa dias. Os exames de neuroimagem mostram que esse é o período de maior propensão a recaídas, porque o cérebro permanece mais vulnerável ao longo dos três meses seguintes à última vez em que se utilizou a droga.

Conheça parte do arsenal químico contra o vício que existe no mercado farmacêutico:

Maconha
Não há medicações específicas contra o vício em maconha. Mas um remédio antiobesidade, o rimonabanto, parece ter alguma eficácia contra esse tipo de dependência.
 
Cocaína
Não existe medicamento aprovado especificamente para o tratamento da dependência de cocaína. Os mais usados são o anticonvulsivante topiramato e o pergolide, utilizado originalmente contra os sintomas da doença de Parkinson.

Heroína
A metadona e a buprenorfina agem sobre os receptores opióides, responsáveis por ligar e desligar o sistema de recompensa e prazer que a heroína ativa. A metadona é um dos remédios mais antigos contra a heroína. O problema é que ela também pode levar à dependência.

Fontes: Danilo Baltieri, coordenador do Grupo Interdisciplinar de Estudos de Álcool e Drogas, do Hospital das Clínicas de São Paulo, e Jaqueline Scholz Issa, diretora do Ambulatório de Tabagismo do Instituto do Coração, de São Paulo

*Com informações da VEJA

ASSINE A VEJA

Comentários

Os comentários são pessoais e não refletem a opinião do MdeMulher.

maiden type; Sport is complete of sunshine move feeling. The design and style on the eternal, concise style and good quality and style, has turn into a brand through the ray ban this practically 70 michael kors handbags sale http://www.greenmonkeyflooring.co.uk/ - 26/05/2014 05:48:47

<b>silmara</b> - oi gente eu preciso de ajuda meu marido só tem 20 anos e é viciado em crack e cocaina eu to tentando ajudar ele consegue ficar um bom tempo sem usar nada exceto cigarro ele chegou a ficar 2 meses sem nada mas teve recaida nao sei como agir preciso de ajuda e estou gravida de 7 meses nao sei se ele virando pai agora se isso ajuda ou atrapalha amo muito ele e nao gosto de ver ele se acabar ele tambem nao gosta sempre se arrepende mas nao consegue evitar o que eu faço? - 15/11/2013 00:48:25

<b>paloma</b> - oi meu marido e usuario a uns 20 anos cada tempo que passa ele aumenta a dose de cocaina ele estava tomando calmantes para nao ter vontade sera que com algum remedio desse ele podera controla a abstinencia - 01/11/2013 19:22:26

<b>bianca aparecida de souza</b> - oiiii jente me chamo bianca e PELO AMOR DEUS me ajudem o meu irmao paulo e viciado em cocaina e ele nao quer se internar de jeito nenhum eu e minha mae ja conversamos muito com ele a aceitar a internaçao mas ele nao aceita eu gostaria de um remedio que contale a vontade ele começa pelo cigarro depois vem a pinga e logo em seguida a cocaina tenho medo de acontecer algo pior ele some muito de casa me ajudem grata bianca. - 23/10/2013 17:53:49

<b>adriana perpetua</b> - meu filho ¿ usuario de cocaina preciso de ajuda ele nao aceita interna¿ao ele esta muito agressivo e dorme o dia td a noita sai pra fazer consumo da cocaina me ajudem ja n¿o sei mais que fazer gostaria de um remedio pra ele parar de usar essa droga maldita antes que aconte¿a coisa pior . - 03/09/2013 14:44:23

<b>adna nobre</b> - queria ajudar uma pessoa que usa cocaina ela fala que quer parar até ficauma semana sem usar, mas volta a usar por favor qual tipo de chá ou remedioque vocês me endicam.obrigado! - 03/07/2013 13:52:17

Veja todos os comentários

Comente

Li e concordo com os termos de uso do site.