9 posições fáceis e criativas para inovar no sexo oral

Você gosta de ser chupada? Então vem cá que a gente tem umas dicas de como deixar as coisas ainda mais interessantes.

Penetração vaginal, anal, masturbação… Os diferentes jeitos de alcançar um orgasmo são bem variados e entre eles está o sexo oral. Como o nome dá a entender, a ideia é sentir prazer com estímulos feitos pela boca do parceiro (ou parceira!). E um jeito de deixar esse tipo de transa ainda mais interessante é variar as posições sexuais.

Para ajudar você nessa missão, separamos nove jeitos de inovar na hora H. A ideia é que essas posições sejam diferentes, mas fáceis de fazer, pois ninguém precisa ter uma elasticidade fora do comum para conseguir viver novas experiências sexuais.

As posições que a gente mostra aqui foram tiradas dos livros “Posição do dia  sexo todo dia, só a posição varia”, das autoras Emma Taylor e Lorelei Sharkey (Editora Rocco) e Kama-Sutra do Sexo Oral”, de Alicia Gallotti (Editora Planeta). 

Confira:

1. Quebra queixo

Diretamente do livro de Emma e Lorelei, essa posição é para quem gosta da sensação de colocar as pernas para cima e poder abri-las conforme preferir – e sentir prazer. Para facilitar as coisas, a ideia é colocar uma almofada ou um travesseiro na região lombar para que seja mais simples de se manter dessa forma até que o orgasmo seja alcançado.

A posição também é uma boa pedida para quem gosta do estímulo com os dedos ao mesmo tempo em que o oral é feito. Isso porque as mãos do parceiro ficam livres para variar entre se apoiar para conseguir mudar a frequência do contato da língua com as genitais e também para tocar diferentes partes do corpo da parceira.

Além de ter muito prazer, desse jeito também é possível estimular quem está fazendo o sexo oral em você. Isso pode ser feito com as mãos ou ainda com a própria boca, caso a pessoa fique com as pernas posicionadas ao redor da sua cabeça. Criatividade é aquele toque perfeito para um bom sexo!

 (Posição do dia – sexo todo dia, só a posição varia/ Júlia Vicheti/MdeMulher)

2. Quebra queixo invertido

Parecida com a anterior, essa posição também é para quem gosta das pernas para o ar. Só que ela tem um detalhe interessante: com o parceiro posicionado próximo às suas costas, mais regiões podem ser estimuladas oralmente. Além de todas as extremidades da vulva, o momento pode ser ideal para um beijo grego – o sexo oral no ânus.

Com apoios mais fixos nessa posição, as mãos dele(a) podem ficar livres para masturbá-la ao mesmo tempo em que o sexo oral é feito. Além disso, outras áreas erógenas podem ser tocadas, como a parte interna das coxas e os seios. Também vale lembrar que, para quem gosta de se aventurar com brinquedos sexuais, uma opção diferente é o uso de um vibrador para complementar os estímulos orais.

 (Posição do dia – sexo todo dia, só a posição varia/ Júlia Vicheti/MdeMulher)

3. Beijo grego de quatro

Na ilustração original do livro “Kama Sutra do Sexo Oral”, essa posição traz um homem recebendo um beijo grego. Só que é importante lembrar que quando o assunto é prazer não existe regra e a inversão dos papéis na ilustração é exatamente para mostrar que o contrário é totalmente possível – inclusive porque essa posição é super fácil de ser colocada em prática, né?

A ideia é que a pessoa que está recebendo o sexo oral fique de quatro na frente e abra os braços e pernas como preferir para sentir mais prazer. Os diferentes níveis dos quatro apoios são interessantes para entender como os movimentos do próprio corpo são capazes de ajudar a ter um bom orgasmo.

Com as pernas mais fechadas, você pode estimular o clitóris através da fricção entre as pernas. Já com elas bem abertas, o parceiro – ou parceira – terá mais facilidade de estimular as suas genitais – com as mãos ou com a boca.

 

 (Kama-Sutra do Sexo Oral/ Júlia Vicheti/MdeMulher)

4. Só as cachorras

Como explicamos no item anterior, os diferentes níveis na hora de transar são apostas super válidas para alcançar o orgasmo de maneiras variadas. Nessa posição a ideia é ficar de costas para o parceiro(a), mas com as pernas bem esticadas para que a pessoa se encaixe perfeitamente entre elas e a estimule com a língua da forma mais prazerosa possível.

