12 posições sexuais possíveis para inovar na transa

As opções envolvem todas as formas de casais e os diferentes tipos de sexo: oral, anal e vaginal.

Acessórios eróticos, como vibradores, pulsadores e capas penianas, são ótimas opções para aumentar o prazer. Só que existem outras formas de alcançar o orgasmo e que não exigem nenhum sex toy: as variações das posições sexuais.

Só que é importante ter em mente que não estamos falando de movimentos que são impossíveis de fazer, por exigirem uma elasticidade que está além da normal.

Por isso, escolhemos 12 posições inspiradas no livro “Posição do dia  sexo todo dia, só a posição varia”, das autoras Emma Taylor e Lorelei Sharkey, publicado no Brasil pela Editora Rocco. A obra ajuda na hora de inovar, mas também arranca boas risadas com os nomes dados às posições.

Confira:

1. O Túnel do Amor

Que tal inverter e ficar de costas para o parceiro? A posição é uma boa ideia para quem gosta da ideia de ter quatro apoios, pois cada perna fica apoiada em um lado do quadril do companheiro e os dois braços também ficam perfeitamente apoiados na cama (ou no chão). Esse jeito de transar é ideal para quem gosta de controlar a intensidade da penetração.

 (Posição do dia - Sexo todo dia, só a posição varia / Júlia Vicheti/MdeMulher)

2. Fusão Corporativa

No livro feito por Emma e Lorelei, essa posição é praticada por dois homens, o que significa que a ideia é usá-la para o sexo anal – mas também pode funcionar para a penetração vaginal. Outra ideia interessante é usar uma cadeira com rodinhas (de escritório), para que seu parceiro se movimente enquanto você fica parada.

E até mesmo duas mulheres podem se divertir dessa forma. Uma opção é o uso da cinta com um pênis para a penetração. Outra ideia é a fricção da nádega no clitóris da mulher que está sentada na cadeira, enquanto que ela, por sua vez, usa os dedos para estimular a parceira.

 (Posição do dia - Sexo todo dia, só a posição varia / Júlia Vicheti/MdeMulher)

3. Olá, enfermeira

Essa ideia de que o homem deve controlar toda a movimentação sexual está mais ultrapassada do que nunca e essa posição é a prova disso. Com essa pose, o ideal é que o parceiro fique deitado de barriga para cima, com as pernas entreabertas e os pés apoiados em uma cadeira ou em um puff à frente. Isso ajuda ele a conseguir inclinar o corpo para cima para penetrar a mulher que está posicionada entre as pernas dele.

 (Posição do dia - Sexo todo dia, só a posição varia / Júlia Vicheti/MdeMulher)

4. Só as cachorras

E quem disse que é só de penetração que é feito o sexo? Um oral também vai muito bem, obrigada! Como a ilustração mostra, a posição conversa perfeitamente com quem gosta de manter as pernas bem afastadas para que a parceira consiga estimular o clitóris e toda a região da vulva com a língua. Além disso, se você gostar, um beijo grego também fica mais fácil desse jeito!

Mais uma vez, vale lembrar que a posição original foi inspirada em duas mulheres, mas isso não significa que o momento não possa acontecer entre um casal heterossexual. Afinal, quando o assunto é sexo, o que vale é se sentir confortável com a situação e querer estar vivendo aquele momento.

 (Posição do dia - Sexo todo dia, só a posição varia / Júlia Vicheti/MdeMulher)

5. Contracorrente

Pelo visto, inverter a situação está com tudo quando o intuito é se aventurar nas variações das posições sexuais. Deitados de lado, a ideia é que a mulher fique com a cabeça próxima aos  pés do parceiro. Essa posição é ideal para que quem gosta de ser estimulada através do ânus.

 (Posição do dia - Sexo todo dia, só a posição varia / Júlia Vicheti/MdeMulher)

6. Submissão impossível

A pergunta que não quer calar é: por que não trabalhar com diferentes níveis de altura para ter mais prazer? Dentro do livro de Emma e Lorelei, essa posição acontece entre um casal heterossexual, mas isso não é uma regra.

