Feijão e arroz fazem o peso despencar

Está mais do que comprovado que arroz e feijão não só não engordam como ajudam a emagrecer

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 10/09/2013 em

Saúde é Vital

um conteúdo de

Feijão e arroz fazem o peso despencar
Reportagem: Carla Conte

Todo mundo foge do arroz e feijão quando começa uma dieta. E sem motivo. "O que não pode é exagerar nas porções, mas isso vale para qualquer alimento", pondera a engenheira agrônoma Priscila Bassinello, doutora em Ciência de Alimentos da Embrapa Arroz Feijão, em Goiânia. Ela não é a única a declarar apoio irrestrito à dupla brasileira.
 
Uma pesquisa realizada pela epidemiologista Rosely Sichieri, daUniversidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), e recentemente publicada no The American Journal of Clinical Nutrition, mostrou que as pessoas que incluíram na dieta as duas delícias conseguiram uma redução significativa de peso. O estudo analisou 203 mulheres no Rio de Janeiro ao longo de 18 meses e verificou que, nos primeiros três meses, o grupo que adotou uma dieta com baixo índice glicêmico - arroz e feijão incluídos - conseguiu até mesmo perder mais peso do que o restante da turma, que recorreu a outras dietas de redução calórica.
 
Depois desse período inicial, os parceiros de prato continuaram mostrando sua eficácia, porém a perda de peso não foi tão grande quanto no início, o que é comum acontecer com qualquer plano alimentar. "Isso revela que arroz e feijão são uma boa pedida para quem quer perder e manter o peso. Ninguém precisa ficar só na saladinha e no grelhado", afirma a pesquisadora Rosely. Aliás, esse é o segundo estudo da especialista a relacionar os dois alimentos ao emagrecimento.
 

O segredo do sucesso

Diferentemente do que muita gente pensa, juntos eles promovem uma saciedade de longa duração, mesmo se o cereal não for integral. Ou seja, quando adotamos esse prato tradicional, ficamos mais satisfeitos e ingerimos menos calorias na refeição e ao longo do dia. Isso por duas razões: a dupla é rica em fibras e é capaz de liberar paulatinamente glicose no sangue, afastando a fome por mais tempo e evitando a produção excessiva de insulina, hormônio que favorece o estoque de gorduras e o aparecimento de doenças como o diabete.
 
Além das fibras, eles possuem cálcio e proteínas, que aceleram o metabolismo e espantam a vontade de comer mais, afirma a endocrinologista e nutróloga Valéria Goulart, de São Paulo. De fato, eles são um par mais que perfeito. O arroz e o feijão não só fornecem diversos nutrientes como formam uma proteína completa. Explicando melhor: o primeiro é pobre no aminoácido lisina, que, por sua vez, sobra no feijão. Já o aminoácido metionina não é encontrado em abundância nessa leguminosa, porém é farto no arroz. E proteínas têm tudo a ver com emagrecimento, já que elas também dão saciedade, além de ajudar na queima de calorias.
 

Tire proveito

Para usufruir dos seus benefícios, adote a proporção 3 para 2, isto é, 3 colheres de sopa de arroz para 2 de feijão. Assim, você obtém nutrientes em perfeito equilíbrio. E em matéria de calorias, ambos somam 239 (1 colher de sopa de arroz contém 41 e 1 de feijão, 58). A dupla não compromete as formas de ninguém!