A ilustração também mostra que o joelho de quem está sentado pode ficar em contato com os seios de quem está recebendo o sexo oral. Isso pode ser um jeito de tocá-los suavemente enquanto as mãos pressionam as nádegas da parceira ou ainda incitam a região genital com os dedos.

 (Posição do dia – sexo todo dia, só a posição varia/ Júlia Vicheti/MdeMulher)

5. Na mosca

É fã de ficar por cima na hora da transa? Essa posição é especialmente para você! A ideia é se ajeitar como se estivesse sentada no rosto de quem está fazendo o sexo oral, mas com o cuidado de se inclinar um pouco para frente enquanto as pernas ficam afastadas. Isso ajuda a deixar toda a região da vulva exposta e também faz com que você não sufoque quem está por baixo.

Essa posição é perfeita para que o parceiro(a) toque seus seios e é possível que ele(a) estimule as suas genitais manualmente – com mais ou menos facilidade, dependendo da sua inclinação. Por cima, você também tem acesso às genitais dele – ou dela -, tanto com as mãos quanto com a boca. Ou seja, essa posição pode facilmente virar um 69.

Ah, outra vantagem dessa posição é que você pode controlar o movimento de vai-e-vem com total facilidade – e ainda rebolar, se quiser.

 (Posição do dia – sexo todo dia, só a posição varia/ Kama-Sutra do Sexo Oral/ Júlia Vicheti/MdeMulher)

6. Na mosca invertida

Uma variação da versão anterior, essa posição traz a mesma ideia de sentar em cima do rosto da pessoa que está fazendo o sexo oral. Só que o detalhe aqui é o apoio invertido, com os abraços apoiados atrás da cabeça do parceiro(a), enquanto as pernas continuam ao redor da cabeça dele(a).

Aqui, a vantagem em relação à posição anterior é o fato de que você tem a possibilidade de olhar para o o rosto do parceiro(a) enquanto está sendo chupada – e isso pode ser bem excitante, não é mesmo?

 (Posição do dia – sexo todo dia, só a posição varia/ Kama-Sutra do Sexo Oral/ Júlia Vicheti/MdeMulher)

7. Com o banco para ajudar

Diferentes apoios também são bem-vindos quando o assunto é se jogar em novas posições. Aqui a ideia é que um banco (ou uma cadeira) seja usado para que você fique com a região da vulva exatamente na linha do rosto de quem estará ajoelhado na sua frente.

Ao colocar uma das pernas – ou as duas – sobre quem está performando o oral, você deixará suas genitais mais expostas, facilitando muito as coisas. Outro detalhe é que, de todas as posições citadas aqui, essa é a mais perfeita para quem adora dar umas puxadinhas de cabelo no parceiro(a).

 (Kama-Sutra do Sexo Oral/ Júlia Vicheti/MdeMulher)

8. Ying Yang

Que tal tentar um 69 diferente? Essa clássica posição geralmente é feita com as duas pessoas esticadas e o “Ying Yang” traz uma proposta um pouco diferente.

Como mostra a ilustração, a ideia é que uma das pessoas fique por baixo com os joelhos dobrados para cima, enquanto a outra se encaixa, curvada. Essa posição acaba sendo mais intimista do que o 69 tradicional e também facilita a abertura das pernas, ampliando o acesso às genitais e ao ânus.

9. Tirando a temperatura

A última, mas não menos importante, traz de volta o apoio de um banco (ou uma cadeira) como um recurso para ter mais prazer. Caso você não curta a ideia de ficar com braços e pernas esticados como na posição “Só as cachorras”, essa é um meio termo.

Com o banco posicionado à frente de quem está recebendo o oral, os braços ficam mais relaxados e as pernas flexionadas. Com o corpo mais encolhido, fica mais prático para que quem está estimulando a parceira consiga alcançar o clitóris dela com os dedos, assim como os seios e as costas.

 (Posição do dia – sexo todo dia, só a posição varia/ Júlia Vicheti/MdeMulher)

☆ Descubra o significado de VÊNUS no seu Mapa Astral ☆