Carreiras promissoras com curso técnico
Débora Zanelato
Carreiras promissoras com curso técnico

Hoje em dia, áreas como construção são muito procuradas pelo sexo feminino
Foto: Getty Images

Você não precisa de faculdade para ter um emprego melhor. É o que mostra uma pesquisa da Manpower, multinacional de recursos humanos, que revelou quais são os profissionais mais procurados pelas empresas: técnicos das áreas de operação, manutenção, produção e engenharia. ''Hoje, faltam técnicos no mercado'', diz Pedro Guimarães, diretor comercial da empresa. Vale lembrar que os cursos para se profissionalizar duram, em média, dois anos e têm alta empregabilidade: ''O índice de formados empregados é de 82,8%'', revela João Ricardo Santa Rosa, do Senai-SP.

Confira quais são as profissões mais promissoras que só exigem nível técnico e os cursos para você se inserir no mercado de trabalho com agilidade.


Telecomunicações

O que faz? - Auxilia engenheiros na implantação de sistemas de comunicação móvel e também faz manutenção de centrais de telefonia. O profissional ainda pode dar consultoria sobre produtos para diversas empresas.

O curso - Nele, você aprende inglês, tem aulas de desenho, informática e eletrônica. Além de técnicas de planejamento, desenvolvimento, implantação, operação e manutenção de sistemas.

Pré-requisitos - Habilidade manual, coordenação motora e manter-se sempre atualizada.

Onde atuar - Empresas de telefonia, informática e de equipamentos eletrônicos ou telecomunicações.


Têxtil/Vestuário

O que faz - Controla as operações de elaboração das misturas, tingimento, estamparia ou impermeabilização. Também participa da tecelagem, controlando equipamentos ou teares manuais.

O curso - Explora os processos de fiação, tecelagem, fibras têxtis e tecnologias específicas de acabamento, análise de tintura, etc. Há ainda aulas de desenho na grade curricular.

Pré-requisitos - É preciso ter habilidade para trabalho em equipe e espírito de liderança.

Onde atuar - Confecções, estamparias e tinturarias.


Eletricidade

O que faz - Instalações elétricas em diversas etapas de geração, transmissão ou distribuição. Planeja métodos para desenvolver sistemas elétricos e também pode supervisionar a transmissão e distribuição de eletricidade, manutenção e inspeção.

O curso - Ensina sobre circuitos, eletricidade, técnicas de manutenção e gestão, entre outros.

Pré-requisitos - Concentração e atenção, pois muitas atividades são consideradas de alto risco.

Onde atuar - Concessionárias de energia elétrica, empresas de telefonia e prestadoras de serviços de instalação e manutenção elétrica.


Construção Civil

O que faz - Trabalha em conjunto com engenheiros civis, eletricistas e agrimensores (que medem as propriedades). Ainda supervisiona a execução de obras, providenciando suprimentos e serviços necessários.

O curso - Aborda normas, métodos e procedimentos para a construção civil. Também oferece aulas de desenho de construção civil, leitura e interpretação de projetos.

Pré-requisitos - É necessário saber trabalhar em equipe e ficar atenta às normas de higiene, saúde e segurança no trabalho.

Onde atuar - Construtoras e indústrias de materiais para construção, laboratórios de pesquisa e desenvolvimento.


Confira, na próxima página, a média salarial dos empregos citados nesta reportagem e onde você pode estudar.