Como estar aberta ao amor após um término?

Não existe resposta certa, mas existem alguns passos possíveis.

Claro que não existe resposta correta. Pessoas são diferentes e, enquanto uns conseguem facilmente se ~entregar~ a um novo relacionamento, outros precisam um pouco mais de tempo e, principalmente, reflexão.

Leia Mais: 13 motivos para querer um amor calmo como um dia de domingo

O importante mesmo é saber respeitar suas limitações. Mas isso não significa não se arriscar, pelo contrário, agora é a hora de errar – para, em breve, acertar em cheio!

. .

. (/)

Abrace o sofrimento.

A ideia é nunca começar um relacionamento sério pensando no fim dele. No final das contas, seres humanos são criaturas muito otimistas, não é mesmo? Mas a verdade é: namoros acabam e, infelizmente, você não pode simplesmente jogar a sujeira para baixo do tapete, não pode fingir que nada aconteceu. E já que está nessa situação, que tal tirar um tempo para reconhecer as falhas, analisar o que deu errado, celebrar o que deu certo, ser grata pelo aprendizado. Sim, o sofrimento é uma coisa tenebrosa, mas, às vezes, ele é necessário para que a gente se fortaleça. É óbvio que todo mundo quer ficar ~bem~ logo, mas nesse despero para não sentir dor, acabamos por esquecer que quando estamos mais frágeis, mais entramos em enrascadas e caímos nas mãos de pessoas erradas.

E se arrisque.

Estar em um relacionamento é abdicar um pouco, sim, de sua individualidade. Em vez de voltar todos os olhos somente para si, você está com eles, também, em outra pessoa. Por isso, quando um namoro acaba, a gente fica tão perdido. É tipo aquela letra de música “o que é que eu vou fazer com essa tal liberdade”? Oras, você vai usá-la! É hora de testar, sair com pessoas diferentes, ser otimista com o futuro, cometer pequenos erros e colecionar histórias para contar. Se arriscar em novas situações é conhecer mais a si mesma.

Você é sua melhor companhia sempre.

Dizem que um amor só se cura com outro amor. Bem, então, que esse amor seja aquele que você, antes de tudo, cultive por si mesma. A gente só ama algo mesmo quando conhece, quando descobre os gostos, aceita os defeitos, entende os limites… E você só estará verdadeiramente aberta para o amor quando estiver segura de si. Pois só dessa forma, confiante, você não vai aceitar qualquer coisa que oferecem, pelo contrário, só vai aceitar o melhor. E ninguém tem o direito de dizer que você não merece o melhor. 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s