6 posições perfeitas para fazer sexo anal sem sentir dor

Alyne Meirelles, diretora da ABRASEX, explicou o porquê dessas seis posições serem indicadas para quem quer tentar a penetração anal pela primeira vez.

“Tem que saber fazer!”. Essa frase é muita usada quando o assunto é sexo anal e a verdade é que ela não está errada. Algumas técnicas são realmente imprescindíveis para uma penetração anal prazerosa e sem dor, como posições específicas que ajudam as mulheres a controlarem o ritmo da entrada e saída do pênis e alcançar o orgasmo.

Antes de conhecer detalhadamente quais posições ajudam na hora penetração anal, é preciso entender que a posição de quatro não é indicada para quem está começando. Diferente do que o pornô vende, os quatro apoios com a abertura total do ânus são aconselhados apenas para quem já tem prática, pois permite uma penetração profunda.

Como alerta a diretora da Associação Brasileira dos Profissionais de Saúde, Educação e Terapia Sexual (ABRASEX), Alyne Meirelles, existe um passo a passo para que a introdução do pênis no ânus não doa e seja prazerosa. Para começar, é importante saber que a abertura da região é controlada por dois anéis chamados de esfíncteres, no qual o primeiro é aberto conscientemente e o outro precisa do estímulo correto.

A dica de Alyne é uma massagem na região para que ela possa se acostumar com a ideia da penetração e, também, o uso do plug anal com bastante lubrificante – produto necessário, porque o ânus não tem lubrificação natural. “A introdução de um plug anal pequeno pode ser interessante para ir acostumando e relaxando a musculatura enquanto vocês brincam em outras partes do corpo. Uma boa dica é fazer uma massagem no bumbum, subindo para as costas, voltando para baixo, passando pelas partes internas das coxas até chegar novamente no ânus”.

A especialista também pontua que, caso você não seja adepta dos brinquedos sexuais, os primeiros estímulos e penetrações podem ser feitos com os próprios dedos, de forma gradativa, até que a mulher esteja relaxada o suficiente para a introdução do pênis. O que não pode ser deixado de lado em nenhum momento é o uso do lubrificante. O mais indicado é o feito a base d’água, pois ele não altera o pH do ânus, não estraga os sex toys e não danifica a camisinha.

Com todos esses detalhes em mente, o MdeMulher pediu para que Alyne indicasse e explicasse seis posições que facilitam quem quer tentar o sexo anal pela primeira vez – com o prazer garantido e sem nenhuma dor. Segundo a especialista, as posições sugeridas – que você vê a seguir – foram inspiradas no Kama Sutra.

A Colher

 (Kama Sutra/Júlia Vicheti/MdeMulher)

Conhecida também por conchinha, Alyne ressalta que essa é a posição mais indicada para a mulher que está tentando o sexo anal pela primeira vez. O motivo disso é que, dessa forma, fica mais fácil controlar a profundidade da penetração de acordo com a proximidade dos joelhos no peito.

Caso a mulher queira que a entrada do pênis seja mais profunda, ela deve posicionar os joelhos à altura do peito para que a abertura anal seja maior. Porém, se o desejo for uma penetração menos profunda, a ideia é ficar com as pernas levemente dobradas ou até mesmo retas.

Lótus

 (Kama Sutra/Júlia Vicheti/MdeMulher)

Ainda que a posição possa parecer comum para a penetração vaginal, ela tem um detalhe que faz toda a diferença no sexo anal. Como explica Alyne, o movimento é perfeito para apoiar os pés na cintura do parceiro e controlar a frequência com que o pênis entra no ânus.

Outro detalhe importante para respeitar a intensidade com que a mulher quer ser penetrada é o apoio do parceiro na superfície em que a transa está acontecendo. Isso faz com que a mulher não seja pressionada com o peso de quem está penetrando-a e o movimento seja cauteloso no geral.

Na ilustração original do Kama Sutra, essa posição é praticada por um casal heterossexual. Mas um casal de mulheres também pode se divertir com a ideia. Além do uso dos dedos e do plug anal, é comum a escolha por uma cinta peniana. Inclusive, alguns modelos permitem a estimulação das duas parceiras ao mesmo tempo. Isso significa que, enquanto uma das mulheres é penetrada, a outra tem o clitóris estimulado através de sucção – feita por uma abertura interna do brinquedo sexual – toda vez que o pênis entra no canal vaginal da outra mulher.

Quero Massagem

 (Kama Sutra/Júlia Vicheti/MdeMulher)

Mesmo que a posição de quatro não seja indicada para quem está começando a se aventura no sexo anal, isso não significa que ficar de bruços não seja uma boa pedida para o momento. Como explica Alyne, essa posição faz com que bumbum fique apenas levemente empinado, o que reduz a profundidade da penetração.

A especialista também já deixa um conselho para a experiência ficar ainda mais íntima: “como o próprio nome da posição diz, o homem pode fazer uma massagem na parceira”. Isso é fácil de ser colocado em prática já que a pessoa que está por cima pode apoiar as mãos nas costas da mulher que está sendo penetrada. Também vale pedir para o parceiro – ou parceira – masturbá-la com os dedos enquanto estiver penetrando-a. Tudo para ter mais prazer, né?

A União do Carangueijo

É ficar bem coladinho que você quer, @? Como o desenho mostra, nessa posição o contato físico está mais garantido do que nunca. Isso porque a ideia principal da posição é ficar deitada em cima de quem a está te penetrando, com o apoio das mãos e dos braços na superfície em que vocês estão transando – para controlar a intensidade.

Com a proximidade intensa, isso abre espaço para outras carícias – não tenha medo de pedir, ok? Se gostar e quiser, o parceiro pode segurá-la pelo cabelo enquanto você controla a entrada e saída do pênis no ânus. Além disso, ele pode estimular seus seios caso isso dê mais tesão em você.

União da Borboleta

 (Kama Sutra/Júlia Vicheti/MdeMulher)

“Olho no olho, muita sinergia e sedução”, é assim que Alyne descreve essa posição. Isso é possível porque, como a ilustração mostra, a mulher fica de frente para o(a) parceiro(a) e controla a profundidade da entrada do pênis com o apoio das mãos nas pernas dele ou no “chão”.

Mais uma vez, como a mulher fica responsável pelo ritmo da penetração, o parceiro pode se dedicar a usar as mãos para outros estímulos, como acariciar os seus seios e tocar o seu clitóris. Vale reforçar que o diálogo é sempre bem-vindo na hora do sexo, para que vocês deixem bem claro do que gostam.

A Amazona

 (Kama Sutra/Júlia Vicheti/MdeMulher)

Essa posição é perfeita para quem sente ainda mais tesão quando o estímulo visual está envolvido na transa. “O homem terá uma visão do seu bumbum e das suas curvas, enquanto que você poderá cavalgar à vontade, controlando a profundidade e pressão da penetração”, enfatiza Alyne.

Esse controle acontece principalmente porque as mãos de quem está por cima ficam apoiadas nas pernas do(a) parceiro(a) ou no “chão”. Com isso, as subidas e descidas ficam totalmente a critério de quem está sentada no pênis – mas pode pedir para o parceiro segurá-la pela cintura, caso seja algo que te excite.

☆ Pedras, cristais e rituais de proteção: saiba como usar ☆