7 filmes picantes para assistir a dois (ou a duas) na Netflix

Depois de um jantarzinho romântico, que tal um filme para deixar tudo ainda mais quente no final de semana?

Alô, final de semana? Se você e o mozão – ou mozona – gostam de curtir o clima esquentando embaixo das cobertas e com a Netflix ligada, essa matéria foi feita especialmente para vocês.

Separamos sete filmes disponíveis na plataforma de streaming que são regados a cenas picantes e prometem entretê-los do começo ao fim. E para deixar a escolha mais fácil, aqui está um resumo de cada produção junto com o trailer.

Confira:

1. Newness

Em um tradução livre, o nome do longa seria “Novidade” e não é por acaso. O filme traz conta a história de um casal que se conhece pessoalmente depois de um match em um aplicativo. Só que entre as idas e vindas de um relacionamento que está começando, eles optam por se desvencilhar da ideia de uma relação monogâmica e abrem a intimidade.

Ainda que a trama mostre os empecilhos que um relacionamento aberto pode enfrentar, toda a sensualidade do filme fica com os fetiches que o casal tem de ver o outro se envolvendo sexualmente (ou quase lá!) com terceiros.

Ainda há o bônus de o ator principal da história ser o Nicholas Hoult, que atuou em filmes como “Mad Max”, “Meu Namorado é um Zumbi” “X-Men: Dias de um Futuro Esquecido”.

2. Amar

Conhecida por “A Casa de Papel” e “Elite”, María Pedraza interpreta Laura em um par romântico com Carlos (Pol Monen).. Na trama, eles são dois adolescentes de apenas 17 anos, que vivem intensamente os desejos do primeiro amor.

Em meio as cenas calorosas entre eles, os questionamentos desse primeiro contato com um sentimento tão intenso começam a surgir e a levar a relação para um outro caminho. 

3. Duck Butter

Intenso. É com esse adjetivo que o longa poderia ser definido. Isso porque Naima (Alia Shawkat) e Sergio (Laia Costa) são duas jovens que decidem viver a experiência de transar de uma em uma hora por 24 horas, com muita conversa sincera entre um intervalo e outro.

Como o trailer mostra, um dia é o suficiente para que cada transa seja memorável e a experiência elucide como um relacionamento de anos pode ser. Haja talento, viu?!

4. Como Planejar uma Orgia em uma Cidade Pequena

Com uma boa dose de comédia, o longa conta a história de Cassie Cranston (Jawel Staite), que volta à cidade natal para o funeral da mãe e acaba recebendo um convite inusitado.

Essa proposta é a de ajudar os companheiros antigos de escola a planejar uma orgia – já que atualmente ela assina uma coluna de sexo.

O longa promete ser uma jornada interessante pelos diferentes motivos que levam as pessoas a fazer uma orgia, com boas risadas garantidas.

5. A Criada

Ambientado em 1930, período em que japoneses ocuparam a Coreia, “A Criada” conta a história de Lady Hideko (Min-hee Kim) e Sook-Hee (Tae-ri Kim). Hideko é uma jovem controlada pelo tio em uma propriedade rural da família.

No começo da história, Sook-Hee é contratada como ajudante da sobrinha, só que o que ninguém sabe é que esse trabalho não passa de um disfarce para seduzir Hideko, roubar sua fortuna e interná-la em um hospício. Entretanto, o que ela não esperava era que uma paixão surgisse entre as duas.

6. Carol

Lançado em 2015, o filme traz como título o nome de uma das personagens centrais: Carol Aird (Cate Blanchett). Em uma coincidência do destino, ela conhece Therese Belivet (Rooney Mara) enquanto procura por um brinquedo de Natal para a filha na loja em que Therese trabalha.

Como o trailer mostra, Carol chama a atenção de Therese e um belo jogo de sedução começa a partir do elogio da personagem de Cate sobre a toca natalina vestida pela funcionária da loja. Só que a situação não se desenrola tão facilmente, porque Carol está se divorciando de Harge (Kyle Chandler) no meio do caminho – e, obviamente, ele tenta dificultar a vida das duas.

Além das cenas de sexo, o clima picante do filme é totalmente dominado pelo flerte entre as personagem, com sorrisos, frases de duplo sentido e muita química entre as atrizes.

7. The Feels

Em tom cômico, a trama conta a história de Angela Trimbur e Constance Wu como Lu e Andi, respectivamente. Elas estão prestes a trocar as alianças e organizam uma festa no campo entre amigos a là despedida de solteiros, com muita bebida e ectasy, para comemorar. Só que o problema é que no meio de toda a diversão, a personagem de Angela deixa claro que nunca teve um orgasmo na vida.

Entre cenas divertidas (e quentes), a trama questiona todo o tabu que existe ao redor do orgasmo feminino e as várias possibilidades de alcançá-lo.