Estudar fora do país: como conseguir bolsa de estudo

Instituições e universidades de vários países oferecem programas que pagam a estada e os estudos de estrangeiros. Saiba quais são as instituições

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 21/02/2011 em

Gloss

um conteúdo de

Ela permite constituir um patrimônio capaz de custear a faculdade do seu filho, a viagem de intercâmbio... "Planos de previdência são uma boa indicação para investimentos de, no mínimo, dez anos", ensina o educador financeiro Mauro Calil. Já o seguro-educ
Getty Images
Estudar fora do país: como conseguir bolsa de estudo

Faça uma pesquisa para saber qual programa de intrecâmbio tem mais a ver com você
Foto: Getty Images

Ter experiência internacional no currículo não é privilégio só para quem tem dinheiro sobrando. Instituições e universidades de vários países oferecem programas que pagam a estada e os estudos de estrangeiros. Mas, antes de você se encher de planos, a gerente de orientação de carreira, Bruna Dias, dá uma dica valiosa: "Vale a pena investir em cursos fora quando eles oferecem algo que não existe no Brasil porque as empresas valorizam profissionais que têm um conhecimento específico. Eles se destacam nos processos de seleção".

Uma temporada em outro país também garante fluência em um idioma. "Isso é bom porque em geral os profissionais conseguem se comunicar em inglês, em espanhol, mas não são fluentes", completa Bruna. Você ficou com vontade de fazer um intercâmbio? Então, consulte o miniguia que preparamos para você:

Onde estudar: Estados Unidos - Bolsas da Comissão Fulbright

A Comissão Fulbright, que tem o objetivo de estreitar relações do povo americano com os de outros países, chegou ao Brasil em 1957 e oferece, entre várias opções de intercâmbio, 40 bolsas para tecnólogas. As viajantes podem estudar durante um ano em uma instituição de ensino superior americana nas seguintes áreas: administração e gerenciamento de negócios, turismo e hotelaria, comunicação, tecnologia da informação e tecnologias na área de engenharia.

O que você ganha: passagem de ida e volta, curso de inglês (com duração de quatro a oito semanas, nos Estados Unidos), alojamento, alimentação, isenção de taxas escolares, auxílio mensal para cobrir suas despesas adicionais de estada e seguro-saúde.

Mais em: www.fulbright.org.br

Estudar fora do país: como conseguir bolsa de estudo

Ter experiência internacional no currículo é um grande privilégio
Foto: Getty Images

Onde estudar: Américas do Norte, Central e do Sul - Bolsas de mestrado e doutorado da Organização dos Estados Americanos (OEA)

Existem bolsas em faculdades dos países-membros da OEA com duração de um ano e com a possibilidade de ser renovadas por mais um. Há duas maneiras de se candidatar a elas: uma é escolher um país e deixar que a OEA selecione a melhor universidade para a área que a estudante deseja; e a outra é a candidata entrar em contato direto com a instituição educacional, ser aceita e, depois disso, ingressar com um pedido para que a OEA banque seus estudos.

O que você ganha: passagem de ida e volta, isenção de mensalidades e matrícula, seguro-saúde, auxílio-moradia (o valor varia de país para país) e ajuda financeira para compra de livros.

Mais em: www.educoea.org

Onde estudar: Japão - Programa Monbukagakusho de graduação e pós-graduação

São bolsas nas áreas de direito, ciência política, pedagogia, sociologia, literatura, história, economia, administração de empresas, medicina, odontologia e vários ramos da engenharia.

O que você ganha: passagem de ida e volta, auxílio de ¥ 125 000 (graduação) e ¥ 152 000 (pós) por mês, isenção de taxas escolares e curso de japonês (por um ano).

Mais em: http://www.sp.br.emb-japan.go.jp/pt/cultura/bolsa1_graa.htm

Onde estudar: Alemanha - Bolsas de mestrado em Políticas Públicas do DAAD

Direcionado a graduadas em direito, ciências sociais e políticas, economia, administração e relações internacionais que desejam pesquisar, e atuar, para melhorar a situação sociopolítica e econômica de seu país natal.

O que você ganha: passagem aérea de ida e volta, bolsa-auxílio de € 750 mensais, curso preparatório de alemão e seguro-saúde.

Mais em: http://rio.daad.de


Outros programas

Além desses, há dois grandes programas que oferecem bolsas de estudos em diferentes instituições europeias. Por intermédio do Erasmus Mundus (http://eacea.ec.europa.eu/erasmus_mundus), é possível conseguir vagas para mestrado e doutorado e, em alguns casos, auxílio para se manter. Já a Fundação Carolina (http://www.fundacioncarolina.es/) tem bolsas de pós-graduação, doutorado e pós-doutorado só na Espanha, mas que contemplam diversas áreas de atuação.