10 mitos e verdades sobre sexo

É ovo de codorna afrodisíaco, é esperma que hidrata a pele... Tem todo tipo de mitologia erótica. A gente responde: falso ou verdadeiro?

É verdade: homens gostam de dormir após o sexo por causa da sensação de bem-estar
Foto: Getty Images

1. Pés, mãos e/ou nariz grandes, pênis idem
Mito. Nenhuma parte do corpo masculino indica a dimensão do pênis. ”Os tamanhos da mão, do pé e do pênis são determinados por genes diferentes”, explica Eliano Pellini, chefe do setor de Saúde e Medicina Sexual da Faculdade de Medicina do ABC. As extremidades do corpo são influenciadas pelo hormônio do crescimento, que pode ser consumido via medicamentos. O tamanho do pênis depende principalmente da quantidade de sangue que ele consegue absorver, predeterminada pela genética. Ou seja: essa história de que existem produtos para aumentar o dito cujo é puro mito.

2. Homens gostam mais de sexo
Mito. Gosto é algo extremamente subjetivo. ”Uma pessoa pode transar pouco, mas gostar bastante de sexo. E vice-versa”, explica a sexóloga Ana Canosa. Há a impressão de que eles gostam mais da atividade sexual porque a ala masculina é educada para manifestar desejo sempre que possível, como forma de reafirmar a virilidade. 

Já a mulherada é incentivada a não expressar seus anseios sexuais, muito menos em voz alta. Mas o equívoco de achar que os rapazes têm maior pendor para a coisa também tem raízes biológicas: ”Os homens só precisam de um incentivo visual para se excitar. O tesão feminino depende de fatores emocionais e hormonais”, esclarece Amaury Mendes Júnior, ginecologista e terapeuta da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana. 

Nas mulheres, a vontade de transar é diluída. O pico ocorre durante a ovulação – e diminui no pe-ríodo menstrual. Para quem afirma que eles gostam mais de sexo porque têm mais testosterona do que elas, um lembrete: há homens que apresentam níveis de testosterona mais altos do que outros. Nem por isso, gostam mais de transar.

3. Esperma faz bem para a pele
Mito. Nenhuma pesquisa científica atesta eventuais benefícios do contato do esperma com a pele. Então, não se anime com a ideia de que seu namorado tem uma fábrica de cosméticos dentro da cueca. Segundo a dermatologista Maria Elisa Bianchi, a crença apareceu porque o líquido seminal contém vitamina C, enzimas, cálcio, potássio, zinco, ácido cítrico, frutose e açúcar, substâncias que permitem que os espermatozoides cheguem até o óvulo. 

Vale lembrar que sexo oral transmite doenças. Portanto, camisinha! E, aviso às mais neuróticas: uma colher de chá contém 20 calorias. Melhor comer logo um biscoito de maisena. Ou não…

4. Solteiros fazem mais sexo do que casados
Mito. Embora a frequência sexual de um casal tenda a cair com o passar dos anos, ela ainda é maior do que a dos solteiros. A pesquisa Sexualidade dos Brasileiros – feita pelo Datafolha com 1.888 pessoas entre 18 e 60 anos – mostra que 24% dos casados fazem sexo todos os dias contra 12% dos solteiros. O raciocínio é simples: os descomprometidos podem até ter mais liberdade, mas precisam esforçar-se mais para conseguir sexo.

5. Amendoim e ovo de codorna são afrodisíacos
Mito. Não há comprovações científicas de que amendoim, ovo de codorna ou qualquer outro alimento ajam diretamente no desejo sexual. O que há de fato são alimentos que melhoram aspectos fisiológicos, como a melhora de fluxo sanguíneo, contração muscular ou regulação de hormônios sexuais. Por tabela, contribuem para a saúde sexual, como um todo. ”O ovo de codorna não possui nenhum nutriente que interfira nos aspectos fisiológicos. O amendoim é rico em argenina e vitamina E, que agem como vasodilatadores, além do zinco, que melhora a síntese de estrogênio e testosterona”, explica Roseli Rossi, diretora da Clínica Equilíbrio Nutricional e especialista em nutrição química e fitoterapia funcional.

6. A posição que mais facilita o prazer feminino é: por cima
Meia verdade. A posição não é garantia absoluta de orgasmo. ”Nela, a mulher fica livre para estimular o clitóris com a mão e controlar o vaivém da forma que mais lhe agrada. E também se sente no domínio da situação”, diz Carla Cecarello, coordenadora do Projeto Ambulatório da Sexualidade.

7. Mulher não gosta de sexo anal; homens adoram
Mito. Segundo a pesquisa Sexualidade dos Brasileiros, 57% das entrevistadas são admiradoras da prática. Por muito tempo, o sexo anal foi visto como coisa vulgar, o que até hoje impede que algumas mulheres assumam o gosto pela coisa. ”Muitas só praticam com quem julgam ser o príncipe encantado, como se guardassem parte de sua virgindade para um cara especial”, diz a sexóloga Ana Canosa. 

Os especialistas lembram que a modalidade pode ser extremamente prazerosa. ”E até amplificada, se o homem estimular o clitóris da parceira”, explica José Domingos Borges, ginecologista do Hospital Nove de Julho. Mas é sempre bom tomar os devidos cuidados: camisinha e lubrificante.

8. Todo homem fantasia fazer sexo com duas mulheres
Quase verdade. ”A maioria dos homens sonha transar com duas mulheres ao mesmo tempo”, diz a sexóloga Jaqueline Blender. A fantasia recorrente tem lá suas razões: demonstrar virilidade ao satisfazer mais de uma parceira ou até ter o prazer estético de ver duas mulheres juntas. ”Poucos homens a transformam em experiência real porque há o medo de não dar conta das duas mulheres”, explica Jaqueline.

9. Grávidas e mulheres menstruadas ficam taradas
Nem mito, nem verdade. A vontade de transar nesses dois estados muda de mulher para mulher. Grávidas têm maior vasocongestão pélvica, o que aumenta a irrigação sanguínea nos genitais, facilita a excitação e pode provocar orgasmos mais intensos. 

Algumas mulheres veem a gestação como o auge de sua feminilidade e isso aumenta o tesão. Mas a gravidez traz mudanças hormonais. ”Nessa fase, ocorre um aumento da progesterona, hormônio que permite que o útero possa receber o embrião e seu desenvolvimento. Em contrapartida, essa substância deixa a mulher com a libido em baixa”, explica Alexandre Pupo, ginecologista do Hospital Sírio Libanês. Nos primeiros meses, muitas passam mal, têm receio que o sexo possa provocar algum problema no feto e preferem diminuir o ritmo sexual. 

Já no período menstrual, a progesterona e o estrogênio – hormônio que atua na sensação de bem-estar e no apetite sexual -, caem. Por isso, algumas mulheres ficam mais sensíveis e preferem um chamego a uma transa cinematográfica. Há também as que acham meio anti-higiênico ter relações durante o fluxo. Mas existem as que aproveitam que as probabilidades de engravidar são mínimas – e transam muito!

10. Homens gostam de dormir após o sexo
Verdade. Depois do gozo, há uma descarga no organismo de ocitocina, hormônio que promove a sensação de bem-estar, acentua o vínculo afetivo e ajuda no relaxamento muscular. O sangue sai totalmente do pênis, enquanto a pelve demora um pouco mais para se esvaziar. Por isso, os homens relaxam mais rápido – e as mulheres ainda têm possibilidades de ter mais um orgasmo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s