Aprenda a despertar o seu clitóris para ter muito mais prazer no sexo

Ao contrário do que pode ser falado, você sabia que se masturbar todos os dias é super recomendado?

Você sabia que o clitóris é um órgão cuja única função é te dar prazer? Sim, é isso mesmo: ele tem mais de oito mil terminações nervosas prontas para serem estimuladas até que um orgasmo incrível seja atingido. Só que alcançar esse ápice de prazer é um processo e o essencial para torná-lo realidade é conhecer técnicas que ~despertem~ completamente o clitóris.

Aqui no MdeMulher nós falamos sobre esse conceito de acordá-lo quando fizemos uma matéria sobre técnicas do sexo tântrico que são fáceis de colocar em prática. No bate-papo com Deva Dasi Abigail, terapeuta tântrica e autora do livro Entendendo o Mapa da Mina’, ela enfatizou uma dica de ouro: tocar suavemente o clitóris por 15 minutos todos os dias. 

De acordo com a terapeuta sexual, o autotoque diário faz com que o clitóris se torne mais sensível aos estímulos sexuais e, consequentemente, o orgasmo seja mais intenso. “[O ideal é] uns 15 minutinhos, de manhã, fazer um toque bem suave, bem leve, nele. Pode ser movimentos circulares, de cima para baixo, mas bem sutil, quase nem tocando. É o suficiente para melhorar e muito a libido dessa mulher, a autoestima e cada dia mais se sentir empoderada”, indica Deva. 

Para entender melhor como funciona esse despertar do órgão, conversamos também com a ginecologista Fernanda Nassar.

Para começo de conversa, ao contrário do que muitas pessoas podem pensar, estimular o clitóris diariamente não o prejudica em absolutamente nada – na verdade, as consequências só são positivas. Entretanto, é importante ficar atenta à força com que a masturbação é feita e quais produtos estão sendo usados para alcançar o orgasmo.

Veja também

“Não existe nenhum problema em estimular diariamente a região, pois o clitóris é um órgão capaz de suportar estímulos e caricias sem que haja nenhum prejuízo ao nosso corpo. O que não pode ocorrer é realizar a estimulação exercendo forte pressão no local ou utilizar objetos que possam causar lesões, escoriações no local. Por se tratar de uma região muito sensível, qualquer machucado na região pode levar à um grande desconforto local e, em alguns casos, poderá demorar alguns dias para recuperação total do seu estado anatômico e funcional normal”, pontua a ginecologista.

Fernanda também ressalta a importância de uma lubrificação constante no clitóris para que ele não seja ferido de jeito nenhum. Por isso, caso você sinta que a região não está úmida o suficiente, pare um pouquinho e aplique lubrificante. Os mais indicados são sempre os feitos à base d’água, pois não alteram o Ph da vagina e não diminuem a vida útil dos brinquedos eróticos – como o vibrador.

Dito isso, podemos partir para os conselhos práticos da ginecologista. Fernanda enfatiza que precisa ser de conhecimento público que o clitóris aumenta de tamanho ao ser excitado – inclusive ele é comparado muitas vezes a um pênis menor, mas que ainda assim fica ereto. E ao saber disso e percebê-lo dessa forma, a mulher tem a confirmação de que descobriu algo que lhe proporciona prazer. E aí, quem sabe, você pode repassar a dica para o crush. Afinal, infelizmente, muitos homens não estão nem aí para o clitóris na hora do sexo.

Para iniciar os trabalhos em busca do máximo de prazer, Fernanda explica um jeito prático de como encontrar o clitóris e tocá-lo. “O ideal é puxar a pele do púbis para os lados, para que fique mais fácil encontrar o “botãozinho”, no local de encontro dos pequenos lábios. O clitóris fica sob uma fina camada de pele e o ideal é encostar diretamente nele para poder melhorar os estímulos”. 

Veja também

 

Além de estimulá-lo diretamente, a ginecologista também detalha outros movimentos que podem aumentar a lubrificação e, consequentemente, ajudá-la a ter mais intensidade na hora do ápice do prazer.

“Utilize os dedos, com movimentos circulares maiores ou menores ao redor do órgão, podendo estimular o resto da vagina também. Já no banho, as mulheres podem aproveitar esse momento para usar o chuveirinho e direcionar o jato sob pressão, direcionado diretamente ao órgão, podendo gerar uma sensação agradável e de prazer. Outra dica é utilizar objetos facilitadores para que a mulher possa se sentir mais confortável neste momento, como os vibradores”, finaliza a médica. 

☆ Pedras, cristais e rituais de proteção: saiba como usar ☆