Como o objetivo é se expor às diferentes possibilidades, essa forma de transar pode ser aproveitada de várias maneiras. Se a vontade é não usar nenhum brinquedo sexual, a posição permite a fricção das genitais na perna da parceira. Agora, se os sex toys são bem-vindos, um vibrador pode ser colocado entre vocês para que ambas sejam estimuladas ao mesmo tempo ou uma cinta com prótese de pênis pode ser usada para a penetração.

7. Massinha de modelar

Você já sentiu que um dos melhores jeitos para transar era com a perna esticada? Então essa posição é para você. Em uma superfície plana, a intenção é que você deite com o tronco apoiado na base e as pernas fiquem escoradas no corpo do parceiro.

Mais uma vez, as mãos (suas ou do outro!) podem ser usadas para estimular a região clitoriana enquanto acontece a penetração. Vale também acariciar os próprios peitos ou tocar sexualmente qualquer região que esteja ao alcance dos braços de cada um. Por estarem de frente um para o outro, o contato visual também não se perde (aliás, ganha-se e muito!).

 (Posição do dia - Sexo todo dia, só a posição varia / Júlia Vicheti/MdeMulher)

8. Mão cheia

Como o nome dá a entender, as mãos não ficam paradas quando a posição escolhida é essa. Junto com a penetração feita pelo parceiro posicionado com o peitoral próximo as suas costas, os dedos são usados para estimular a região do clitóris – e quando falamos “região” é exatamente porque as extremidades do órgão feminino é maior do que as pessoas imaginam. Portanto, quanto mais ele é estimulado com os dedos, mais impulsos a mulher sente. A posição também pode ser ideal para quem quer optar pelo sexo anal.

 (Posição do dia - Sexo todo dia, só a posição varia / Júlia Vicheti/MdeMulher)

9. O saco de dormir

Originalmente, essa posição é associada a casais heterossexuais, mas nada que uma boa adaptação não resolva. Com um belo apoio na perna que facilita a penetração, um vibrador ou uma prótese podem ser usados.

Além disso, essa posição é ótima para mulheres que gostam de friccionar a genital na perna da parceira. Para fazer isso, você deve ser a pessoa que apoia o pé no chão – e a posição possibilita que o clitóris da sua companheira seja estimulado com a mão.

 (Posição do dia - Sexo todo dia, só a posição varia / Júlia Vicheti/MdeMulher)

10. Tirando a temperatura

É sexo oral e beijo grego que você quer, @? Então aposta nessa posição! Junto com o estímulo feito com a boca, a mão pode ser usada pela parte de frente para alcançar o clitóris e fazer com que a parceira alcance o orgasmo ainda mais intensamente!

Como a ilustração mostra, a primeira variação da posição é com as pernas estendidas entre as da parceira (ou parceiro). Mas outra opção é colocar as pernas por fora do corpo de quem estiver sentado(a). Isso ajuda a deixar as genitais e o ânus mais expostos e, quem sabe, a chegar num orgasmo mais intenso.

 (Posição do dia - Sexo todo dia, só a posição varia / Júlia Vicheti/MdeMulher)

11. O pufe-fuque

As atualizações de fetiche de transar em escritórios foram atualizadas com sucesso! Brincadeiras (ou não!) à parte, essa posição trabalha mais uma vez com as diferenças de altura. Nessa posição, o foco é a penetração, portanto, vale o uso dos sex toys para quando o momento acontecer entre duas mulheres.

12. Enchendo pneu

As opções parecem infinitas para quem gosta das pernas para o alto na hora da penetração. O diferencial dessa posição é que, por estar com um dos pés no chão, seu parceiro terá mais facilidade para fazer o movimento da penetração – e isso é ótimo se você quiser dar as coordenadas certas de como gosta de ser penetrada.

Entre duas mulheres, com uma prótese de pênis ou vibrador posicionado entre vocês duas, junto o movimento de cima para baixo feito por quem está de pé, a estimulação está garantida até que o orgasmo chegue.

 (Posição do dia - Sexo todo dia, só a posição varia / Júlia Vicheti/MdeMulher)

☆ Será que seu signo tem a ver com o signo do crush? Entenda o que é e do que fala a sinastria ☆