Como guardar dinheiro para fazer uma festa de casamento

Com muita disciplina, é possível equilibrar seus gastos e planejar uma grande festa de casamento - como você sempre sonhou

Escrito por

Redação M de Mulher

Atualizado em 04/05/2011 em

Women's Health

um conteúdo de

Como guardar dinheiro para fazer uma festa de casamento
Marcella Centofanti
Como guardar dinheiro para fazer uma festa de casamento

O melhor caminho para economizar é guardar o dinheiro da festa numa conta conjunta
Foto: Dreamstime

Já se foi o tempo em que os pais da noiva pagavam a festa (se a sua sogra pensa à moda antiga, lembre-a que a contrapartida era o marido sustentar a mulher pelo resto da vida. Vamos ver se ela não muda de ideia rapidinho...). Na era dos casamentos-espetáculo, é cada vez mais comum que os próprios noivos banquem a festa. "Nesse caso, o ideal é fazer uma conta conjunta, na qual o casal contribua com uma porcentagem de seu rendimento", afirma o educador financeiro Pedro Braggio, de São Paulo. Caso os noivos morem com os pais, estão no melhor cenário para poupar - nos cálculos de educadores financeiros, podem economizar até 50% do salário. Se têm casa própria, a recomendação é guardar 20%.

Durante o tempo em que juntam as economias para realizar o sonho de se casar com uma festona, você e seu noivo, por certo, terão de enxugar despesas. Mas cuidado: ajustar as finanças não significa virar mão de vaca. "A primeira coisa que as pessoas cortam é o lazer. Isso é um erro, porque depois de uns meses ficam estressadas e deprimidas", afirma Braggio. Imagine você e seu futuro marido um ano recusando convites para bares e restaurantes, passando o fim de semana comendo pipoca e assistindo a TV aberta. Ninguém merece. Encontre um meio-termo para que, ao fim de um ano, vocês possam subir ao altar felizes, não amargurados.

Além de poupar o dinheiro, há mecanismos para reduzir as despesas - em se tratando de matrimônio, um docinho de 50 centavos pula para 2,50 reais. Para conseguir os melhores fornecedores, agende a data com um ano de antecedência. De preferência, pague-os à vista. "Você consegue descontos de até 10% ou benefícios como um buquê de flores ao fechar a decoração da igreja", afirma a consultora de casamentos Marcia Coelho, da Marriages, em São Paulo. Outra dica é manter o foco naquilo que é mais importante para você e seu amado. "Se os noivos fazem questão de uma banda incrível, devem investir na atração musical e, por exemplo, economizar nas despesas do bufê", diz ela.